Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [Fillers] Omoi
Hoje à(s) 22:51 por DelRey

» [ Bolão - 22/06 ] O Hexa é real!
Hoje à(s) 22:51 por Olsen

» 3) Solicitações de Avaliação
Hoje à(s) 22:51 por DelRey

» [Ficha] Rendri (em construção)
Hoje à(s) 22:49 por Rendri

» [ Bolão - 21/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 22:48 por Olsen

» [ Bolão - 18/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 22:48 por Victor151

» [ Bolão - 23/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 22:45 por Haiszo

» [ Bolão - 20/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 22:44 por Olsen

» [ RP EVENTO ] Busca e Destruição!
Hoje à(s) 22:42 por Isabell@

» [ Bolão - 19/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 22:39 por Haiszo


Convidado


Dom 17 Jun - 22:51
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

([T] de Treino) Inteligência && Stamina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo



~~ INTELIGÊNCIA ~~

Depois de minha última missão limpando o memorial dos kages já fazia um bom tempo desde que estava agora descansando em casa. Era por volta das 19:00 horas da tarde quando minha mãe invadiu o espaço do meu quarto e cobrou eu ter mais comprometimento com os estudos. Ela chegava com um livro chamado "A arte da Guerra Shinobi", de fato, o nome me causou curiosidade e me interessei pelo mesmo e comecei a ler.

Folheando página por página, exercitando a mente brilhante dos Yamanakas, cheguei a algumas conclusões preciosas. O livro passava alguns ensinamentos importantes. O autor, um renomado shinobi aposentado, chamado de Gagleu, foi capaz de fazer um exército com apenas 33 mil soldados ninjas vencer um inimigo quase dez vezes maior em número de combatentes. Um dos pontos cruciais de sua estratégia foi transformar civis em verdadeiros soldados partindo do principio de que com ordens claras, motivação e disciplina, qualquer um poderia lutar como um herói.

Sua vila, durante um princípio de guerra, apostou em seu sistema de inteligência e trabalhou com técnicas surpreendentes de espionagem. Com o nome dado de "Operação Gargalo" liderado pelo matemático e seu amigo, Shimura Heitor, foi capaz de decodificar o sistema chamado "Perigo" de comunicação da vila inimiga, e esse foi um dos fatores principais responsáveis pela vitória dos aliados de Gagleu. A lição que tomei desse trecho foi que você pode, sim, vencer um exército muito maior que o seu se pensar e trabalhar com estratégias palpáveis. Lógico, com o pensamento de que não se deve ir para uma batalha sem ter o total conhecimento do que te espera na luta. Conquistar territórios, conquistar espaço em vez de atacar diretamente, é um fator muito importante.

Outro conhecimento muito valioso que adquiri foi que a guerra deve ser travada apenas em último caso, apenas se for extremamente necessária e se o seu objetivo com ela for maior e mais importante que as baixas causadas pelo conflito. Segundo o renomado Shinobi, muitas guerras são travadas e, durante as batalhas, o objetivo é esquecido, a meta é ignorada e o exército ninja se foca apenas em vencer batalhas sem lembrar as razões iniciais de estarem ali.

Manter as estratégias em segredo, enganar o inimigo, utilizar simulações e mentir é surpreender. Segundo o livro, durante uma inevitável batalha foi utilizando espiões duplos, campanhas de engodo – colocando shinobis e realizando movimentos falsos em outra praia – e a inteligência secreta da vila inimiga, os aliados surpreenderam os adversários e venceram a guerra. Não ficar sem graça de plantar informações falsas, foi uma brilhante estratégia mencionada por Gagleu e um valioso aprendizado com a leitura do livro. O importante é vencer e ignorar o orgulho.

Após toda a leitura e esforço, certamente havia adquirido bastante conhecimento sobre como travar batalhas. Fechava o livro e saia de casa. 

~~ STAMINA ~~

Depois de terminado a leitura do livro, sai de casa confiante para exercitar minha mente e corpo. Andei por 5 km depois de ter saído de casa até chegar a um campo com um vasto gramado, duas grandes árvores ao centro e uma cachoeira que era a cereja do bolo para o clima do ambiente.

Em uma primeira ação, para alongar os membros do corpo, separei ambas as pernas, flexionei levemente os joelhos e soltei o corpo para frente, relaxando os ombros e o pescoço tentando alcançar com as mãos o mais próximo possível do chão. Voltei devagar à posição inicial e respirei normalmente.

A segunda sequência foi elevar os braços na lateral da cabeça e segurei-los na região do cotovelo. Repeti o exercício do outro lado, após um intervalo de 15 segundos. Cruzei a frente do tórax com o braço esquerdo e pressionei o cotovelo junto ao peito. Repeti do outro lado. Fiz uma rotação simultânea nos dois ombros nos dois sentidos.

Depois de realizado o alongamento deitei-me de costas no gramado mesmo, com os joelhos dobrados e unidos, com as pernas flexionadas em um ângulo de 90º, os braços estendidos ao lado do corpo, as palmas da mão voltadas para o chão e os pés apoiados no solo. Então, contrai o abdômen para levantar os quadris do chão, comprimi os joelhos contra o tórax. O movimento de levar os joelhos em direção ao tórax foi realizado pelos quadris e abdômen. Pausei por o instante de 15 segundos na parte alta do movimento e retornei ao posicionamento original, tomando cuidado para não arquear a coluna ou removê-la do chão. Fiz uma série de 5 repetições do exercício.

Aproveitando-me do mesmo exercício, coloquei uma mão em cada lado da cabeça e dobrei os joelhos, mantendo os pés apoiados no chão. Por sinal, os pés permaneciam firmes no chão durante todo o exercício. Levantava a parte superior do corpo com a força dos músculos abdominais, apontando a cabeça em direção ao teto. Enquanto subia, exalava o ar e segurava por um segundo. Então, descia, voltando ao posicionamento original, ao mesmo tempo em que inalava o ar. Durante o exercício, tomava cuidado para não forçar a coluna. Também foi essencial não jogar a cabeça para frente com força.

Encerrado os abdominais, coloquei-me em pé, posicionei os pés paralelos abertos na linha dos quadris e os joelhos semiflexionados. Então ia agachando e projetando os quadris para trás até os joelhos atingirem o ângulo de 90 graus, sem que ultrapassem a ponta dos pés. Fiz 3 séries com 10 repetições cada.

Por último, fazia uma prancha, colocando força no abdômen, com equilíbrio e concentração. Deitei para baixo, com os cotovelos e as pontas dos pés apoiadas no chão, elevei o tronco até alinhá-los completamente. Para aumentar o desafio, me equilibrava sem o apoio dos joelhos. Além dos braços e pernas, a força aplicada para contrair o abdômen fazia toda a diferença.

Após todos os exercícios, voltei para casa trotando e realizando sprints a cada 7 metros. Chegando em casa, tomei um banhão e procurei descansar.

 
Status: HP: 250/250 & SP: 250/250
 
Considerações:
Aparência na ficha;

Nota: 986 palavras de treino para 1 ponto em inteligência (+1 do mês de UP) e 1 ponto em stamina (+1 do mês de UP). Como separei os treinos, pra não falarem que estou agindo de má fé deu 472 palavras só de treino de inteligencia e outros 511 em stamina. Segundo esse site.

O personagem tem a vantagem Inteligência Aguçada.

Técnicas:
Nenhuma.

Arsenal:
4x Kunai - 4x Shuriken - 2x Fuma Shuriken - 4x Hikaridama
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

@ Aprovado 1 Inteligencia e 1 de Stamina ("Evento" Mais 1 em INT e 1 STA)

_______________________

"Desista da ideia de me fazer desistir"
Ficha Antiga - Banco - Mods
avatar
Nukenin A
Nukenin A


~~ SELOS && NINJUTSU ~~

Desde meus últimos treinamentos sabia que precisava me esforçar cada vez mais para alcançar um nível melhor, lembrava-me como falhei miseravelmente no quesito do genjutsu, precisamente na hora da criação de alguns selos. O objetivo agora era treinar para melhorar este atributo e ter mais habilidade ao executá-los. Sai de casa e percorri os mesmos cinco quilômetros de sempre para chegar ao meu campo favorito de treinamento. No rio que ali existia eu começava a me concentrar, desde o começo realizava todos os selos que aprendi ainda nos tempos da academia, em sequência para melhor me adaptar, cada vez que os realizava meu aguçado cérebro de Yamanaka se acostumava mais e mais com tais movimentos e um padrão começava a se formar.

Como ainda não sabia tantos jutsus, exceto os aprendidos na academia e a minoria do meu clã, focalizei em realizar o mais rápido possível os selos que precisava saber para efetuar dois jutsus aprendidos na academia, porém, não menos importantes.

Encarando o curso natural de água à minha frente, fitava meu reflexo e me preparava mentalmente, estirando os músculos de minhas mãos e começava, de forma lenta, a realizar os selos. O primeiro jutsu, era um forte conhecido e  bastante utilizado entre os membros do clã Yamanaka. Dava o primeiro passo com o selo do cachorro, a mão direita era fechada e a esquerda vinha suavemente em cima. Seguindo com o javali, pouco mais difícil, as mãos eram juntadas e fechadas de cabeça para baixo. Por último vinha o do carneiro, apoiando minha mão direita por cima da mão esquerda. Se concentrasse chakra e o expelisse, certamente realizaria o Henge no Jutsu, no entanto, o foco principal da atividade era treinar os selos, então não passaria dos limites por hora. A primeira parte já havia completado, repetia várias e várias vezes os mesmos selos com o objetivo de treiná-los para a próxima vez os executar corretamente e de forma ágil.

No segundo jutsu, havia uma maior gama de selos, porém boa parte deles eu havia treinado todos no primeiro jutsu. O primeiro selo a ser feito seria o do carneiro, seguindo com o javali, no entanto, o próximo, a mão esquerda ficava na vertical com os dedos abertos e a mão direita vinha deitada na horizontal, juntas, contemplando pela primeira vez no treinamento o selo do touro. Em penúltimo, o selo do cachorro e por último, e aquele que considerava como o menos difícil entre todos os anteriores, o da cobra, apenas juntando ambas as mãos em forma de prece.

Depois, realizaria um treinamento de selos que lembrava no momento, aleatoriamente. O do macaco não era tão difícil, as duas mãos se fundiam em suas partes mediais. No cavalo os indicadores se juntavam por cima enquanto os restos dos dedos por baixo se entrelaçavam. Executava algumas vezes mais até ter mais agilidade.

Depois de tanto esforço certamente possuía melhor habilidade agora, após tantas vezes realizando aqueles selos meu corpo havia se acostumado com os movimentos e o cérebro praticamente havia memorizado todas as ações, claro, com vários erros no começo, que ao final se transformou em grande aprendizado.

No mesmo lugar, decidia agora treinar a arte do Ninjutsu. Sentava-me à beira do lago, como se fosse meditar. Sentava e respirava levemente, fechava meus olhos e permitia que o chakra circundasse completamente o meu corpo. Permaneci ali, calmo, por alguns minutos até finalmente abrir meus olhos e observar a água, fitando os peixes, reis de todo aquele espaço ali à alguns metros, os movimentos destes peixes clareavam meu pensamento. Por que não ver meus movimentos de outra perspectiva como um espelho? E este espelho seria a água, que podia refletir coisas em sua superfície. Posicionando-me em pé, emitia fluxo constante de chakra a partir do fundo dos meus pés e usava a força repelente para atravessar a superfície da água. Ia de um lado para o outro, então parava no centro do rio e ficava ali por alguns instantes, novamente voltava a atravessar o rio e finalmente voltava ao lado de origem.

Depois disto minhas pernas se mexeram quase que instintivamente e  me afastei um pouco do rio pela primeira vez desde que havia chego ao campo de treinamento. Com uma feição tranquila olhava as árvores do local, estas seriam parte da segunda parte do treinamento. Iniciava uma corrida até a mais próxima e saltava no tronco da mesma, colocando-me de pé, várias outras árvores se encontravam ali, e saltava de uma à outra, enquanto fixava minha mente em realizar selos aleatórios. Cobra, dragão, coelho... — Saltava em outro tronco, utilizando o chakra em meus pés para não deslizar ou cair. — Cavalo, pássaro, cão... — Pulava em outra árvore. — Tigre, bode, javali. — Agora corria em direção vertical até o topo da árvore e saltava dali. — Rato, boi, e finalmente, macaco. — Ao que estava pulando de árvore para árvore tecendo selos que surgiam em minha imaginação, estava focalizando uma quantia fixa de chakra para o fundo dos meus pés, e usava isso para subir e escalar as árvores sem utilizar as mãos. Por fim, caía no chão com minhas pernas abaixadas e a cabeça observando a textura dos musgos e me levantava, voltando para o centro do campo de treinamento.

Estava cansado depois de um exaustivo treinamento, deitava ali mesmo sobre o gramado e apreciava o vasto azul do céu. O treinamento era finalizado, mas ainda tinha em mente que deveria elevar cada vez mais minhas habilidades se quisesse me tornar um grande ninja no futuro.
 
Status: HP: 250/250 & SP: 250/250
 
Considerações:
Aparência na ficha;

Nota: 921 palavras de treino para 1 ponto em selo (+1 do mês de UP) e 1 ponto em ninjutsu (+1 do mês de UP). Segundo esse site.

O personagem tem a vantagem Inteligência Aguçada.

Técnicas:
Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.

Suimen Hokō no Gyō
Rank: E
Descrição: Este método de treinamento é usado para obter um melhor controle de chakra. Para fazer isso, o utilizador tem de ser emitindo um fluxo constante de chakra a partir do fundo dos seus pés e usando a força repelente de atravessar a superfície da água. Esta técnica é muito mais difícil de dominar que a prática Ki Nobori no Shugyō, porque a quantidade de chakra que necessita de ser emitida muda constantemente.
Também foi mostrado que um pode usar seu chakra para "deslizar" em toda a superfície da água, como uma patinadora no gelo, em vez de apenas caminhar ou correr.

Arsenal:
4x Kunai - 4x Shuriken - 2x Fuma Shuriken - 4x Hikaridama
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

@

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum