Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» Att - Klotz
Hoje à(s) 15:52 por Klotz

» [FILLER]
Hoje à(s) 15:49 por Julian Kyor

» [ RP EVENTO ] Busca e Destruição!
Hoje à(s) 15:45 por Mordred

» Treino - Estamina
Hoje à(s) 15:37 por ~Sérgio Moro

» [C.I] Kyoraku
Hoje à(s) 15:25 por Kyoraku

» [ NPC - INVASÃO ] Punições
Hoje à(s) 15:18 por Hipátia

» [Capítulo-Flare] Esclarecimentos Apáticos
Hoje à(s) 15:15 por Flare

» [ COMBATE AMIGÁVEL ] Elsword vs Kendal
Hoje à(s) 15:15 por Li Xin

» [História-shiro] Alvorada em Chamas
Hoje à(s) 14:44 por shirotsuki

» [ Treino AMIGÁVEL ] Yagura e Aisha
Hoje à(s) 14:42 por Yagura26


<

[Filler]Toda sombra precisa de Luz

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Filler]Toda sombra precisa de Luz - em Qui 18 Jan - 15:22

Tirania de seculos
(青峰 大輝, Aomine)

Hp:200/200 Ck:250/250 St:0/4
________________________________________
Tudo aquilo parece um jogo passado de geração, há tempos atrás antes mesmo de Aomine se formar, as escolas ninjas tinham o costume de levar seus ninjas visitarem algumas novas vilas, vilas estas que deveriam proteger esses ninjas de qualquer coisa dentro da mesma. Animado os alunos iam sem pensar que em tempos antigos, as vilas eram inimigas mortais, achavam inocentemente que uma mera assinatura no papel e uma aliança falsa iria dar certo para a proteção de todos.
Aventurados os alunos assim foram para o evento, este evento que aconteceria na agora antiga Kiri. Sendo assim cerca de 30 alunos e 2 professores, e de reforços alguns jounnins que tinham grande capacidade. Ao chegar em kiri, sorrisos nos rostos eram espalhados diante das crianças, essas crianças com inocência passava felicidade para os moradores de kiri, e tranquilidade para todos ali.
Aomine percebia a beleza do local, a formação matemática que ligava as pontes uma nas outras nesta incrível vila chuvosa, sem negar era um pais muito frio e arredondado de água violenta. O cuidado ao andar naquelas pontes era pouco, porem não era algo difícil para aqueles ninjas que ali se apresentavam. Pensando Aomine falava pra si mesmo “líderes são todos tiranos, tomara que a gente possa voltar inteiro para casa, ou pelo menos a maioria”. Era como se o garoto não confiasse no local em que estava, e com razão.
Após dar uma volta pela vila, os alunos e seus protetores foram para um estabelecimento comer em comunidade com todos, lá uma presença inesperada para uma palestra se apresentava, o próprio Mizukage em pessoa. Depois de todos satisfeitos, como um cavalheiro ele batia seu talher em um copo de vidro e assim pronunciava: - Olá ninjas de Iwa, espero que a estadia esteja muito boa para vocês, futuro da nossa geração. Espero também que todos consigam através dessa viajem aprender muitas coisas sobre o mundo ninja, claro se conseguirem. Neste momento, muitos ninjas distraídos pela bebida, ou pela felicidade não haviam percebido, porem claramente dava para ver na cara do Mizukage um olhar sanguinário.
Logo depois de sair do restaurante aonde haviam comido, o próximo passo era o lugar de descanso, um pelo lugar, grande com vários quartos aonde todos podiam dormir em quartos separados, e com vários guardas na porta fazendo a proteção dos alunos e dos outros ninjas em seu redor, pareciam não saber o que estava acontecendo, ou o que iria acontecer, afinal lideres tem desejo por poder, e quanto mais poder mais cego eles ficam com o mesmo.
Na manhã seguinte, todos os alunos eram acordado por um sino no meio do salão, aonde todos os lideres estavam reunidos e já a postos com a comida. Então o próximo passo foi tomar aquele belo café da manhã, que mais parecia um finalzinho da tarde por causa da chuva calma e da escuridão natural que cercava o local.
Então o próximo passo era ir na academia ninja do local, aonde por incrível que pareça estava tendo uma aula de resistência física no meio da vila, e a ideia de competição passava claramente na mente dos alunos. Porem Aomine não se importava muito com aquela competição, apesar de ser brincalhão não deseja ser o melhor entre eles ali, desejava apenas ser bom para sí mesmo. Mas como a decisão da maioria valia, ambos lideres combinaram de fazerem uma maratona, aonde os jounnins iriam atrapalhar a chegada dos garotos no final.
A largada era dada, Aomine ficava um pouco para trás pensando “o quão necessário é isso?” e então ao fintar o seu líder ele estava bravo e Aomine sabia que deveria correr. Assim sendo ia correndo entre as pontes passando por alguns obstáculos de escalada simples, e de pulos, coisa da rotina. Mas logo tudo complicava, como estava atrás podia ver o que acontecia com os mais aventurados que iam na frente, alguns dos alunos descuidados pisavam em uma armadilha, aonde explodia uma tarja explosiva em seus lados e os lançavam com a força da água para fora da pista, os eliminando da corrida.
Agora mais atento, Aomine seguia com cautela o caminho, ainda atrás de alguns ninjas que por incrível que pareça eram muito rápidos, deveriam treinar suas corridas o dia todo para conseguirem estarem daquele modo. Mas um jounnin la na frente fazendo alguns rápidos selos, fazia uma grande correnteza de água vir em nossa direção, os que estavam muito perto acabavam assim não tendo reação o bastante para desviar. Aomine por já ter treinado várias vezes com isso, facilmente pulava virando um mortal no ar, e assim ao cair na água correndo como se estivesse em solo fixo, graças a uma técnica que havia aprendido durante a sua estadia na academia ninja.
Aomine então olhava um pouco para os lados, e percebera um ninja de kiri se aproximando do mesmo e falando: - Parece que você é um dos durões. Sem deixar passar Aomine o retrucava: -Olha quem fala, eu nem queria participar disso. Então aquele ninja de kiri parecia ser um prodígio, realmente um prodígio, tinha um controle corporal muito acima do que Aomine já havia visto, conseguia correr bem mais rápido e seu corpo era bem forte, porem dava pra notar seu déficit em ninjutsu, aonde acaba não usando nenhum para completar a prova. Porem infelizmente para Aomine acaba perdendo para aquele ninja de kiri chegando assim em segundo colocado.
Estava feliz, pois era isso mesmo que desejava, não teria graça viver sabendo que você seria o ser mais forte da terra, que graça teria isso. Aomine gostava de um desafio e então ao chegar naquele ninja perguntava: - Posso saber seu nome?. Então era respondido: - Claro, meu nome é Kagami. Oque diferenciava os dois era a cor do cabelo, Aomine era calmo e tinha os olhos e cabelo azul, Kagami era agitado e tinha a cor dos cabelos vermelhos e com olhar assassino.
Passando assim pelo treinamento, novamente fomos a estadia, porem quando chegamos lá, não havia mais ninjas de guarda de Kiri, apenas um bilhete na porta dizendo “amigos, hoje brindaremos a nossa aliança, para começar bem, não vamos desconfiar um das vilas dos outros, não é mesmo ? – Assinado : Mizukage”.
Todos estavam felizes com a estadia, nem notavam o perigo iminente que estava passando entre os próprios olhos. Assim novamente todos foram dormir, pensando estarem seguros, acreditando em um amanha melhor. Infelizmente aquele Mizukage não era um boa pessoa. Enviou a organização secreta que ele próprio teria formado. Organização esta treinada por ele para matar todos os ninjas de Iwa assim quebrando o tratado e declarando guerra.
 Ninjas estes que atacaram na calada da noite, os jounnins frustados e pegos de surpresa não tinham respostas para o ataque. Por sorte Aomine havia acordado para ir no banheiro naquele exato momento, e podia escutar os passos e gritos de seus acadêmicos, e ainda assim algumas lutas. Mas oque não era esperado por ninguém, principalmente por Aomine é que ele teria uma intervenção divina, era oque o garoto achava pois sua sorte naquele dia estava mesmo muito aguçada. Aomine saia do banheiro utilizando uma técnica de brincalhão, quase que como perfeitamente se escondendo na parede sendo assim parte da parede, segurando apenas um tapete que dava a perfeita ilusão de singularidade entre a parede e o tapete, como se fosse apenas a parede.
Porem dentro toda essa aventura, Aomine já não estava pensando direito, largou seu tapete e foi correndo para atrás de uma árvore que tinha fora dos aposentos, porem havia muitos ninjas de kiri ainda dentro do estabelecimento. Infelizmente por sua experiência ninja ser tão baixa e a sua mente estar em completo caos, esqueceu que poderia escalar facilmente o muro do seu lado e escapar, e como uma intervenção divina Kagami aparecia por cima do muro agarrando Aomine pela boca para abafar qualquer grito e falando: - Sou eu, Kagami, vim ajudar, e antes de vir com a história de “por que devo confiar em você”, um bom motivo foi eu já não ter te matado, e estar mandando me seguir, então cala a boca e vem atrás de mim.
Sem ter como discordar Aomine seguira agora seu novo aliado temporário para a fora daquele local. Agora mais seguros e escondidos no meio da floresta já em caminho para Iwa, Aomine indignado questionava: - Por que me ajudou? Era a sua vila me atacando. Kagami com uma cara de desgosto respondia: - Bem, meu líder é um tirano, so pensa em poder, eu não gosto dele, porem não posso largar a vila por causa da minha família, é melhor você ir embora, quanto mais tempo passar aqui, mas cedo eles podem te alcançar. Vou preparar algumas armadilhas, então vá embora. Aomine com uma cara triste respondia: - Certo, obrigado, nunca esquecerei oque esta fazendo, e no futuro espero lhe reencontrar, Amigo.
Aomine assim, acabava correndo entre a escura floresta, podendo escutar no fundo algumas explosões e gritos, porem sabia que Kagami iria estar bem, parecia ter uma experiência acima do normal. Então a chegada de Aomine na vila de Iwa foi feita com muita alegria por parte de alguns, e de outros não conseguiriam segurar a tristeza de perder seus entes queridos. O próprio kage de iwa vinha falar com Aomine, tentando assim resgatar algumas informações, informações esta que eram passadas, principalmente sobre um ninja corajoso e heroico que era Kagami. Foi uma das aventuras mais desafiadoras de Aomine, porem sairá vivo e era isso que importava.
Extras




Spoiler:

Bolsa de Armas:
Kunai:1
Kibaku Fuuda: 11
Fios: 25 metros
Shuriken: 4
Hikaridama: 5



Algumas Considerações:

Aparencia igual Aomine de kuroko no basket
Meu objetivo foi treinar os pontos: +1 e stamina e os 100 de status (vou ver aonde colocar depois)
Jutsus:
Suimen Hokō no Gyō
Rank: E
Descrição: Este método de treinamento é usado para obter um melhor controle de chakra. Para fazer isso, o utilizador tem de ser emitindo um fluxo constante de chakra a partir do fundo dos seus pés e usando a força repelente de atravessar a superfície da água. Esta técnica é muito mais difícil de dominar que a prática Ki Nobori no Shugyō, porque a quantidade de chakra que necessita de ser emitida muda constantemente.
Também foi mostrado que um pode usar seu chakra para "deslizar" em toda a superfície da água, como uma patinadora no gelo, em vez de apenas caminhar ou correr.

Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.

Kakuremino no Jutsu
Rank: E
Descrição: Esta técnica permite que um ninja para ter uma capa ou um pedaço de pano para misturar em um objeto, tornando-os invisíveis. Konohamaru usa esta técnica constantemente no início da série para tentar enganar Naruto Uzumaki, mas usa disfarces pobres, como pedras quadradas com olho e buracos, capas que são incorretamente estampados ou girado em torno da maneira errada, ou simplesmente não cobrindo-se completamente , dessa forma traindo a ilusão.
avatar
Chūnin
Chūnin

@OK

Autorizo os 100 pontos de status porem não o ponto em Databook. Filler não rende pontos Databook, apenas status e uma qualidade de até um ponto caso o filler tenha 1400 palavras.
Abraço.
avatar

Tirania de seculos
(青峰 大輝, Aomine)

Hp:250/250 Ck:300/300 St:0/4
________________________________________
Sentado Aomine lendo um livro, coisa rara de se ver no tempo atual aonde tudo era mais evoluído e livros eram deixados de lado, claro Aomine não era uma exceção, odiava ler mas como era a única coisa a fazer naquela noite chuvosa. Tempestade e o barulho da chuva juntamente com a leitura fazia a imaginação do garoto novamente ganhar mais vida e logo caia no sono sentado em seu sofá.
No sonho graças a historia que estava lendo, estava em uma época mais medieval da guerra, aonde havia poucos ninjas que realmente conseguiam dominar o Ninshu que naquela época era meio que uma religião aonde os ninjas usavam o que aprendiam para o bem do próximo, uma religião realmente funcional e boa. Alguns até falavam que essa religão ajuda na paz mental e espiritual pois o ninja deveria realmente passar um tempo até ativar os chakra em seus corpos.
Nesta mesma vila a hierarquia era definida por quantidade de ajuda que uma pessoa dava a outra, no caso uma pessoa mais disposta e que ajudava mais era mais recompensada pelos outros moradores com respeito, carinho e principalmente muita hospitalidade. Mas é claro que nesse grupo bondoso sempre haveria de ter algo ou alguém que iria contra os princípios.
Esse alguém montava outro grupo distante, esse grupo que era dedicado em ganhar poder a qualquer custo, fazendo provas interiores aonde quem quisesse subir de nível deveria enfrentar o outro que era considerado mais forte, matar-lo e assim chegar no topo. Era um total caos mas o líder deles tinha um poder absoluto aonde a sua ordem era respeitada mesmo por aqueles delinquentes e ninguém tinha a coragem de desafiaentes-lo.
Parece que essa historia é a mesma que se repete em todos os livros, em todos os contos do mundo até agora, parece que esses descendentes desses mesmos clãns estão renascendo, so que agora com muito mais controle sobre o chakra e muito mais fortes. Aomine se encaixava nessa historia como um dos principais comandantes do grupo do Ninshu, justamente pela sua inteligência e domínio de chakra.
Claro a missão de Aomine não era nada fácil, mantem o controle usando palavras enquanto treinava os futuros ninjas, enquanto do outro lado os ninjas deveriam aprender a fazer sua parte caso quisessem viver. A diferença de experiência era clara, mas felizmente o Ninshu tinha como trabalhar em equipe, essa era o principal atributo trabalhado em todos, como fazer o Katon se misturar com o Fuuton, transpassar chakra para amigos em batalha e principalmente curar.
Após algum tempo treinando aqueles ninjas, Aomine foi designado pelo chefe da tribo a acompanhar um pequeno grupo de ninjas, até o covil do grupo inimigo. Parecia mais um suicídio, mas o grupo de ninjas era da elite, já tinham lutado várias vezes e espionado muitas vezes o grupo inimigo. Porem Aomine não era um desses, era sem experiência na área, oque poderia complicar a vida dos mais experientes.
Designados para a missão, o grupo da Renascença assim como era chamado partiu em sua missão suicida no caminho de tanto inimigos, ao chegar perto do local, um senhor aparentando ter muita experiência utilizava um jutsu que nos deixava um pouco mais camuflado, nos deixando quase invisíveis se passados despercebido, mas advertia: - Isso é um campo de guerra, guerreiros da vida residem aqui, sejam cautelosos, cada um vai para um lado. Vocês vão ver coisas que nunca viram antes, jutsus que nunca imaginavam existir, porem não se deixem levar. A prioridade aqui é a informação, então saiam vivos.
Outro ninja ficava do lado de fora do acampamento, cerca de 2 quilômetros do local, este tinha um poder de fazer com que todos os ninjas se comunicassem entre eles, parecia estar na mente, oque era muito útil em batalha. Com o grupo pronto assim os ninjas se separam naquele local que parecia mais uma floresta toda queimada e naturalmente deformada. E lá poderia se entender oque o velho estava falando, todos eram muito ativos e ficavam lutando o tempo todo, jutsus que nem eram para acertar os espiões acabavam muita das vezes quase sendo acertados.
Aomine, sem muita informação de território ia correndo muitas vezes em lugares povoados, vendo coisas inacreditáveis que eles faziam com os espiões capturados em batalha, mas a ordem era clara, deveríamos procurar informação e era isso oque ele iria fazer no momento.  Após andar muito tempo, ouviu de um dos ninjas inimigos que ele iria diretamente de encontro com o mais poderoso, para desafiar-lo a uma batalha. Ai estava uma informação muito importante a ser levada, começou a seguir este ninja e mesmo de longe podia sentir um poder muito intenso vindo do mesmo.
Este ninja chegava ate o covil do líder, claro agora eu tinha a localização do mesmo, e  formalmente este ninja cheio de cicatriz, parentava ter lutado muitas lutas demostrava total respeito e seriedade contra aquele que era seu líder. Surpreso o líder parecia uma imagem imaculada, não tinha um aranhão no corpo e seus olhos eram vermelhos (sharingan). Logo saberia o porque todos tinham medo dele, quando levantou uma armadura roxa se levantou ao seu redor, com duas grandes espadas.
O ninja que o desafiava era extremamente forte, realmente, mas a sua força não era tao forte comparado a de seu líder, era como todos falavam uma força descomunal. E após ganhar a luta Aomine escrevia em um papel toda a informação que conseguiria captar desta batalha, e também do terreno. Uma informação muito detalhada. Porém nada era tão simples, Aomine tinha certeza que aquele líder tinha o percebido, e assim sendo acabou que com muito medo por não ter experiência fugindo do local e recebendo uma noticia do supervisor: - Bem galera, esta na hora de sair dai,  o líder deles já sabe que vocês estão ai dentro.
Felizmente Aomine conseguira sair com sucesso, porem aquele velho não teve tanto sucesso assim, sua experiência era realmente notável, porem seu corpo não era mais jovem, sua velocidade e força já tinham diminuído a muito tempo, e imprudentemente ele tentou salvar sua filha, e desde então não se teve mais noticias dele. Muitos acreditam que ele a salvou e fugiu isoladamente para um lugar seguro, Aomine depois das atrocidades que viu acreditava apenas em morte. Levava a informação para seu superior, e em um ato de se fortalecer fugia da vila para ficar mais forte. Porem Aomine era interrompido pelo seu despertador e acordava realmente para ir treinar e se fortalecer, mas desta lição aprendia que deveria sacrificar coisas para obter a vitória.

Extras




Spoiler:

Bolsa de Armas:
Kunai:1
Kibaku Fuuda: 11
Fios: 25 metros
Shuriken: 4
Hikaridama: 5



Algumas Considerações:

Aparencia igual Aomine de kuroko no basket
Meu objetivo foi treinar os pontos:100 de status (vou ver aonde colocar depois)
avatar
Chūnin
Chūnin

Aprovado.

_______________________


Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage

Tirania de seculos
(青峰 大輝, Aomine)

Hp:675/675 Ck:625/625 St:0/6
________________________________________
 Ja imaginou como a sua vida pode mudar totalmente em uma decisão? Uma fração de segundo de hesitação ou coragem abundante poderia mudar uma vida inteira, era exatamente essa questão que Aomine pensava naquele momento. Racismo por causa de seus braços a mais pareciam prejudicar muito a sua estadia no mundo ninja. Esse pensamento era sempre recorrente na mente do garoto que gostaria muito de parar com esse racismo pela parte das pessoas, tentando mostrar para todas elas que ele não era um mostro e sim uma pessoa diferente tentando montar um mundo melhor para todos e tudo, sendo reconhecido como um ninja melhor. Porem mesmo ficando mais forte, a fama de aberração começava sempre a aumentar, e parecia que os braços e talvez a sua habilidade o fizesse este fator ficar ainda maior do que já era.
Muito antigamente antes mesmo do garoto nascer, havia um boato aonde algumas pessoas do clãn Kumo Nenkin procuravam alguns ninjas para tentar ser "normal" na sociedade, e muitos disseram que havia um médico, um velho médico que estava habitando o fundo de um caverna há muitas decadas, muitos duvidavam da vitalidade daquele médico dizendo que ele era um bruxo e vários outro boatos sobre chakra e bijus que iriam muito além do que talvez um ninja pudesse saber, ou talvez muito além do conhecimento dos ninjas atuais.
Um jovem como Aomine agora já estava em um patamar acima, estava um pouco mais forte, mais decidido e graças a sua perseverança e confiança já sabia oque queria fazer, queria realmente se tornar "normal" e talvez conseguir um novo poder mais forte do que seu atual, mas é claro que isso lhe custaria muito, talvez muito mais do que qualquer outro ninja já teve que passar para conquistar seus sonhos. Em busca de uma resposta o garoto acabou saindo em uma jornada para o antigo lugar de seu clãn.
Chegando no local, lembrava perfeitamente daquele local, afinal apesar de não se ter mais tantos membros, era o local aonde foi criado. O ambiente ainda era o mesmo, muitas teias, aranhas espalhadas por todos os locais e aquele vento frio que vinha daquela caverna dos boatos antigos. Boatos estes que agoram seriam contestados pela curiosidade do garoto.
Uma grande pedra estava bloqueando maior parte daquela caverna, como se fosse um aviso para não entrar, afinal aquele "velho" que poderia estar ali, poderia ser muito forte e incontrolavel, e talvez so um selo poderoso pudesse o manter naquele local. A aranha Kyodaigumo fazia sua parte, como uma grande aranha retirava a pedra do local sem muita dificuldade, porem a expressão no rosto da aranha era diferente, era um pouco sombrio era triste, a mesma falava com o garoto: - Bem, se você esta decidido entrar ai, posso afirmar que aqueles boatos são verdadeiros, foi muito bom seguir contigo nesta jornada, infelizmente foi um pouco menor do que poderia ser, mas quero deixar claro, se entrar aí ira perder completamente o controle sobre mim e a possibilidade de me invocar.
Com um ato de caridade, o garoto ouvindo as palavras da fiel aranha a acariciava com as todas as suas maos, e sem expressar um sentimento e sem falar nada começava a adentrar aquela caverna que estranhamente passava uma sensação de chakra constante, estranhamente olhando de fora podia perceber que adentrando ali, não haveria nenhuma visibilidade, porem ao adentrar a caverna um minério muito brilhante fazia o caminho, como se fosse uma tocha enraizado com chakra mostrava para aonde o garoto deveria seguir para traçar seu novo caminho.
Andando calmamente e lentamente pelo túnel, ficava prestando atenção em todo o caminho para não ser supreendido por alguma coisa, ou alguem, felizmente o caminho era calmo e do fundo da caverna podia ouvir uma ecoar, esta voz extremamente tremula e aparentemente cansada: - Olá meu jovem, vejo que esta disposto a realizar a loucura que seus irmão queriam fazer, bem entre, so espero que não tenha o mesmo fim que eles.
O clima ali dentro era completamente diferente, um frio totalmente psicologico, não era o corpo que estava gelado era alguma outra coisa que o garoto sentia que não estava certo, graças a sua percepção no local, podia notar muita poeira no local, não sabia se aquela caverna era realmente empoeirada ou era novamente outra sensação, seu primeiro pensamento foi estar sobre algum efeito de genjutsu, porem nunca havia presenciado um genjutsu assim, e para garantir que não estava acabava se cortando com uma kunai, constatando que estava são e continuando o caminho.
Apos uma breve caminhada, chegava ao final da caverna e lá estava um homem, sua estatura era cerca de dois metros de altura, realmente muito alto. Seu corpo era extremamente magro como se não existisse gordura, porem em baixo do capuz revelava a face de um velho, barbudo com a cara extremamente "sugada" aparecendo toda a estrutura ossea do corpo. Felizmente para o garoto ele estava usando uma roupa longa que tampava as partes intimas daquele ser: -Venha, eu sei oque você quer, você ouviu os boatos, eu sou aquele velho, mas para deixar de ser este clãn devera aceitar a poeira deste local, sabe "do pó viemos e é pó que vamos nos tornar" HAHAHA - Ria aquele velho.
Aomine estava decidido, não contestava muito as ações do velho, parecia que ele já havia feito aquilo antigamente, podia ver do lado da onde ele estava várias ferramentas de cirurgia e também algumas outras seringas muito estranhas. Agora com o garoto deitado o velho se aproximava: - Voce tem coragem, porem todos os outros tinham, vamos ver se você tem determinação - Terminava a frase enquanto ia injetando um liquido extremamente azul no corpo do garoto e resmungando: - Você iria preferir morrer, assim como os outros - Neste momento o garoto apagava.
Apagado a febre do garoto começava a aumentar, espasmos musculares começavam a aparecer e muito suor. O velho preparado para a situação havia amarrado todos os membros do garoto, e deixando pingar água na testa do mesmo para deixar-lo acordado, um método de tortura que para aquela ocasião era extremamente útil. Agora com a conciencia retomada o garoto começava a sentir muita dor, a pupila estava dilatada o corpo suava como nunca havia suado antes e a febre estava passando dos 40 graus, o corpo estava totalmente cansado porem a força muscular para tentar contornar a dor que estava sentindo era ainda maior, cansaso, dor e todas as condições negativas estavam corroendo a determinação do garoto, e conciencia so estava ativa por causa das gotas de águas caindo em sua cabeça sem parar, interrompendo qualquer alternativa de dormir.
Se o garoto tivesse forças para gritar, neste momento iria parecer que estavam lhe desmembrando parte a parte, mas suas vias aerias estavam tao dilatadas precisando de ar que não havia espasso para transformar em som. A caverna totalmente gélida prejudicava a sensação do garoto do clima, e seu corpo em lástimas gritava por misericordia. Sentia seus membros deslocarem, seus ossos dilacerarem e a dor era extremamente gritante. Seus membros extras eram como se estivessem sendo "comidos" para manter as calorias do corpo. Não sabia oque aquele velho lhe tinha dado, mas mesmo com as dores parecia estar dando certo.
Após várias horas naquela situação de lastima em que o garoto se encontrava, ele finalmente apagava, nem mesmo a água pingando em sua face conseguia o manter acordado, seu corpo agora descansava talvez sua alma quizesse saber como era a morte, assim como seu corpo necessitava de um descanso eterno. Muitos dias então haviam se passado, Aomine havia recobrado a conciencia e se dava de cara com vários tipos de alimentos, nem perguntava se era para ele, apenas começava a comer sem parar aquelas frutas, nem notava mas apos algum tempo quando sua fome se saciava um pouco, percebia que havia apenas dois braços em seu corpo, e o os outros haviam desaparecidos.
Feliz Aomine começava a passar a mão em seu corpo, aonde havia aqueles outros brasos agora eram apenas carne, porem o cansaso novamente pegava no garoto e acabava dormindo novamente. O velho, havia bolado para o clãn kumo nenkin uma vácina, vacina esta que removia as celulas corporais que fabricavam a teia e o pó de ouro do chakra, porem o chakra acabava ficando muito fino e fraco, então deveria ser transpassado uma nova "celula" que conteria um novo poder. Poder este que este velho havia pegado muito antigamente de um ninja da vila da poeira, uma vila muito antiga que agora nem se quer existe mais, porem havia uma Kekei Genkai especial, Kekei Genkai esta que estava em forma de poeira dentro de uma seringa que seria implantada no garoto.
Aguentar a primeira parte é fácil, vamos ver se agora ele vai aguentar esta mudança de chakra - Falava o velho com uma cara triste enquanto aplicava aquela seringa, automaticamente os poros do garoto começava a liberar chakra para todo lado da caverna, como se estivesse espelindo tentando deixar-lo quase morto, Chakra este que muitas vezes oscilava, parava e voltava a ser espelido, muita das vezes começava apenas a jorrar um chakra estranhamente pelos poros . Várias horar ficavam sendo feito esse procedimento, equanto o velho fornecia uma pequena parcela de chakra para manter o garoto nessa fase de adaptação.
Algumas horas se passavam, agora o corpo de Aomine não estava mais exalando nada pelos poros, apenas estava ali parado esperando alguma vontade de acordar, e assim sendo Aomine agora acordava, podia sentir mais as coisas ao seu redor, o velho realmente havia feito a sua parte. A poeira agora em todo o local da caverna parecia mais lenta, o velho parecia mais lento tudo que estava se mexendo parecia mais lento, e em uma tentativa de andar quase como se fosse um teletransporte em forma de velocidade instantânea  era feito, e quando via já estava quase a 20 metros do velho apenas com um passo. O jovem então agradecia o velho, espantado ele ficava, parecia não ser o efeito que ele desejava, porem estava funcionando de alguma forma. Kyodaigumo estava la fora esperando, infelizmente agora todas as aranhas olhavam estranho para o garoto, como se quisessem devorar-lo, não eram mais familiares, Kyodaigumo então fechava a pedra e sumia do local, Aomine fazia o mesmo indo em direção a sua vila para entender seu novo corpo.

Extras

Spoiler:

Bolsa de Armas:
Kunai:1
Kibaku Fuuda: 11
Fios: 25 metros
Shuriken: 4
Hikaridama: 5

Algumas Considerações:

Aparencia igual Aomine de kuroko no basket
Meu objetivo foi fazer as 1500 palavras de troca de clãn: http://narutorpgakatsuki.com.br/t56485p375-lista-organizacao-de-clas#401290
Clãn escolhido foi: http://narutorpgakatsuki.com.br/t56485p375-lista-organizacao-de-clas#401290

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin

Você confundiu o Jinton(Poeira) com o Jinton(Velocidade), deixe mais explícito caso o clã almejado seja mesmo o referente a velocidade.

_______________________

I'm giving myself to the world<br />
                                               M.S                        
avatar
Chūnin
Chūnin

Editei conforme foi conversado

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin

Mudança de clã Aprovada

_______________________

I'm giving myself to the world<br />
                                               M.S                        
avatar
Chūnin
Chūnin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum