Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [ Bolão - 21/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 17:57 por Kazui

» [Compras] jutsus de clã
Hoje à(s) 17:55 por DelRey

» [RP - Cap] A espada de dois gumes, Oni e Omoii
Hoje à(s) 17:36 por Oni

» [Smith] Rize
Hoje à(s) 17:36 por Aoi

» Shark Cave サメ洞窟
Hoje à(s) 17:29 por Yamm

» [M.F] 海賊カード Pirate's Card
Hoje à(s) 17:25 por DelRey

» [Banco] Hatake Sakata
Hoje à(s) 17:24 por Kaginimaru

» [Modificação de Ficha] Hatake Sataka
Hoje à(s) 17:17 por Kaginimaru

» 2) Solicitações de Missões
Hoje à(s) 17:09 por Lorenzo Casal

» Kuchiyose: Ushi 牛
Hoje à(s) 16:25 por Urameshi


Convidado


Qua 20 Jun - 18:01
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[Treino] Assalto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Treino] Assalto - em Sab 26 Ago - 23:50

Ela limpou e então cuidadosamente se sentou no banquinho de madeira. A noite era sombria, mas dezenas de luminárias cintilavam através das pequenas vias de passagem do parque, tornando possível caminhar e não se perder mesmo em um horário tão tardio quanto aquele. Era a primeira vez que a pequena Hinami tinha permissão para sair sozinha, mas a ideia de sair em uma aventura sozinha era muito mais animadora do que realmente estar em uma. Tinha em seu colo uma pequena caixinha de isopor fechada com um laço, o qual retirou com cuidado para não amassar o conteúdo. Desembrulhou o papel que enrolava um convidativo hambúrguer duplo com duas fatias de queijo, salada e duas carnes, e então o levou a boca. Por algum motivo, neste momento fechou os olhos e então sentiu o aroma da carne infiltrar-se em suas narinas. O calor e o sabor preencheram cada ínfimo canto de sua boca e ela sorriu com alívio, iniciando a mastigação. Não era bem uma aventura perigosa e cheia de desafios, mas ali, sozinha, livre com seus pensamentos, a Hyuga sentia-se como um pássaro que recentemente aprendera a voar.

E neste momento um vulto negruro perpassou velozmente por seu caminho, tão rápido que as folhas no meio fio alçaram voo. Uma senhora de idade aproximou-se logo depois, aos prantos, com lágrimas jorrando de seus olhos e uma expressão de desespero. Seus passos a traíram e quase caiu no chão, não fosse o auxílio de Hinami que a apoiou com as costas.

— A senhora está bem? O que aconteceu? — Perguntou-lhe, preocupada. Deu então um pouco de espaço para que respirasse.

— Aquele garoto... ele.. arfh... ele roubou minha bolsa... eu preciso entregar os documentos amanhã! — era difícil entender o que a senhora dizia em meio a crises de tosses e a fungos, mas a kunoichi esforçou-se a entender. Preocupada com a saúde da anciã, ajudou-a a sentar no banco e pediu-a para respirar — era a única coisa que podia fazer e por isso sentiu-se impotente. Em gestos tímidos, pediu-a para esperar ali e só então partiu ao caminho do vulto, determinada a trazer a bolsa.

O homem seguia a pé em um trajeto longo e demorado para a sorte de Hinami. Veias se tonificaram nas proximidades dos olhos e o mel tornou-se um branco opaco, o Byakugan. Através dos olhos mágicos, foi capaz de ampliar seu campo de visão em muitas vezes mais, analisando os becos mais próximos e a probabilidade de mais alguém aproximar-se. O problema, entretanto, não foi encontrar o alvo, mas ser capaz de alcança-lo. Hinami deixou a segurança do chão e iniciou corrida através dos telhados, saltando através de prédios e mantendo velocidade constante em perseguição ao ladrão. O homem atravessou uma encruzilhada e neste momento teve noção de que estava sendo seguido. A pequena atirou-se então contra a varanda mais próxima, saltando entre as janelas para finalmente alcançar o solo. O ladrão havia parado.

— E-eu quero que você devolva isso, p-porfavor. — Mesmo lidando com um meliante, sua voz vacilou e a timidez tomou um passo a frente. Colocou os braços próximos ao rosto, como se buscasse proteção; e falhara novamente. O rapaz se aproveitaria disso, com certeza.

— Garota — sua mão correu aos bolsos e dali tirou uma pequena arma branca semelhante a uma faca, mas menor: um canivete. — Eu não tenho intenção de te ferir, então acho bom você dar meia voltar e vazar daqui. É só uma bolsa, tio! — ameaçou, manejando a arma entre os dedos.

— N-não, não dá. — respondeu, sem olhar em seus olhos.

— Porque, porra? — o rapaz gesticulou de maneira ofensiva.

— Eu fiz uma promessa.

E neste momento o diálogo estava encerrado. O meliante não era um shinobi tal como Hinami, mas era claramente mais alto e musculoso, talvez uns três ou quatro anos mais velho. Embora a resposta fosse inocente aos olhos da Hyuga, para o homem era quase como uma ofensa, como se estivesse tirando sarro de sua cara. Arrancou em sua direção como uma parede maciça e seu ombro colidiu com a pequena garota, arremessando-a contra um punhado de barracas desmontadas. Hinami atingiu com violência as placas de madeira e um pequeno corte surgiu em seu braço, nada sério. Percebeu de imediato que não venceria uma batalha como aquela usando de força física; o rapaz era imensamente superior em termos de força física. Cambaleou conforme levantava e destra correu a uma pilastra, a qual usou como apoio para manter o corpo de pé.

— Eu não quero resolver isso com violência. — seus olhos fixaram-se imediatamente na pequena bolsa e ela correu em direção ao rapaz. Evadiu um soco tão forte que balançou o ar e então seguiu contra a bolsa, mas bastou que o rapaz levantasse a mão para que seus planos fossem ofuscados. De quebra ainda lhe aplicou um chute contra a barriga que a fez perder o ar. De volta ao chão, Hinami decidiu que não se levantaria a principio. Fingiu-se de derrotada até que o rapaz se afastasse e então levantou-se, calmamente e sem fazer barulho. Respirou fundo e então liberou tudo em um expirar profundo. Estava pronta. Partiu contra o rapaz e forçou os músculos inferiores ao limite possível. Como uma serpente, seu corpo saltou através da coluna de músculos das costas e evadiu a primeira investida da mão do bandido. Surpreso, pouco tempo teve para reagir antes que a jovem lhe tomasse a bolsa e então partisse em disparada. Sabia que não estava apta a vence-lo em combate, mas sua promessa não fora de o prender, mas recuperar a bolsa.

[...]

Poucos minutos depois retornou a senhora, que já repousava em sono profundo no banquinho. Colocou a bolsa sobre seu colo e sentou-se ao seu lado, pegando no sono também.

Hinami; HP: 200, CK: 195.

Spoiler:
Gostaria de requisitar através deste treino +2 pontos em Velocidade, por gentileza. Peço perdão pela narrativa ruim, pois estou começando nessa coisa de RPG narrativo.
Spoiler:


Byakugan
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.

avatar
Re: [Treino] Assalto - em Sab 26 Ago - 23:54

@
avatar
Genin
Genin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum