Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [Treinamento] Dividindo Dons
Hoje à(s) 03:45 por Mordred

» [T] Uta
Hoje à(s) 03:43 por Uta

» 3) Solicitações de Avaliação
Hoje à(s) 03:31 por 'Aisha

» Missões Ryo
Hoje à(s) 03:29 por 'Aisha

» 1) Solicitações de Roleplay (Plotting)
Hoje à(s) 03:11 por Victor151

» Ficha - Em construção.
Hoje à(s) 02:55 por Kádmos

» 2) Solicitações de Missões
Hoje à(s) 02:26 por Hipátia

» [BAR] Elizabeth's Bar
Hoje à(s) 02:21 por Kaginimaru

» [ Bolão - 21/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 02:14 por Aoi

» [ Bolão - 22/06 ] O Hexa é real!
Hoje à(s) 02:05 por Escanor


Convidado


22/6/2018, 04:22
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[Q] Selo Amaldiçoado.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Q] Selo Amaldiçoado. - em 6/8/2017, 21:19



NARRADOR

Algumas pessoas estavam ao redor de um círculo feito no chão. Sussurravam palavras enquanto o fogo ardia em tochas fincadas em pontos específicos que fornecessem uma iluminação adequada para o espaço em que as pessoas se encontravam. Era um ritual.

Esse ritual estava acontecendo já há alguns dias e o líder tomou conhecimento dele. Não tendo tempo de verificar dias antes, agora era o momento. Buscando obter mais informações sobre esses rituais, um jõnin foi até a casa do Olly e o encarregou da coleta de informações. O jõnin explicou os pormenores e deu a localização do local em que se acreditava ser o local em que os rituais aconteciam.

— Alguma coisa está acontecendo, Olly... estamos com suspeitas que não são boas. Uma caverna nos arredores da vila. Dizem que lá está acontecendo algo suspeito. Preciso que você verifique. Cuidado. — Após finalizar suas palavras, o ninja estava liberado e poderia iniciar sua missão. Fazia calor aquele dia em Kumo, sol estava ali presente, embora tímido. Passava do meio dia quando o Olly foi avisado sobre sua missão.

Considerações:
Narre o que estava fazendo quando o ninja bateu em sua porta. Narre o diálogo e tudo na tua visão. Pare antes de chegar aos arredores, pois aí darei as informações do cenário, etc.
Mínimo duzentas palavras.
Spoiler:
Selo Amaldiçoado: Variável
Requerimentos: 3 Stamina. 
Recompensa: Habilidade Secundária: Juinjutsu
01/??

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 7/8/2017, 20:38


quê?

Naquela noite eu tinha dormido como há muito tempo eu não conseguia. Um dia antes havia sido encarregado para uma missão que me tomou toda a energia e, por isso, foi quase instantâneo cair no sono depois que me deitei. Quando acordei, incitado pelos raios de sol que invadiam o meu quarto, questionei-me quem havia escancarado a janela, mas a resposta surgiu logo. Devo ter me esquecido, pensei, espreguiçando-me antes de erguer o meu tronco na cama. Meus olhos semicerrados e cabelos embaraçados, a boca seca e as vestes sujas. Não é possível que eu não tenha tomado um banho depois que voltei ontem! Eu faria isso o quanto antes.

– Sim, sim! Eu já terminei de fazer aquilo também, Haza! Esse era mais um daqueles dias chatos que minha mãe tirava para azucrinar a minha vida com faxina. Ela novamente tinha me abandonado e requerido limpeza. Que saco! O problema é que, diferente da última vez, ninguém interviu antes que eu terminasse de limpar. – Já vou! - Avisei à campainha. – Mãe? Tem alguém tocando aqui. Acho que já terminamos tudo o que tínhamos para falar. Vê se volta logo, beijos! O telefone foi colocado de volta em seu suporte e eu caminhei em direção a porta. – Oi! Bom dia - Desejei, percebendo seriedade na face do homem de frente à fachada. Boom! Era o som de uma bomba que certamente explodiria da boca dele.

Suspeito como? Não informou mais nada. Bacana! Um ninja desse porte pedindo que eu verifique algo desse naipe? Ia dar merda. Definitivamente ia dar merda. – Eu já tô lá! Eu não pareci grosso e nem irônico, mas era claro que as intenções eram essas. Despedi-me do homem e aprontei todas as minhas vestes e equipamentos o quanto antes. O que me aguardava eu não sabia, mas com certeza descobriria, porque a essa altura estava quase atravessando os portões da Nuvem. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém!


HP: 200/200;
CH: 200/200.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 7/8/2017, 22:33



NARRADOR

Kumo era formada por grandes cadeias montanhas. Muitas rochas também se faziam presentes por conta do passar dos séculos. Não era tão simples encontrar uma caverna naquela região, visto que existiam tantas formações parecidas. Olly desafiava as montanhas. Como um ninja de Kumogakure, ele já tinha uma certa intimidade e maior resistência para com tal paisagem.

Duas vozes podiam ser ouvidas por quem não estivesse muito longe. Duas pessoas caminhavam entre as montanhas de Kumo. Trajavam capas e capuzes pretos. — Você sabe o que o mestre quer! Não ouse discordar dele! Não podemos levantar mais suspeitas ou poderão nos encontrar, seu burro! — Por ser uma área montanhosa, algumas árvores também se faziam presentes no local.



Considerações: Narre tudo na tua ótica. Fica ao teu critério encontrar as pessoas de frente (indo na tua direção após você ter chego nas montanhas mais fechadas, obviamente) ou ouvir a voz ao longe e segui-los.
Mínimo duzentas palavras. As pessoas ainda não vão chegar na caverna, estão apenas caminhando na direção dela.
02/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 8/8/2017, 19:20


silêncio

Meus pulos entre uma árvore e outra eram quase inaudíveis. Surpreendentemente, minha pele não descia suor. Meus cabelos molhados chacoalhavam com o vento. Da cabeça só saía bosta. Eu ainda não me conformo, pensei, impulsionando meu corpo na direção de outro tronco. O que é que eles esperam de mim? Era impossível que não houvesse ninguém mais habilidoso que eu, mais silencioso que eu ou, ao menos, mais graduado que eu, para aquela missão. Eu prefiro pensar que se eles me escolheram, foi por um motivo... Agora se ele era um dos melhores, já não podia dizer.

O quê? Eu tinha acabado de paralisar o meu corpo durante o passeio pelas árvores. Podia jurar ter ouvido vozes e, por isso, ao invés de continuar, preferi contemplá-las. Eu não consigo ver as caras... Minha mão esquerda segurava a imensa madeira. Eu estava agachado e com o rosto levemente virado para a direita, dando maiores possibilidades de entendimento à minha audição. Mestre? Que mestre? Suspeitas? Aquilo definitivamente era o que eu precisava encontrar. Decidi não desvendar a face dos encapuzados, deixando-os prosseguir com o seu caminho ao que mantive minha companhia a espreita. Agora eu preciso tomar ainda mais cuidado! Eu não podia arriscar que eles ouvissem eu pular de um tronco para o outro, sendo assim, deixaria-os assumir um pouco de distância e depois voltaria à perseguição. Acho que já é o suficiente, imaginei, apertando o passo.


HP: 200/200;
CH: 200/200.

Considerações:
O texto contêm 236 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 8/8/2017, 20:32



NARRADOR

As pessoas iam tagarelando pelo caminho. Por algum motivo elas falavam mais baixo que anteriormente. Talvez tivessem notado algo. Talvez. Após algum tempo caminhando, finalmente o local parecia se mostrar. Se o ninja tinha alguma dúvida, não restaria mais. Sua entrada era camuflada pela vegetação. Os encapuzados olharam para ao redor visando se certificar que não estavam sendo seguidos. Após isso, adentraram o local.

Nosso ninja tinha sido escolhido para essa missão, não caberia a ele perder a oportunidade de visualizar o que tinha lá dentro e trazer um relatório com mais detalhes. Dentro do local era escuro, podiam ser ouvidas algumas gotas de água que gotejavam no chão, causando um pequeno eco. Lá dentro fazia frio e era úmido. Alguns metros distante da entrada, duas alternativas se mostravam a quem ali chegasse.


Considerações: Você poderá ir até o local indicado na narrativa, dentro da caverna. Narre tudo na tua ótica. Não escolha ainda um caminho, apenas indique qual será.
Mínimo duzentas palavras.
03/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 8/8/2017, 21:18


bestseller

Em determinado momento foi como se as vozes tivessem sumido, e por um instante me questionei se eram reais, mas antes de diagnosticar loucura consegui ouvi-las novamente, mais baixas. Acho que não vai rolar ficar dando essas pausas. Eu nem imaginei que eles tivessem me ouvido. Estava tão focado em camuflar o som dos meus passos que ignorei essa possibilidade, mas muito provavelmente não fiz bem. Aqueles ninjas aparentavam não deixar passar nada. Pra onde será que estão indo? Eu não arriscaria dizer que estávamos muito longes da Nuvem, mas também não afirmaria conhecer aquele lugar. Uma quantidade razoável de plantas se abriu e os dois encapuzados passaram. Acho que eu sou o próximo...

Os motivos que me levaram até ali, ao meu ver, eram infelizes, mas não mais que a minha decisão de entrar naquele lugar. Esse som... Era exatamente o mesmo som que eu ouvi em um dos meus últimos pesadelos: o eco produzido pelo pingo de uma goteira. E também é escuro... Muito escuro, pensei, relembrando-me ainda mais daquela noite. Meu corpo tremeu, e eu tentei ignorar esses fatos para prosseguir com a missão sem problemas, caminhando de olhos bem abertos numa distância grande dos homens de preto. De sonho pra filme! Era só isso o que me faltava! Eram duas alternativas: eu escolhi a da esquerda.


HP: 200/200;
CH: 200/200.

Considerações:
O texto contêm 220 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 8/8/2017, 22:13



NARRADOR

O ninja escolheu o caminho da esquerda. Ele tinha tomado a decisão certa, embora não soubesse. A outra passagem levaria direto ao inimigo mais poderoso. Os dois homens encapuzados tinham seguido pela esquerda e notaram a presença de alguém. A batalha iria começar a qualquer momento.

Um dos inimigos revelou seu rosto. Sua face não era mais humana. Era uma mescla animalesca. Difícil precisar o que era a face daquela pessoa devido à deformação. Olly também não podia saber, mas aquele rosto era reflexo de inúmeros experimentos. Alguns bem sucedidos, outros... O homem partiu correndo na direção do ninja enquanto atirava duas kunais na sua direção, visando seu peitoral.

Considerações: O inimigo tem 3 de velocidade e 3 de força. Arremessou as armas quando se encontrava uns 15 metros de ti. O outro ficou apenas olhando, rosto agora podia se perceber que era coberto por uma máscara.
Aparência do inimigo que te atacou. Similar, só que ele tem uns 2m de altura.
Mínimo duzentas palavras.
04/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 9/8/2017, 19:38


eu, hein!

Eu não estava enxergando direito, a iluminação da caverna era péssima e a cada passo que eu dava parecia piorar. Pra onde será que isso daqui dá? Mesmo receoso com o meu destino, preferi continuar ao invés de retroceder, recitando mentalmente um mantra que dizia que tudo daria certo no fim. O quê? Eu parecia ter conseguido ouvir algo se mexer quando, das sombras, surgiram ambos os perseguidos. Corrigi minha postura e tentei parecer calmo, minha cabeça trabalhava em uma válvula de escape para aquela situação. Minha visão parecia se acostumar ao escuro. – Ma... Mas... - Titubeei, quase sussurrando. Que porra é essa? Impedi-me de falar aquilo em voz alta, completando a sentença mentalmente. Um dos encapuzados mostrou o rosto, e o que vi não foi bom.

Não conseguia imaginar o que tinha acontecido ali, não conseguia decifrar o que era, mas de uma coisa eu sabia: não simpatizou comigo... Por isso correu, as vestes esvoaçando, e eu entendendo o recado. Pensa, Olly! Movimentei-me, mais rápido que de costume, em direção de uma das extremidades da caverna, buscando desviar das armas. Já sei! Tinha finalizado uma estratégia. – Eu não sou um inimigo. Venho como um ninja declarado renegado da Nuvem para buscar por auxílio por mais poder. Há muitos boatos sobre vocês nos arredores, decidi então procurá-los, e acabei achando - Completei, agachando-me antes de me ajoelhar. – Suplico que me recrutem. Eu esperava muito que desse certo.


HP: 200/200;
CH: 200/200.

Considerações:
Minha visão, como narrada, foi-se melhorando com o passar do tempo, creio eu que o suficiente desde que cheguei, até escolher o caminho e depois ir parar ali. Minha velocidade é 4, mas usei 3, com a Técnica de Cintilação Corporal, creio que retorne a 4 (se não for isso, considere 4 naturalmente e eu desconto da stamina no próximo post). Fiz isso quando percebi o movimento das vestes do cara, já que para lançar as kunais ele teria que fazê-lo. Somente usei a habilidade para tentar desviar das duas armas e encostar na parede esquerda da caverna, deduzindo não ser estreita demais (pelo menos não o bastante para me impedir de fazer isso).
O texto contêm 233 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 9/8/2017, 20:40



NARRADOR

O inimigo parou de correr na direção do ninja quando percebeu ele desviar e começar a proferir algumas palavras. O outro homem ficou parado olhando de longe. O que atacou o ninja resolveu conversa: — Ah... então você é nosso amigo? Que legal! Um amigo novo! Não precisarei te matar. Você viu, ele é amigo? — O feioso olhava para seu aliado ao terminar de falar. O misterioso se manteve em taciturno, ele sabia que seu companheiro era bobalhão e era enganado fácil. Talvez estivesse esperando mais explicações do ninja que se diz um renegado.

Considerações Segui tua deixa, só vai.
Mínimo duzentas palavras.
05/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 9/8/2017, 21:10


já pode falar

Minha cabeça estava praticamente abaixada, permanecia ajoelhado. Que cara mais idiota, pensei, sem esboçar expressão alguma. O panaca verde estava todo alegre porque me ouviu dizer ser amigo, sem parecer, sequer, preocupar-se em saber se era verdade ou não. Enganar esse foi fácil, mas me parece que o outro quer saber mais. Eu tinha percebido a sua presença desde antes de precisar desviar das kunais. Coberto da cabeça aos pés, também não me permitia encarar sua face, escondida por uma máscara. – Eu estou insatisfeito com a maneira como as coisas fluem dentro da vila. Não acho correto que a divisão dos poderes aconteça de tal forma que, enquanto muitos morrem para defender um líder, esse mesmo líder não se coloque a frente de nada. Nem uma batalha sequer - Expliquei, erguendo minha cabeça na direção dos dois. Eu parecia ter muita verdade na voz, e ódio nos olhos. – Foi assim que meus pais morreram... Para proteger aquele que os da Nuvem chamam de Raikage. Inspirei fundo e soltei o ar por um bom tempo. O silêncio tomou conta do lugar, e sem resposta, vi necessidade de prosseguir com a fala. – Eu gostaria de ultrapassar os limites do poder desse homem, o Raikage, e exterminá-lo, juntamente com todos os outros líderes de vila. Minha verdadeira vontade era de perguntar "E aí? O que me dizem?", mas é claro que não fiz. Ao invés disso, aguardei, ainda de joelhos. Acho melhor que respondam logo! Não vou aguentar nessa posição por muito mais tempo!

HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
Por motivos de puro esquecimento, eu acabei não adicionando o jutsu e nem descontando o chakra deste no meu último post, então, fiz isso agora. -7 de chakra por causa de rank D com o desconto da qualidade Grande Controle de Chakra.
O texto contêm 266 palavras.

Jutsu Usado no Post Anterior:


Shunshin no Jutsu
(Técnica de Cintilação Corporal)
Rank:
D.
Descrição: O Shunshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade que permite que um ninja se movimente de curtas à longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ela aparece como se o usuário tivesse se teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo que se movimenta em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, sendo esta uma técnica de movimentação extremamente rápida e não de teletransporte.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 9/8/2017, 21:25



NARRADOR

O bobalhão quase batia palmas ao ouvir o que o ninja de Kumo dizia. O outro se manteve em silêncio por um grande tempo, provavelmente assimilando as palavras do jovem que ali estava. Tinha uma maneira de saber se o ninja falava a verdade ou não e o mascarado finalmente falou, colocando uma proposta: — Se você está insatisfeito, irá se juntar ao nosso grupo, certo? Portanto acho que você já pode riscar o símbolo da sua bandana e aí te aceitaremos. — Com um chute em uma pequena pedra, o mascarado a empurrou para próximo de Olly, indicando que ele poderia riscar com aquilo.

Considerações: Só vai. Ele está te testando, fica contigo o que fazer. Apenas informe a ele sua decisão (ou enrolação), não risque nada ainda na bandana. E eu vi essa crítica aí, eu tô defendendo lá na bijuu ein, venci ela.  Razz  kkk
Mínimo duzentas palavras.
06/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 9/8/2017, 21:51


versão de testes

Pela primeira vez o mascarado me mostrou alguma coisa: a sua voz. Quanto mistério, considerei, sem me prolongar muito mais nos pensamentos, focando-me naquilo o que dizia. Riscar a minha bandana não é uma vontade. Eu poderia sim fazer, afinal, infiltrar-se em lugares como aquele exigia sacrifícios, e esse não era, nem de longe, um dos piores. A questão é que eu tinha algumas coisas para sugerir antes disso, e quem sabe até conseguisse convencê-los mais. – A Nuvem não possui um sistema de ninjas rastreadores muito bom, por isso, eu imagino que essa bandana possa vir a nos ajudar com infiltrações futuras, através da Técnica de Transformação. Eu não sabia se seria uma boa continuar, mas decidi fazer. – Eu não digo para prolongar isso, mas caso vocês queiram saber mais informações sobre alguma coisa específica da liderança da vila, eu sei como conquistá-las com a ajuda dessa bandana. Caso contrário - Pausei, segurando a pedra que me lançaram. – Eu riscarei o símbolo de Kumo. Aproximei-a da bandana e aguardei a decisão final. Levei meus olhos para a máscara do homem de preto. Ele me dá calafrios... Era esquisito o quanto ele me parecia familiar, mesmo sem expor absolutamente nada de seu corpo.

HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
O texto contêm 201 palavras. É tudo brinkssssss, érriéssi sz

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 9/8/2017, 23:19



NARRADOR

Tudo parecia correr como o planejado para o ninja de Kumo. Infelizmente, ele não contava com o que veio a seguir. Algo tocou-lhe a pele do pescoço, gélido, líquido. O suficiente para o fazer desmaiar. O grande inimigo tinha se relevado. Ele atacou sorrateiro por trás de Olly enquanto este falava com os outros dois. O bobalhão pegou o corpo do jovem antes que este tocasse o chão, para evitar ferimentos.

Amarrado em uma mesa improvisada, o agressor de antes agora bancava o cientista no corpo do jovem. Ele introduzia algumas coisas, modificava tudo que desejava no auge da sua sabedoria que foi acumulada com anos de experimentos. Quando o jovem acordasse, nada estaria como antes. O bobalhão questionava o chefe: — será que ele vai sobreviver, lord? [...] E se meu amigo morrer, my lord? —

Considerações: Bora lá, o homem te atacou com uma agulha e te injetou algo que fez você dormir. Dá uma dramatizada aí, narrando seus momentos em que começou a perder a consciência. Você não irá acordar ainda, mas poderá narrar a conversa deles, coisas assim, pois estará quase abrindo os olhos, mas não os abra ainda e nem retome total consciência, como se tudo fosse um sonho, saca?
Mínimo duzentas palavras.
07/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 11/8/2017, 19:49


teto preto

Depois que terminei o discurso, emudeci. Receoso de que poderiam tentar algo, decidi erguer minha cabeça e fitá-los - ao que me parecia - pela última vez... A aparência do lugar tinha se alterado. Todas as imagens tinham se duplicado. Triplicado. Minha visão estava turva. Meus olhos piscavam incessantemente. Tentava fazê-los entender que tudo não passava de uma pequena tontura. Estava enganado. Minhas pálpebras... Pesadas. Toneladas. Nem mesmo o meu... Corpo. Nada. Nada correspondia às minhas vontades. Por mais que eu tentasse resistir, não consegui. Caí. Senti. Senti ser tomado por algo: um líquido. Aquilo corria pelas minhas veias e se espalhava por todo o meu corpo. Era como se a sua velocidade ampliasse e espaços vazios não existissem. Faleci?, perguntei-me.

Estava tudo completamente preto. Eu não via. Não sentia. Não ouvia. Não sabia definir se aquele era o estado em que os mortos ficavam, se eu tinha encontrado o céu ou inferno, ou se algo pior viria. Isso era tão óbvio. Até parece que eles estariam sozinhos. Ali, no meio do nada, recordei-me de quando a sonolência me tomou: Um quarto elemento na cena, sorrateiro, carregado de uma agulha que penetrou no meu pescoço por trás e me levou até ali. Era como se eu conseguisse sentir a pontada novamente. Não doía, mas temia. Isso é... Parecia um ruído, que depois de um tempo se transformou em um chiado, e por último em um timbre, grave. Lord?, pensei, reproduzindo o que ouvi, antes de buscar abrir os olhos e descobrir se jazia ou não.


HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
O texto contêm 260 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 11/8/2017, 21:20



NARRADOR

Ignorando o jovem que continuava deitado, uma cena se desenrolava parelho à sua recuperação da consciência. O líder sorria, irônico. Parecia que tudo corria como o planejado. Um golpe. O corpo do bobalhão caiu no chão, já morto. Seu companheiro o apunhalou pelas costas e perfurou seu coração sem que ele se desse conta.

— Está feito, chefe. — Disse o homem ao seu líder. Obediente, ele tocou a kunai em seu peito e penetrou sua pele até chegar em seu coração. O sangue escorria e o homem caiu, ele não gemia, não fazia som nenhum, agonizou em silêncio até sua morte. — Pobre devotos — comentou o líder consigo mesmo.

Considerações: Narre você retomando a consciência completa e vendo a cena com os já caídos mortos. Aí começara tua dor dilacerante como aconteceu com Sasuke. Narre você sentindo todas as dores e com dificuldade de se mexer por isso e tal.
Mínimo duzentas palavras.
08/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 11/8/2017, 22:31


impiedade

A força que eu coloquei sobre meus olhos, em outra ocasião, já teria os feito arregalar, mas naquele caso eu somente consegui deixá-los semiabertos. A luz de uma lâmpada prejudicava minha visão, tudo ao redor parecia totalmente novo, bem diferente daquele cenário rochoso da caverna de antes. Movimentei minha cabeça para o lado e avistei centenas de utensílios clínicos. Quando tentei me levantar, uma força quase magnética me puxou de volta para a maca. Quando foi que eu virei um paciente?, pensei, enxergando um homem, bem próximo e de pé. E quem foi que te elegeu como meu doutor?

Ignorando a presença de outrem no mesmo quarto, ergui-me de forma a sentar na maca, colocando as duas mãos sobre minha cabeça e as deslizando até o meu queixo. – Quê? Avistei dois corpos debruçados um por cima do outro. – O que foi que aconteceu aqui? Coloquei-me numa posição apreensiva, sentindo-me diferente de antes, deixando-me transtornar por uma imensidão de dor. – AAAAAAAAAAAAH! Eu nunca tinha sentido nem um terço daquilo. Eu nunca tinha visto descreverem tamanha força, intensidade, pressão. Parecia que estavam me arrancando ao meio, mas ao mesmo tempo apertavam tão forte o meu peito que me chegava a faltar o ar, da mesma maneira que a cor: eu estava amarelo. – AAAAAAAAAAAAH! Uma pressão atmosférica inexistente comprimia a minha pele, empurrava-a para o centro e, por isso, estava todo encolhido, trêmulo, lotado de pesar. – AAAAAAAAAAAAH! Arrancavam-me a pele, os órgãos e a alma, ou pelo menos era o que eu sentia. Mesmo assim consegui me perguntar mentalmente: Será se acabarei como aqueles dois?


HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
O texto contêm 248 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 12/8/2017, 01:15



NARRADOR

Olly lutava contra a dor que tentava dominar seu corpo. Mas não apenas a dor queria se apoderar dele. Também o outro homem, o único sobrevivente dos inimigos. Ele ria enquanto ouvia o ninja gritar de dor, apreciava o caos que o jovem estava vivendo. Quando encontrou um espaço, revelou seu rosto com um passo à frente além da escuridão e comentou: — Eu lhe concedi poder. O que você irá me conceder? — 

Considerações: Note as marcas pelo teu corpo e sua reação à elas. O resto é contigo.
Aparência do homem.
Mínimo duzentas palavras.
09/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 12/8/2017, 16:40


quanto ódio

Não. Eu não era mais a mesma pessoa. Mas isso não significava dizer que tinha perdido minha personalidade, não. Eu só não era mais a mesma pessoa. Eu não tinha mais a pele branquinha, lisa, sem nenhum risco sequer. Também não tinha responsabilidade alguma por aquelas marcas todas. – Não fui eu quem escolhi estar aqui! - Exclamei, rancoroso. – Eu nunca entendi o motivo de terem me mandado pra cá! O que eu estava falando? Por que eu estava falando? Não podia deixar que descobrissem a verdade, porque é claro que eu estaria fodido. Ranço. Raiva. Ódio. Eu não podia descontar nada disso na minha vila, eu não podia acreditar que, ao invés de apostarem no meu potencial, eles me mandaram para uma sessão de testes como uma cobaia. Não. Não foi isso o que aconteceu. – Então foi você? A loucura tinha se revelado um homem de cabelos curtos e escorridos. – Você é o responsável por essas marcas, não é? A dor tinha passado, as dúvidas tinham ido embora, mas a minha ira aumentou depois do que ele me disse. Era como se o meu corpo pedisse por aquilo. Desferi um soco na cara daquele desgraçado. – O QUE FOI QUE VOCÊ FEZ COMIGO!?

HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
Aconteceu uma tentativa, mas não vejo necessidade de especificar força, afinal, não estamos em combate. Porém, caso necessário, considere força 3 e velocidade 4. O texto contêm 202 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 13/8/2017, 01:39



NARRADOR

O homem continuava rindo ao perceber o desespero do jovem. Ignorou suas indagações por um momento. Quando ele ia dizer algo, o punho de Olly atingiu seu rosto e o atirou contra a parede da caverna. Ele ria enquanto o sangue escorria de sua boca. Balbuciando, ele disse entre risos: — Eu te dei poder! HAHAHA! PODER!... Aproveite dele!... O que vai fazer comigo, me matar? Ein? Deveria me agradecer. HAHAHA! Faça algo!! —

Considerações: Sua decisão sobre o que fazer com ele. Independentemente disso, você deverá no fim retornar até o gabinete do Raikage e relatar o que tu quiser relatar sobre a missão.
Mínimo duzentas palavras.
off:
Desculpa a demora. Procurei tua quest em Konoha ao invés de Kumo e só o teu nome como última mensagem... lamento.
10/10

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 14/8/2017, 20:45


não deito pra ninguém

A força colocada sobre o golpe não tinha sido suficiente para estraçalhar a cara do doente em duas, mas eu agradeci por isso quando percebi que valeria muito mais a pena levá-lo de volta para a Nuvem comigo. O Raikage poderia encarregar a inteligência da vila de interrogá-lo e adquirir maiores informações a respeito da finalidade de cada um daqueles experimentos. Inclusive de mim. – Poder? Minha consciência parecia estar retornando ao seu perfeito estado, minhas ideias estavam sendo colocadas de volta no lugar e minha visão e atenção não estavam mais desconexas como antes. Eu parecia estar me acostumando rápido àquela coisa.

– PODER? VOCÊ ME TORNOU MAIS UM DOS SEUS TESTES, CARALHO! VOCÊ ME TRANSFORMOU EM ALGO QUE NÃO SOU! QUE NÃO ERA! Mantinha meu tom de voz alto durante toda aquela passagem. O homem, ou animal, se preferir, não parava de intervir seu discurso com risadas estéricas, incitando-me a trabalhar com ele, para ele, ou pelo menos reagir àquilo. – Pode ficar tranquilo. Eu definitivamente vou fazer algo - Proclamei, levantando da maca e me aproximando. – Agora... Ergui meu dedo indicador direito, mostrando-o diante dos olhos do monstro. – À você, péssimos sonhos! Completei minha passagem por aquele lugar com um segundo soco na fuça do monstro, forte o suficiente para fazer seu pescoço estralar e seus sentidos adormecerem. Cuspi no seu olho. – Nojo!

Não haviam mais marcas distribuídas pela minha pele, pelo menos não naquele momento, enquanto caminhava de volta para Kumogakure no Sato. As mesmas vestes de antes (agora manchadas e, em alguns pontos, rasgadas) no mesmo corpo de antes (agora alterado). Os meus conhecimentos científicos não eram o suficiente para me descreverem coerentemente o que tinha me acontecido, mas o meu sexto sentido foi o bastante para me avisar que não, aquilo não tinha sido bom. Exausto, fui obrigado a fazer paradas pelo caminho, largando, de vez em quando, o corpo que levava comigo, deixando-o ao meu lado e buscando revezar a maneira como o carregava. O caminho de volta para a vila parecia não ter fim, mas teve.

Avistado e focado por centenas de moradores, o trajeto até o gabinete do Raikage pareceu uma perseguição de paparazzi, com todas as imagens registradas nas memórias de shinobis, kunoichis e comerciantes. – Requisito uma visita ao Raikage. Diga que o assunto é urgente. A tonalidade da minha voz e a maneira como a encaixei pareceram assustadoras à quem me proporcionou a visita ao líder da vila. Caminhei em direção a sua sala e assim que cheguei deitei o corpo no chão e me ajoelhei. – Minhas desculpas por incomodá-lo Raikage - Disse, pausando brevemente antes de prosseguir. – Hoje, mais cedo, um dos seus jonnins foram enviados até a minha casa para me informar sobre acontecimentos suspeitos. Depois, pediu para que eu prosseguisse para os arredores da vila e investigasse esses ocorridos. Como um shinobi, não recusei. Praticamente no início da busca, ouvi o que reconheci como vozes desconhecidas, e ao me aproximar, descobri que estava certo: Dois homens encapuzados que me guiaram, sem saber, até uma caverna mais longe. Quando entrei, o cenário era muito rústico, recheado de pedras, goteiras e escuridão. Um dos dois homens que citei me confrontou, e quando percebi já tinha ciência de ambas as suas faces, mesmo que uma estivesse mascarada. Mais tarde acordei em uma maca, cheio de sintomas nauseantes. Quando levantei os outros dois estavam mortos e esse homem... - Apontei para o corpo. – Estava lá, do meu lado, rindo. Foi aí que... O que eu disse depois era óbvio.


HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
O texto contêm 586 palavras.

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 14/8/2017, 22:18



NARRADOR

O líder ouvia toda a explicação da missão por parte do ninja. Se limitava a concordar com a cabeça a cada palavra dita por ele. A situação era um tanto óbvia. Ele apenas fez seu serviço e os pormenores não eram tão interessantes. Afinal, ele era um ninja da vila, caberia a ele sempre revelar o que tem se passado e os superiores acreditarem. Quando findaram as explicações, o líder dispensou o jovem.

APROVADA.
Se quiser postar saindo e tal, fica à vontade e não precisará de 200 palavras, óbvio. Se num quiser, também é baum.

_______________________

Banco | Ficha | Status
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [Q] Selo Amaldiçoado. - em 14/8/2017, 22:33


marcado

Dada as circunstâncias, não havia muito mais a se fazer diante mão, nem da minha parte ou da parte do Raikage. Por esse motivo, mesmo muito transtornado, decidi permanecer visualmente intacto, abandonando a sala sem deixar rastros de qualquer situação que fosse, recusando-se a levar comigo aquele homem– Agradeço pela atenção, e mais uma vez me desculpo por perturbar. Respirando fundo assim que saí da sala, permaneci estático por alguns segundos, com minhas costas encostadas na porta e minha cabeça elevada. Voltei a caminhar, dessa vez em direção a minha casa e à minha cama, que eu tanto sonhava em deitar.

HP: 200/200;
CH: 193/200.

Considerações:
Habilidade Secundária adquirida:

Selo Amaldiçoado: Céu (Tengu).
Requerimento: 3 Stamina.
Recompensa: Selo Amaldiçoado do Céu (Tengu).

Bolsa de Armas:
Todas as da ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum