Naruto RPG Akatsuki
Olá visitante, registre-se em nosso fórum e venha fazer parte desde mundo mágico de Naruto, sim, seja um Ninja! Veja no vídeo abaixo os primeiros passos para fazer parte deste mundo após o seu cadastro!


Convidado


20/11/2017, 20:57
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações
UM TEXTO AQUI LOGO LOGO
Meta: 00,00 R$ Recebido: 00,00 R$
00%
compre Seus AGs Pelo Pag Seguro e Paypal
UPDATES!
09.09.2017 — Exatamente um mês desde o último update, estou aqui hoje para avisar que o arco RUPTURAS está oficialmente encerrado. Ao longo dos próximos dias o tópico referente a ele será devidamente atualizado. Como prometido, novos sistemas virão (já estão disponíveis para o público ver e sugerir coisas) e novos Clãs/Kekkei Genkais também, além disto, muito em breve teremos o inicio de um novo arco.
ESTAÇÕES & EVENTOS
Ano: 08
Primavera:
14/11 - 07/12
Verão: 08/12 - 30/12
Outono: 31/12 - 22/01
Inverno: 23/01 - 13/02





Últimos assuntos

» Secret Arts
por Spike Hoje à(s) 20:49

» [Banco] Hideki Nomura
por MilkWho Hoje à(s) 20:44

» [Compras] Hideki Nomura
por MilkWho Hoje à(s) 20:43

» [Banco] Spike
por Spike Hoje à(s) 20:33

» [RP - CN] À Caça
por Annadoridesu Hoje à(s) 20:15

» [C.T] Kirisuke Dragneel
por Kirisuke Hoje à(s) 20:05

» [C.J] Kirisuke Dragneel
por Kirisuke Hoje à(s) 20:04

» [Rank C] Verificando os Registros - Kirisuke
por Kirisuke Hoje à(s) 20:03

» Desafio
por Riki Hoje à(s) 19:58

» [RP EP] - O fracasso
por Sarutobi Kygo Hoje à(s) 19:44

Procurados
Procurados RPG Akat


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[T] Treinamentos da Ervilha Verde.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Karma

avatar
Nanadaime Hokage
Nanadaime Hokage
HP: 500/500 -- CH: 810/1060


Aomame não só conhecia seus defeitos como também não se envergonhava deles. Talvez fosse essa a fórmula para estar sempre se fortalecendo. Naquele anoitecer, ela estava decidida a treinar certas técnicas adquiridas previamente nos acasos da vida. Eram habilidades úteis tanto em combate quanto fora dele: começando pela técnica de invisibilidade.

Primeiro deu uma bela lida no conteúdo do pergaminho. A técnica manejava o reflexo da luz através do chakra. A técnica ainda era capaz de fazer desaparecer outras coisa do usuário da técnica como: cheiro, sombra e até mesmo o chakra dependendo da habilidade do usuário. Aomame reconhecia as necessidades de um ninja ser sorrateiro, portanto mesmo que a técnica fosse muito complexa, ela estava disposta a treinar; a leitura concluiu-se em seguida. Iniciou a prática dos selos de mãos. Não era difícil acertá-los. Não era mais nenhuma criança na academia, enfrentando os desafios dos inúmeros conhecimentos novos. Memorizar era outra história. Repetiu durante alguns minutos a sequência para gravar a fórmula exata da técnica. Primeiro com ambas as mãos da mesma forma que um ninja convencional faria, depois usando apenas uma. A seguir havia a necessidade de treinar a técnica: realizar a concentração de chakra, construir os conceitos do controle da energia da maneira correta e finalmente, ativar a habilidade de uma vez por todas. Aomame percebeu rapidamente como falharia se tentasse de imediato. Não tinha ainda todo o conteúdo memorizado para realizar cada uma das capacidades descritas na técnica. Talvez desaparecesse como a técnica prometia, mas seria apenas isso. Releu o pergaminho outras duas ou três vezes. Colocou o cérebro para funcionar no que dizia respeito a cada uma das possibilidades; cheiro, sombra, chakra. Quis usar de maneira perfeita. Não aceitaria falhar. Precisava aprender a usufruir o poder em sua escala máxima ou teria cometido um erro tentando. Assim, após vários minutos de análises, ela voltou a realizar os selos de mãos necessários. Mais rápida que antes, inclusive. Tinha memorizado perfeitamente cada um. Concentrou o chakra em todo o corpo, criando uma forma de barreira de energia que desviou a luminosidade fazendo-a sumir; tal como o cheiro e também o resto.

Desativou a técnica de invisibilidade lentamente, satisfeita com o aperfeiçoamento. Continuou a leitura dos conteúdos recebidos para treinar. A próxima técnica envolvia a natureza dos ventos e como usá-la de maneira ofensiva. Mesmo não sendo o elemento de chakra inicial da jovem, os ventos eram relativamente fáceis. Conhecia uma maneira de usar ofensivamente, mas tinha pouca força. Leu o conteúdo confirmando a maneira da técnica nova: era semelhante a já conhecida. Criava-se uma força eólica intensa através do chakra, mas, nesta técnica, dava uma potência semelhante ao de lâminas ao chakra. A técnica poderia ser concentrada em uma única lâmina ou em várias, permitindo assim um leque de estratégias – inclusive, no pergaminho, leques ninjas eram armas usadas na técnica também. Terminando de ler iniciou o método de memorizar os selos de mãos. Não era muito diferente do realizado anteriormente com a técnica de invisibilidade. Primeiro uma série usando ambas as mãos e depois uma única mão era necessária. Dominando com uma, faria também com a outra sem problemas já que era ambidestra. Mas somente isso não era suficiente para ter dominado a técnica; ela precisava concentrar o chakra outra vez. Primeiro trouxe-o à tona ao redor do corpo simplesmente concentrando-o. Em seguida transpassou a natureza dos ventos na camada de energia que a circundava. Fechou os olhos concentrando-se, sentindo os ventos da natureza sacudindo as árvores. Outono era mesmo uma época agradável para aquilo. Abriu os olhos mirando duas árvores afastadas das demais e finalizou os selos de mãos em incrível velocidade. Aomame concentrou-se melhor, mirando bem nas árvores, procurando não causar uma devastação desnecessária no ambiente. Puxou fundo o ar para os pulmões e finalizou os selos de mãos outra vez, evocando duas lâminas de chakra e vento que avançaram em enorme velocidade destruindo ambas as árvores. Cortando-as ao meio.

Sentiu um leve cansaço surgindo no fundo de sua alma, mas não desistiu. Continuou analisando o conteúdo até encontrar uma técnica defensiva usando sua natureza de chakra primária; sua afinidade. Tratava-se, pelo o que lia de uma técnica capaz de refletir os adversários de maneira literal, criando réplicas do ataque a ser defendido. A técnica pareceu mais uma ilusão, porém era tudo feito através do ninjutsu. Aomame não tinha muita ideia de como manipular o chakra daquela maneira, ao ponto de formar reflexões dos inimigos, mas decidiu abordar a ideia do Kage Bunshin – e assim criou mesmo uma cópia de si mesma. A réplica ficou de frente para ela, muitos metros afastados, esperando o momento ideal. Aomame continuou a leitura descobrindo faltar selos de mãos para a técnica, mas decidiu iniciar compondo alguns para ajudar na concentração da técnica e memorização. Os mesmos gestos de antes; primeiro usando ambas as mãos, depois apenas uma. Não tinha segredos em seu método de treinamento. Concentrou o chakra através da garganta para usá-lo através da natureza da água; mas, na falta de fonte, decidiu criar de sua própria boca. Não era a maneira mais bonita de usar o elemento, mas não reclamaria. Precisava apenas aprender a utilizar a técnica. Pouco importava parecer nojenta ou não. O clone indagou se podia avançar e ela negou com a cabeça. Formou o selo típico da concentração de água e fechou os olhos; abriu-os em seguida, acenando com a cabeça para a clonagem avançar. Cuspiu o chakra misturado à água assim que a réplica ficou perto o suficiente tentando acertar-lhe um chute. Criou uma imagem circular exatamente como um espelho bem a sua frente, refletindo o clone movendo a perna para o chute. Um verdadeiro reflexo vivo saiu e os chutes se acertaram destruindo ambas as clonagens.

Aomame descansou durante alguns minutos antes de retornar ao treinamento. A técnica era a mais complexa até então, mas não dependia de selos. Envolvia apenas uma enorme concentração de chakra e controle de forma. Era difícil à maioria dos ninjas convencionais, mas não para ela. Aomame havia se tornado uma especialista em controle de chakra. Mas preferiu refazer todas as etapas da técnica; comprou assim alguns balões d’água e depois alguns de ar. A primeira parte consistia em rodar a água dentro do balão apenas com o chakra de maneira a fazê-lo explodir. Controlar o chakra e ainda mais na água não era uma tarefa difícil. Aomame segurou uma das bexigas d’água na palma da mão direita e concentrou o chakra sentindo a água fluindo em todas as direções. Não demorou nada para que a primeira etapa fosse concluída; a segunda era mais difícil. O balão de ar era mais duro e difícil de fazer o chakra se expandir de maneira correta, em todas as direções. A primeira tentativa acabou perdendo um pouco da direção e ela acabou estourando apenas um lado do balão. Mas ela aceitava os erros também e continuou. Tentou uma nova vez onde fez o ar e o chakra rodarem dentro do balão estourando para todos os lados da maneira correta dita no ensinamento. A terceira etapa era o próprio uso do chakra, mas para esta ela decidiu não usar mais balões. Treinou primeiro na mão direita: concentrou o chakra fazendo-o rodar em todas as direções e moldou na forma de uma esfera. Caminhou na direção das árvores controlando também o foco no ambiente enquanto sustentava a técnica. Não tinha peso algum, mas ela podia sentir o calor do chakra. Aproximou-se de uma árvore e acertou o Rasengan tendo certeza do domínio perfeito.  

Assim que derrubou a árvore, a mulher teve uma ideia ainda melhor. Voltou aos escritos e notou haver indicações da possibilidade de adicionar o chakra do vento ao Rasengan para torná-lo ainda mais forte. Não era uma tarefa fácil, pois a técnica exigia um alto controle de chakra e capacidade de dá-lo uma forma especifica. Mesmo assim ela decidiu treinar para dominar. Precisava de habilidades poderosas para enfrentar o caminho sinuoso que se abria diante dela. Iniciou uma leitura prática de como mesclar ambos os conceitos de chakra (forma e natureza) de uma só vez. Eram mais complexos do que pensava. Apesar de ser realizado a todo o momento (como na lâmina de chakra anterior), unificá-los em uma técnica tão estável era relativamente difícil. O Rasengan precisava ser mantido enquanto mais mudanças eram feitas e isso também afetaria sua forma já preestabelecida. Pensou em talvez usar clones, mas sabia que em meio a um combate eles apenas lhe fariam perder mais chakra. Criou inicialmente apenas o Rasengan na mão direita dando a ele o tamanho perfeito; os fios de chakra rodavam dentro da esfera de maneira harmoniosa, anunciando a fatalidade de adicionar outros elementos em sua forma. Concentrou-se adicionando lentamente a natureza dos ventos; o chakra foi tornando-se mais forte inicialmente, expandido a esfera. Aomame não precisava expandi-la, pois sabia que isso terminaria em uma falha. Diminuiu o ritmo da tentativa, retornando ao tamanho inicial e usou uma das dicas expostas no pergaminho: pense em uma arma. Pela forma arredondada inicial do Rasengan, lembrou-se de uma shuriken. Adicionou o chakra do vento outra vez de maneira lenta fazendo, ao invés de expandir, com que lâminas de chakra nascessem ao redor da esfera dando a aparência de uma pequena shuriken. Levantou o braço sentindo a força eólica contra os cabelos e acertou outra árvore com a técnica causando ainda mais estragos.

Restava apenas uma técnica para ser dominada, mas ela era mais simples. Primeiramente usava a natureza de afinidade de Aomame, a água; segundo que tinha o conceito mil vezes mais simples. Tratava-se de criar uma parede d’água. Nada mais, nada menos. Três eram as formas conhecidas de usar a técnica: pela boca, pelas fontes de água ou através do controle de umidade. Aomame faria da primeira forma. A mais simples das três. Primeiro memorizou os selos de mãos; primeiro usando as duas mãos e usando apenas uma em seguida. Memorizando-os, partiu para a concentração de chakra ainda fazendo a leitura da forma que devia dar a técnica. Construía-se uma parede, ao redor ou não, do usuário. Tratava-se de uma manipulação muito simples de chakra da água. Aomame repetiu os selos de mãos em uma velocidade maior que antes, concentrou o chakra e cuspiu inundando o redor; completando a técnica e seus treinamentos.

Considerações & Armas.:
210Palavras reduzidas. -50%CH consumido pela minha especialidade. 6 técnicas treinadas tiradas daqui

Makimono Médio: 06. (1: 10 Kunais; 2: 10 Kunais; 3: 10 Shurikens; 4: 10 Shurikens; 5: 20 Senbons; 6: 20 Senbons).
Makimono Pequeno: 02.
Kibaku Fuuda: 36.
Fios: 50m.
Hyōrōgan: 16.
Zōketsugan: 16.
Zenshin Fuzui: 03.
Total: 54/60.
Técnicas Usadas:
Meisaigakure no Jutsu
Rank: A
Descrição: Esta é uma técnica de escape ninja que permite ao usuário controlar a forma como a luz é refletida em torno de seu corpo com inflexões de chakra. A técnica também apaga o perfume e sombra do usuário, e é utilizável em qualquer terreno, tornando-o ideal não só para manobras secretas, mas também ataques ofensivos. Percebendo a posição do usuário só é possível para ninja que são astutos o suficiente para observar as variações pequenas dentro de seu ambiente circundante, como distorções de correntes de ar nas imediações ou sons distintivos, ou seja, pegadas etc. A utilidade desta capacidade pode ser totalmente negada por aqueles com visão ou sensorial, habilidades especiais, exceto para os usuários particularmente adepto, que pode até mesmo apagar completamente seu chakra com ela.

Fūton: Kazekiri no Jutsu
Rank: A
Descrição: Usando seu chakra ou uma ferramenta ninja, como um fã da guerra para manipular ou então criar uma fonte externa de energia eólica, o usuário pode criar um único, ou várias lâminas de vento, que são capazes de cortar através de seu destino com facilidade. Temari e um grupo de usuários tessenjutsu de Sunagakure também usou esta técnica como um meio de combater uma poderosa torrente de entrada de vento.

Kage Bunshin no Jutsu
Rank: B.
Descrição: A Técnica Clones das Sombras é uma técnica desenvolvida pelo Segundo Hokage: Tobirama Senju. Semelhante ao Bunshin no Jutsu, esta técnica cria clones do utilizador. No entanto, esses clones são cópias reais, não ilusões. O chakra do usuário é uniformemente distribuído entre cada clone, dando a cada clone uma fração igual de poder global do usuário. Os clones são capazes de executar técnicas por si só e pode até sangrar, mas normalmente se dispersarão após um ou dois golpes sólidos, no entanto, mesmo assim, dependendo do crescimento do utilizador com a técnica, pode não ser suficiente, como é evidente quando, durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi alguns clones mais notáveis de Naruto tomou batidas pesadas, mas não se dispersou. Os clones podem também dispersar por si próprios. Os clones serão criados em aproximadamente a mesma condição que o original. No entanto, enquanto no Kyuubi Chakura Modo, Naruto é capaz de criar clones de si mesmo em sua forma regular.

Suiton: Mizukagami no Jutsu
Rank: A
Descrição: O usuário cria um grande plano, piscina, circular de água na frente de seu oponente. Sua superfície age como um espelho, refletindo perfeitamente os alvos de ataque. Até então ligar para e girando o "espelho" de 90 ° com o seu pessoal, as reflexões emergem e se materializar a partir do espelho, onde colidem com as metas espelhadas. Como estas reflexões usar exatamente a mesma técnica que sua contraparte - independentemente do seu tipo - eles contrariar o ataque completamente, enquanto repelindo-os no processo. No entanto, no momento do impacto, as reflexões dispersar em água.

Rasengan
Rank: A
Descrição: O Rasengan é uma técnica de A-rank criado pelo Quarto Hokage, Minato Namikaze, observando-se do Bijūdama. Minato passou três anos desenvolvendo o Rasengan; sua intenção era tomar a forma de uma transformação do chakra para o "ponto mais alto possível" e combiná-lo com a natureza afinidade de seu chakra, criando uma técnica que não precisava da ajuda de selos de mão demoradas para controlar. Embora Minato tenha morrido antes que pudesse realizar a última façanha, este acabou por ser realizado por seu filho, Naruto Uzumaki. Mesmo sem transformação de natureza, o Rasengan ainda é uma técnica poderosa, versátil, e difícil de aprender e dominar.

Fūton: Rasengan
Rank: A
Descrição: Fūton: Rasengan é uma técnica original criado por Naruto Uzumaki, ampliando o conceito original para o Rasengan: mistura de um elemento do chakra com o Rasengan, enfatizando a combinação das formas mais elevadas de forma de transformação da natureza.Esta tarefa revelou-se demasiado difícil de completar para Kakashi Hatake e criador do Rasengan, Minato Namikaze, antes de sua morte. Yamato observou que elemento chakra adição de um com o Rasengan tem uma quantidade incrível de habilidade ou talento bastante singular ou instinto. Naruto misturou seu elemento vento com o Rasengan durante a sua formação, mantendo a sua estabilidade inicial e aumentando seu poder destrutivo, que vai muito além de seu Rasengan normal. Um exemplo do poder manipulação elemento que contribui para o Rasengan é mostrado quando foi testado contra o padrão Rasengan de Kakashi. O fato de que ele foi apenas parcialmente concluída, mas ainda ser capaz de facilmente dominar Rasengan de Kakashi e danificar sua mão demonstra o quão longe o Rasengan foi empurrado quando combinada com chakra elemental.


Suiton: Suijinheki
Rank: B
Descrição: Esta técnica defensiva cria uma parede de água ao redor do usuário. Ataques inimigos são completamente interceptados por uma cerca de água soprada para fora da boca, e é disparado para baixo com tremenda força. A água é soprada para fora na forma de um círculo em torno do usuário, e faz uma defesa, sem aberturas. É também possível para o utilizador controlar a quantidade de água e duração à vontade. A força da parede e mudança de resistência seguindo a quantidade de chakra derramado para dentro da água, assim um shinobi habilidoso será capaz de construir uma resistente. Além disso, já que o campo de visão é mantido mesmo enquanto a defesa ​​pode facilmente ir para o próximo passo, é uma grande vantagem. A parede também pode ser formada a partir de uma fonte de água pré-existente.

Tobirama Senju foi capaz de produzir uma sem uma fonte de água pré-existente, que era uma prova de sua habilidade e uma das razões pelas quais ele foi escolhido como Hokage. No mangá, a sequência de selos de mão para esta técnica termina no mesmo selo que ativa o Byakugan, embora Tobirama só precisa de um para usar esta técnica. Além disso, o anime cria um conjunto completamente original e muito mais elaborado de selos da mão quando Tobirama usa-a de forma a colocar a mão direita sobre a mão esquerda com um polegar para cima.






“さよなら ありがと 幸せになってね
Good-bye and thank you; go find happiness

——— Perfil de Autor

Ver perfil do usuário

Bills

avatar
Chūnin
Chūnin
@Por mim samerda tá aprovado



''Quanto mais tempo se passa com alguém, mais forte se torna o laço com a pessoa.''
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum