Naruto RPG Akatsuki
Olá visitante, registre-se em nosso fórum e venha fazer parte desde mundo mágico de Naruto, sim, seja um Ninja! Veja no vídeo abaixo os primeiros passos para fazer parte deste mundo após o seu cadastro!


Convidado


17/10/2017, 13:11
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações
Tema novo!
Meta: 400,00 R$ Recebido: 70,00 R$
00%
compre Seus AGs Pelo Pag Seguro e Paypal
UPDATES!
09.09.2017 — Exatamente um mês desde o último update, estou aqui hoje para avisar que o arco RUPTURAS está oficialmente encerrado. Ao longo dos próximos dias o tópico referente a ele será devidamente atualizado. Como prometido, novos sistemas virão (já estão disponíveis para o público ver e sugerir coisas) e novos Clãs/Kekkei Genkais também, além disto, muito em breve teremos o inicio de um novo arco.
ESTAÇÕES & EVENTOS
Ano: 07
Primavera:
12/07 -- 03/08
Verão: 04/08 -- 26/08
Outono: 27/08 -- 19/10
Inverno: 20/10 -- 13/11





Últimos assuntos

» 2) Modificações de Ranks
por Arlong Hoje à(s) 12:53

» [Filler] - Uma nova Missão
por Mordred Hoje à(s) 12:11

» [ATRIBUTOS] ARLONG
por Arlong Hoje à(s) 11:59

» • Escritório da Raikage •
por zoobike Hoje à(s) 11:52

» reichenbach falls.
por Jeevas Hoje à(s) 11:39

» [Quest] - Graduações: A Missão Jōnin
por ideo Hoje à(s) 11:13

» [C] Volch - Isamu Uzumaki
por Arlong Hoje à(s) 10:26

» [MF] Sabaku no Tokage
por Tokage Hoje à(s) 08:49

» Parceria BNW
por YusukeUrameshi Hoje à(s) 08:49

» 01. Solicitações de Missões
por Jinsuke Hoje à(s) 05:28

Procurados
Procurados RPG Akat


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Mods.

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

1 Mods. em 11/4/2016, 18:40

Convidado

avatar
Convidado
Código:
[quote][b]Ficha:[/b]
[b]Alterações:[/b]
[b]Links:[/b] (comprovações)[/quote]


2 Re: Mods. em 11/4/2016, 18:44

Shijima

avatar
Chūnin
Chūnin
Okay.



I am the bone of my sword.
Steel is my body and fire is my blood.
I have created over a thousand blades.
Unaware of loss,
Nor aware of gain.
Withstood pain to create weapons, waiting for one’s arrival.
I have no regrets. This is the only path.
My whole life was unlimited blade works.
Ver perfil do usuário

3 Re: Mods. em 12/4/2016, 11:32

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46352-carbon-lee
Alterações: Adicionar o seguinte abaixo de Jutsus:
Código:
[size=14][b]ITENS DO PERSONAGEM[/b][/size]
[quote][b]Tantō[/b]
Descrição: Um tanto (短刀) é simplesmente uma pequena katana. Vários chūnin, médico-nin, e shinobi de Konohagakure quando vai para a batalha usá-los amarrados nas costas inferiores. Os usos versão de raiz são dois gumes e não têm ponta, destinado somente para o corte e defesa. Eles carregam o tantō verticalmente na parte de trás especificamente atrás do ombro, Sai é um dos mais notáveis que usa o Tanto, que ele carrega nas costas por trás do ombro direito. Sakumo e Kakashi Hatake - depois de herdar-lo - realizado um Tanto especial, conhecido como o White Light Chakra Sabre. Gamabunta e Gamakichi também carregam estes, embora versões gigantescas que se encaixam seu tamanho.[/quote]

[quote][b]Kunai[/b] (x5)
Descrição: A kunai (ク ナ イ, Kunai), juntamente com o shuriken, é uma das ferramentas ninja mais comuns. É um punhal preto com um punho enrolado em ligaduras e um pequeno anel ligado ao final da mesma. A kunai é projetado para empurrar e esfaqueamento, embora ele ainda pode fazer algum dano se jogado apesar de não ser projetado para isso, e é sobre a duração de sua mão.[/quote]

[quote][b]Shuriken[/b] (x5)
Descrição: Shuriken (手裏 剣, Shuriken), como kunai, são uma das armas mais básicas visto na série Naruto. Eles são afiadas, estrelas quatro frentes de metal, úteis para jogar. Eles também podem ser utilizados para o combate próximo, mas não é muito eficiente. Embora pequena, eles podem ser usados para distrair, fixar para baixo shinobi inimigo, ou se precisa o suficiente, pode matar ou incapacitar um inimigo. Eles têm um círculo aberto no centro, útil para agarrar com um dedo, para evitar o corte de si mesmo, ou para colocá-fio através. O círculo também é benéfico para a aerodinâmica total da arma, garantindo trajetórias mais precisos.[/quote]

Links: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46241-loja-de-iwa

4 Re: Mods. em 18/4/2016, 18:19

Convidado

avatar
Convidado

5 Re: Mods. em 21/4/2016, 20:11

Convidado

avatar
Convidado
Reset no Nara.

6 Re: Mods. em 21/4/2016, 20:19

Morgue

avatar
Gennin
Gennin
Ya




He Lives
Ver perfil do usuário

7 Re: Mods. em 23/4/2016, 11:27

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46552-f-cage
Alterações: Adicionar abaixo do Sensatsu Suishō a seguinte técnica:
Código:
[quote][u]Hyōton: Kōttachō no Jutsu[/u] (氷遁:凍った蝶, Ice Release: Icy Butterflies)
Rank: D
Descrição: Este é um ninjutsu elemental sem nenhum propósito em batalha específico, podendo vir a ser usado em poucas estratégias, mas tendo um uso militar muito pouco avançado, sendo melhor utilizado para transmissão de mensagens e buscas. O ninja cria a partir de seu chakra diversas borboletas feitas inteiramente em cristais de gelo, não havendo limite de criação, mas havendo gastos pequenos por cada uma (cinco pontos de chakra), tais borboletas possuem o mesmo padrão de um animal real, podendo até mesmo voar (o que acredita-se ser obra do elemento vento). Graças a esta técnica o usuário pode revelar sua localização aos outros e passar mensagens gravadas pelo chakra dentro de cada borboleta (contabilizando como vedação de menor nível, D), sendo o limite do alcance o ambiente; desde que haja umidade para que o gelo recupere-se sem derreter por completo, a borboleta poderá se manter viva. [/quote]
Links: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46581-flocos-de-gelo-treinamentos#276520

8 Re: Mods. em 2/5/2016, 18:46

Convidado

avatar
Convidado
Resetar e colocar estado: desaparecido.

9 Re: Mods. em 3/5/2016, 17:57

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46739-f-kazuya#277877
Alterações: Adicionar abaixo dos Jutsus o seguinte campo:

Código:
[size=14][b]ITENS DO PERSONAGEM[/b][/size]
[quote][i]Elucidator[/i]
Rank: B
Descrição: Uma espada construída em peças raras de metal negro, um tipo singular no universo que garante um fio de corte poderoso e uma leveza tremenda. Seu cabo é longo e duro, porém a magia acontece logo acima, onde uma cruz quebrada forma as ligas de aço que seguram uma lâmina de princípio redondo, porém pela metade, alongando-se em uma lâmina de um metro totalmente negra com polimento de prata em suas arestas, sendo estas especiais para a condução dos poderes de quem a empunha, uma vez que ela é totalmente construída para vibrar ao reconhecer a natureza dos relâmpagos, aumentando seus danos em um nível com uma pequena injeção de chakra do seu portador - quinze pontos necessários.[/quote]
Links: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46737-forge

10 Re: Mods. em 3/5/2016, 23:12

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46739-f-kazuya#277876
Alterações: Substituir história por:
Código:
[size=14][b]HISTÓRIA[/b][/size]
[i]"Não há sentido em nosso mundo,
nem mesmo para nós, que vivemos nele.
Nós, seres sem sentido, pensamos sobre o mundo
e a percepção da falta de sentido nisso
não significa nada."[/i]  — Bleach, 22.

Um dia, nos arredores da aldeia da névoa e, assim como tal, também cercada por neblina, uma pequena aldeia se esgueirava entre as sombras dos navios e pequenos botes que andavam pelos oceanos. 'Inunaki' era o nome daquela aldeia, não, um mero vilarejo com simples civis, diziam. Ali os moradores eram chamados de bestas famintas, uma abominação onde o incesto era notório e os filhos das bestas, tais como elas, eram todas descendentes dos ceifeiros e, por culpa disso, vinham a este mundo com os cabelos e olhos negros e uma pele pálida como o mais frio corpo morto. Inunaki, porém, não era absolutamente nada disso e somente quem por lá vivia, compreendia.

Em meio a uma forte tempestade que inundou boa parte do pequeno vilarejo perdido em meio ao oceano, uma criança nasceu dentro de uma casa absolutamente comum, sem nenhuma singularidade, a ele lhe foi abençoado o nome de Kazuya, filho do casal Kuchisake, tornando-se assim Kuchisake Kazuya. Assim como todos os demais moradores, a criança não nascera com alguma habilidade especial única, nada mais era do que uma criança qualquer filho de um casal pobre. Kazuto, o pai, trabalhava em uma pequena casa de artesanatos enquanto sua mãe lavava a roupa de alguns moradores mais ricos, antigos nobres ou coisas do tipo.

Os seis primeiros meses de Kazuya foram marcados pelo horror de uma mãe inexperiente e despreparada. Sem nenhum auxílio, ela abandonava a criança para outros afazeres, deixando o filho que mal sabia engatinhar, sem nenhuma proteção e aos prantos constantemente. Kazuto quando encontrava situações como essa, apenas interessava-se em comer alguma coisa e negligenciar o bebê por não saber como lidar. Ainda assim, não morrera. Dois anos depois e a mãe de Kazuya estava mais preparada psicologicamente após largar os trabalhos extras para se dedicar à família; contudo isso deixou tudo sobre os ombros do pai, Kazuto.

Crescendo a criança começou a ver cada vez com mais clareza a pobreza de sua região, tal como as dificuldades do mundo real. Aos cinco anos de idade, sua mãe fora humilhada por uma família de nobres que a deixou de joelhos chorando no centro da aldeia com a criança por perto, tudo por conta de um tapa dado pela ex-patroa que considerava-a uma mendiga. Kazuya não compreendeu o que estava acontecendo e ao indagar o marido da mulher "por que bateu nela?" recebeu a seguinte resposta: "Você é uma cria da miséria, desista de viver". Sua mãe não lhe abraçou e jamais negou tais palavras, apenas virou o rosto humilhada e, desde então, os pensamentos de Kazuya a respeito do sentido de sua vida sempre oscilaram muito.

Mas foi aos seis anos de idade que tudo mudou na vida da criança. Os antigos nobres que um anos antes haviam humilhado a família Kuchisake, mudaram-se para Kirigakure e, com suas posições avantajadas, contrataram a aldeia da névoa para o extermínio da raça Inunaki e assim os shinobis fizeram. A invasão ocorreu em uma noite coberta por neve e um a um, todos os moradores morreram. Kazuya estava em sua cama quando a mãe invadiu o quarto e o mandou para debaixo da cama; assim que ele escondeu-se alguém entrou e sangue escorreu enquanto o corpo de sua mãe era derrubado sem vida diante de si. "Minha razão de viver é derrotar eles", pensou e escapou da cama puxando a figura pelas pernas e derrubando-a, montando em suas costas tentando prendê-lo, enchendo-lhe de socos na cabeça.

Obviamente o homem não se feriu, apenas praguejou e um segundo invadiu o quarto pegando a criança pela gola da camiseta e erguendo. Ele tinha os olhos azuis mais profundos que Kazuya já havia visto, eram frios e severos e pareciam penetrar-lhe a porção mais profunda d'alma. "Mate esse garoto", bufou o homem que se erguia com os olhos arregalados em fúria, mas aquele que segurava o menino não fez. "Não", disse firme, porém distante e frio como a neve daquela noite, "esses olhos vazios, ele pode se tornar uma peça interessante um dia", anunciou colocando a criança com os pés no chão. "A partir de hoje, moleque, será um membro de Kirigakure no Sato, treine e torne-se forte e lembre-se..." a criança ficou apreensiva com as últimas palavras que vieram logo depois: "Seus pais morreram por sua fraqueza, porém você é fraco demais para morrer".

Ele foi levado de barco junto das centenas de corpos para Yuki no Kuni, local onde todos eles foram enterrados como uma parte extra da missão. A neve tornou-se profundamente o sinal do vazio da morte e da vida nos sonhos mais profundos de Kazuya que regressou para Mizu no Kuni com os demais shinobis, entrando em um orfanato da aldeia. Ainda no orfanato começou a praticar sua corrida, pois acreditava que se pudesse correr mais  rápido, teria salvado sua família carregando-a nas costas; aos nove anos entrou na academia e passou a estudar mais sobre Ninjutsus, porém sempre focou-se em sua força física, pois, diferente do que esperavam, ele não queria largar a condição básica de um morador de Inunaki.

Dez anos, Kazuya. Ele começou a treinar fisicamente desenvolvendo melhorias nas performances de Taijutsu, ganhando notas excelentes nos anos seguintes, mas deixando o Ninjutsu e Genjutsu para trás. Tendo uma inteligência comum, nunca se sobressaiu demais em teorias e estratégias, mas logo, aos onze anos, já conhecia o básico tático de um shinobi. "Você é fraco demais para morrer", essa frase ecoava em sua mente, aquilo significava que nem mesmo o fim iria querê-lo, significava que sua insignificância havia matado todos que ele amava, mas não a si mesmo. Sua força cresceu consideravelmente e aos doze anos formou-se com louvor entre os dez melhores da turma.

Seguindo os estudos como um ninja, mas ainda recluso de missões, Kazuya aprendeu sobre as naturezas do chakra e dominou com facilidade os relâmpagos, fato presenciado pelo mesmo homem que o salvara na invasão de Inunaki e que lhe deu um presente, uma espada chamada Elucidator. "Essa é a espada negra que um filho das bestas como você deveria empunhar", disse o homem e partiu em uma missão. Hoje, aos treze anos, Kazuya decidiu iniciar verdadeiramente sua carreira como um shinobi, carregando a Elucidator como orgulho de seu antigo lar.
Links: Só melhorei.

11 Re: Mods. em 10/5/2016, 13:10

Convidado

avatar
Convidado
Resetar e deixar "desaparecido"

12 Re: Mods. em 13/5/2016, 22:28

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46919-mako-the-immortal#279293
Alterações: Substituir TODA a ficha por esse code:
Código:
<center><div style="width: 80%; text-align: justify; font-family: cambria; font-size: 14px;">
[center][img]http://37.media.tumblr.com/37360f04674fd74de51e1cdd80d8dc48/tumblr_mu9p1yD1aW1skq4pio1_500.gif[/img][/center]
<div style="font-family:georgia;font-size:40px;text-align:center;color:#000;font-weight:bold;line-height:4px;text-shadow:#ffffff -2px 0px,#ffffff 0px 2px, #ffffff 2px 0px, #ffffff 0px -1px;text-transform:uppercase;">MAKO</div>

[b]Alcunhas:[/b] --
[b]Gênero:[/b] Masculino.
[b]Data de Aniversário:[/b] 10, Outubro.
[b]Estado:[/b] Imortal.
[b]Idade:[/b] 13.
[b]Naturezas do Chakra:[/b] Raiton (afinidade).
[b]Mão Dominante:[/b] Direita.
[b]Vilarejo:[/b] Kumogakure.  
[b]Graduação:[/b] Genin <br>

[table style="border:0px;width:100%;"][tr][td style="width:50%;"][b]Qualidades[/b]
✓ Inteligência Aguçada (2)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ RESERVADO
✓ RESERVADO
✓ RESERVADO[/td]
[td style="width:50%;"][b]Defeitos[/b]
✖ Esquizofrenia (3)
✖ Suicida (1)
✖ RESERVADO
✖ RESERVADO
✖ RESERVADO[/td]
[/tr]
[/table]
<br><br>
[size=14][b]DATABOOK[/b][/size]
[b]Ninjutsu:[/b] 03
[b]Taijutsu:[/b] 00
[b]Genjutsu:[/b] 00
[b]Inteligência:[/b] 01 (+1)
[b]Força:[/b] 01
[b]Velocidade:[/b] 01
[b]Stamina:[/b] 00
[b]Selos:[/b] 01
[b]Total:[/b] 07 (+1)

[size=14][b]BOLSA DE ARMAS (20)[/b][/size]
[b]Kunai:[/b] 07 [07]
[b]Kibaku Fuda:[/b] 07 [02]
[b]Fios de Nylon:[/b] 20m [04]

[size=14][b]APARÊNCIA[/b][/size]
Mako é um jovem de estatura média para a idade e magricela, ele tem a pele pálida e os cabelos loiros cortados curtamente, apenas o suficiente para cobrir uma pequena parte da testa, onde coloca normalmente o protetor de testa da aldeia, deixando seus olhos castanhos dourados bem a mostra e sua cicatriz da testa escondida. Seus trajes shinobi são típicos de sua aldeia, consistindo de uma camiseta larga e escura, calças brancas e o colete de meio-peito branco com linhas vermelhas, usando sandálias ninjas pretas, um coldre na perna direita e uma bolsa simples de armas acima das nádegas, pelo lado direito.

Desde sua primeira missão como shinobi, ele tem diversos manchas de queimaduras nos pulsos por ter sido jogado contra um amontoado de chamas, além disto, ele trocou a fita do protetor de testa que usava para uma de cor azul escura quase negra.

[size=14][b]PERSONALIDADE[/b][/size]
Constantemente sorrindo para as pessoas próximas, mas sério para as que não tem nenhum vínculo, ele é interpretado de muitas maneiras pelas outras pessoas, sempre diferente entre cada uma. Geralmente ele parece ser muito calmo e dotado de um raciocínio rápido, além de ser muito sociável, porém por culpa de sua psicopatologia ele acaba por, de vez em quando, tendo alucinações de pessoas que já morreram ou de uma outra versão de si que ele chama de "Kuro Mako", uma figura dominada pela maldição de Jashin - esquelética - que constantemente pede por sangue para manter-se viva.

Assim que conheceu Kowai ele demonstrou certa timidez na presença dela implicando que ele sentiu algum tipo de atração por ela.

[size=14][b]HISTÓRIA[/b][/size]
Há alguns anos muitos sacerdotes do Jashinismo entraram na aldeia para pregar a palavra do deus salvador que eles acreditavam, muitas pessoas decidiram seguir aquele caminho para a imortalidade e entre eles estavam os pais de Mako, um casal de civis normais da aldeia que não ostentavam absolutamente nada de especial e torciam que a religião pudesse salvá-los. Ainda no primeiro ano de estrada dos viajantes, a mulher ficou grávida e disse que faria o filho ser um servo de Jashin assim como ela, porém, por sorte ou azar, isso não aconteceu. A criança nasceu em meio a um templo entre as montanhas e por lá cresceu precisando obedecer normas e ritos, porém ninguém conseguia atingir a imortalidade tão sonhada, problema que começou a causar crises internas.

O líder do culto cultivava a esperança afirmando que apenas alguns escolhidos podiam, de fato, receberem a imortalidade do deus Jashin, ele repetiu o mesmo discurso por longos vinte e cinco dias até que, em meio a noite, um grupo de seguidores invadiu os aposentos do sacerdote e assassinou-o provando que nem mesmo ele possuía a imortalidade. Infelizmente o garoto estava por perto por ter acordado ouvindo sons e viu que o assassino final fora seu pai, perfurando o coração do sacerdote com uma adaga de prata. Enfurecido o homem cortou a testa do garoto que escorreu sangue e lhe fez correr chorando, acordando mais pessoas que ao verem a situação começaram uma verdadeira batalha.

Apavorado e sozinho o pequeno Mako acabou observando a briga e diversas pessoas começaram a morrer; primeiro um homem que era como um tio, um homem velho que recebeu uma adaga na jugular e caiu morto, jorrando sangue; depois uma mulher que lhe ensinava muitas coisas como números e histórias de shinobis, ela morreu a pontapés; por último em sua visão, seu pai foi morto com uma barra de ferro perfurando o peito, exatamente no coração. Ele olhou o próprio filho e lhe mandou correr e, ao fazer isso, mais pessoas avançaram contra a criança. Ao mesmo momento a mãe do garoto se jogou a frente e recebeu uma facada na nuca, morrendo por cima da criança, esmagando-a.

Buscando a morte do garoto os homens furiosos arrancaram o cadáver da mulher de cima da criança e viram o garoto banhado no sangue dela, de olhos arregalados em choque, um deles perfurou o coração do garoto, mas ele não morreu, apenas cuspiu sangue e ficou ainda mais chocado. Sem compreender o que estava acontecendo o homem começou a repetir estocadas, mas a criança não morria. A mãe começou a se arrastar pelo chão formando um círculo que fechava o selo da maldição de Jashin, o homem tentou outra estocada e um dos que eram a favor do pai de Mako, acertou um golpe contra o crânio dele, fazendo sangue espirrar nos lábios da criança que ingeriu e transformou-se ficando com uma aparência escura e esquelética pela primeira vez; eles ajoelharam-se e ele desmaiou.

Mako somente acordou dias depois em uma instalação hospitalar da aldeia da nuvem, ali um dos companheiros de seu pai o resgatou e deixou para ser cuidado. Naquela época o garoto tinha apenas oito anos, mas já estava sendo chamado de monstro dentro do hospital por não ter morrido. Assim que ficaram sabendo que ele estava acordado, um membro da academia ninja convidou-o para treinar até se tornar um shinobi, pois, segundo ele, não havia mais nada para ele fazer em uma vida imortal, mas ele não aceitou de imediato.

Um ano após ir para a aldeia, ele finalmente entrou na academia e depois de quatro anos formou-se como um aluno mediano, porém, secretamente, ele até mesmo já sabia dominar uma natureza elemental, o raio. Algumas semanas após ter se graduado ele foi chamado para a sua primeira missão com um homem chamado Goru tendo a tarefa de encontrar um piromaníaco que estava queimando florestas aos redores da aldeia, nesta missão ele foi jogado pelo próprio parceiro dentro de uma técnica de fogo, garantindo-lhe cicatrizes nos pulsos, ele ainda enfrentou o maníaco piromaniaco e conheceu Kowai, uma bela kunoichi da aldeia que ajudou ambos no combate bem concluído.

[size=14][b]CONHECIMENTOS[/b][/size]
Conhecimentos acadêmicos;
Naturezas básicas do chakra;
Jashinismo;
Goru & Kowai;
Suiton: Daibakure no Jutsu, apenas de vista;
Daiendan, apenas de vista;
Katon: Goka Mekkyaku, apenas de vista;
Raiton: Raikiba no Jutsu, apenas de vista;
Suiton: Daibakufu no Jutsu, apenas de vista;
Raikiri, apenas de vista;

[size=14][b]ACONTECIMENTOS[/b][/size]
[url=www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603]Missão Rank C: Árvores, Cinzas.[/url]

[size=14][b]JUTSUS DO PERSONAGEM[/b][/size]

[quote][font=cambria][size=14][b]Jujutsu: Shiji Hyōketsu[/b]
Descrição: Esta técnica é o principal método de Hidan para matar os seus adversários no caminho da religião Jashin. Primeiro, Hidan faz todos os esforços para extrair o sangue do seu oponente e ingeri-lo. Sua pele irá ficar preta com manchas brancas que o faz parecer um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele então no terreno faz o símbolo Jashin com sangue e fica no centro. Isto serve como elo de ligação entre ele e sua vítima. Uma vez que o seu ritual sacrificial ocorre, a vítima está relacionada com Hidan até que ele deia passos ou é forçado a sair do círculo. Qualquer tipo de ferimento que Hidan inflige a si (ou o dano infligido sobre ele) é correspondido em seu alvo, seja ele um arranhão a um mero perfurar no coração. Se Hidan é forçado a sair do círculo, o link está quebrado e a vítima é posta em liberdade, mas o que Hidan pode fazer é dar um passo e entrar no círculo para reativar a conexão. Basicamente, esta técnica faz de Hidan um boneco de voodo humano. Imortalidade de Hidan é devido à "experiência de sucesso da técnica secreta da religião Jashin", então ele pode fatalmente torturar seus oponentes de qualquer forma que ele deseja sem se matar, e ele gosta muito da dor também. No entanto, ele, de fato, reclama que dói como uma pessoa normalmente faz quando tem dor, depois que ele acabou com Asuma.[/size][/font][/quote]

[quote][font=cambria][size=14][b]Raiton no Jutsu[/b]
Descrição: É um dos elementos básicos da mudança de natureza que permite o usuário gerar eletricidade através do aumento da frequência de vibração de seu chakra, permitindo danos perfurantes e rápidos movimentos. A eletricidade paralisa o alvo para que fiquem impossibilitados de se mover e os deixando vulneráveis para o ataque final. Embora incomum, a eletricidade pode se fundir em armas laminadas de um jeito similar ao elemento vento através do fluxo de chakra para aumentar sua perfuração através das vibrações, com o efeito adicionado da dormência induzida. Quando a técnica é liberado de seus corpos, e não exigindo o contato físico, ele não se move tão rápido quanto um verdadeiro trovão. Em vez disso, devido ao controle que o usuário tenha para exercer sobre ela, move-se muito mais lento, o que pode dar tempo para os adversários ainda reagir.[/size][/font][/quote]
</div></center>
Links: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603

13 Re: Mods. em 16/5/2016, 14:58

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
@

Ver perfil do usuário

14 Re: Mods. em 17/5/2016, 18:26

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46919-mako-the-immortal#279293
Alterações: Substituir a ficha pelo seguinte código, adicionando ambidestria e melhorando descrições.

Código:
<center><div style="width: 80%; text-align: justify; font-family: cambria; font-size: 14px;"><div class="gaf210imvustylez_youtubebox" style="width:1px;height:1px;overflow:hidden"><iframe width="300" height="300" src="https://www.youtube.com/embed/1Fw66_vcDHc?autoplay=1&loop=0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe><!--Youtube player code generated @ http://gaf210.imvustylez.net --></div>
[center][img]http://33.media.tumblr.com/b6f5625ef7b2994f36dea6630caf6fa0/tumblr_n26jq07cYS1rg98p7o4_500.gif[/img][/center]
<div style="padding:25px; margin-left:200px; font-family: cambria; font-size:14px; letter-spacing:-0.5px;line-height: 15px;">[b]眞呼[/b] [color=white]-------------[/color] [b]不滅[/b]
[size=10][i]Mako[/i] [color=white]----------------------[/color] [i]The Immortal[/i][/size]</div>

[b]Alcunhas:[/b] Nenhuma.
[b]Gênero:[/b] Masculino.
[b]Aniversário:[/b] 10 de Outubro.
[b]Estado:[/b] Imortal.
[b]Idade:[/b] Treze anos.
[b]Clã:[/b] Nenhum.
[b]Kekkei Genkai:[/b] Nenhuma.
[b]Afinidade:[/b] Raiton.
[b]Naturezas:[/b] Raiton.
[b]Mão:[/b] Ambidestro. 
[b]Vilarejo:[/b] Kumogakure no Sato.
[b]Graduação:[/b] Genin.
[b]Times:[/b] Nenhum. <br>

[table style="border:0px;width:100%;"][tr][td style="width:50%;"][b]Qualidades[/b]
✓ Inteligência Aguçada (2)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Ambidestria (1)
✓ Reservado.
✓ Reservado.[/td]
[td style="width:50%;"][b]Defeitos[/b]
✖ Esquizofrenia (3)
✖ Suicida (1)
✖ Reservado.
✖ Reservado.
✖ Reservado. [/td][/tr][/table]<br><br>
[size=14][b]DATABOOK[/b][/size]
[i]Ninjutsu[/i] — [b]Estudado[/b] (3)
[i]Taijutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Genjutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Inteligência[/i] — [b]Esperto[/b] (2)
[i]Força[/i] — [b]Normal[/b] (1)
[i]Velocidade[/i] — [b]6m/s[/b] (1)
[i]Stamina[/i] — [b]Comum[/b] (0)
[i]Selos[/i] — [b]2s/s[/b] (1)
[i]Distribuídos[/i] — [b]7[/b] (+1)

[size=14][b]BOLSA DE ARMAS (20)[/b][/size]
[b]Kunai:[/b] 07 (7)
[b]Kibaku Fuda:[/b] 07 (1)
[b]Fios de Nylon:[/b] 20m (4)

[size=14][b]APARÊNCIA[/b][/size]
[i]“Ele é incrivelmente semelhante a você, Smoke”[/i] — [b]Kowai[/b] para C.

Substancialmente ele é um jovem magricela com uma altura média, batendo em torno do um metro e sessenta e cinco, tendo uma pele incrivelmente pálida como se faltasse-lhe nutrientes e fosse severamente anêmico, ainda que seja, tecnicamente, saudável. Muitas pessoas referem-se a ele como tendo uma aparência exótica dentro da aldeia, muito semelhante a um dos guardas do raikage declarado como a letra C, mostrado quando Goru chamou a atenção de Kowai a respeito da aparência que ele não gosta muito da comparação, sentindo-se completamente inferior. Além disto, provavelmente a única característica semelhante entre eles são os cabelos dourados que ambos possuem, pois seus olhos são castanhos dourados e labios mais finos.

Antes de tornar-se um membro da aldeia da nuvem, ele vestia-se como um membro religioso, usava quimonos e outros adereços de cor vermelha e preta como um louvor ao deus Jashin, ainda que nunca tivesse muito interesse por tal. Ainda nesta época, um pouco antes de mudar-se definitivamente para a aldeia, ele recebeu um corte na testa por seu próprio pai e este, diferente da maioria de seus ferimentos, jamais recuperou-se, deixando uma cicatriz visível ainda nos dias atuais, mas que ele cobre com o protetor de testa da aldeia - que após os eventos de uma missão passou de preto para azul-marinho.

Quando na academia shinobi, usava uma camiseta larga azul-claro, calças também largas em tom albino e sandálias ninjas pretas, também com uma bandagem envolvendo a testa como se estivesse sempre ferido. Assim que recebeu o cargo de genin, porém, ele alterou o visual, passou a usar uma camiseta larga em cinza-escuro com um colete de meio peito branco com linhas vermelhas, típico da aldeia, calças brancas e mais presas ao corpo, sem interferir em movimentos, com um coldre do lado direito, sandálias ninjas pretas e o protetor na testa ao invés das bandagens.

[size=14][b]PERSONALIDADE[/b][/size]
[i]“Sempre sorrindo, que tipo de dores esse menino carrega?”[/i] — [b]M[/b]

Quando ele chegou na aldeia após o incidente do templo jashinista, muitos acreditaram que podiam estar com um futuro desertor e rebelde por tudo o que ele havia presenciado e por seu poder de imortalidade, porém ele acabou demonstrando-se completamente oposta àquilo. Ele acabou se revelando um jovem muito calmo e esperto desde o começo, mas, principalmente, muito simpático distribuindo sorrisos em diversas situações, até mesmo falsos sorrisos como apontado pelo médico que cuidou dele. Contudo ele demonstra um grande pesar dentro de si que se projeta através de suas alucinações, normalmente ele vê membros de sua família como seu pai ou sua mãe, conversando com ele ou não, e nestes momentos sempre irrita-se por ter aquilo preso dentro de si, além disto ele também vê uma outra personalidade dele, entitulada como Kuro, é uma versão dele com o ritual de sangue ativo ao corpo que constantemente pede-lhe sacrifícios.

Muito jovem ele ainda mostra ser muito tímido com o sexo oposto, mostrado quando ele viu Kowai pela primeira vez e ficou encantado e corado e também quando conheceu Mayumi que lhe ensinou os truques para ser ambidestro. Além disto, assim como qualquer outro jovem, ele pode se tornar muito impulsivo quando misturado a raiva e frustração dentro de si.


[size=14][b]HISTÓRIA[/b][/size]
[i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i] — [b]Mako[/b] para uma das enfermeiras.

Antes mesmo do garoto nascer, seus pais, o casal Hazuki, aceitou a oferta de um sacerdote jashinista para tornarem-se membros da seita em busca da imortalidade. Vivendo em um pequeno vilarejo com poucos recursos e sobrevivendo pagando altos impostos para o líder da região, os dois não viram opção melhor e partiram junto de outras dezenas de seguidores do deus imortal. Em meio a busca espiritual de um templo a altura do deus, Inori ficou grávida e o sacerdote começou uma série de ritos com a mulher por acreditar que o bebê seria uma bênção do senhor Jashin, prezando que ele viria a se tornar um grande sacerdote um dia.

No ano de 40DGF em um templo em meio as montanhas onde o grupo se estabeleceu, a mulher deu a luz a um menino que ela chamou de Mako em homenagem ao seu falecido pai, naquela noite um sacrifício foi feito em nome da criança e o sacerdote voltou a repetir que ele seria [i]o escolhido[/i] pelo deus Jashin para mostrar a soberania da religão aos demais povos, uma profecia que animou os pais e tornou-o quase como um santo para os outros membros, porém causando intrigas internas ao passo de que ninguém alcançava poder algum como o prometido enquanto o líder dava tanta atenção a uma criança.

Sete anos se passaram e o garoto cresceu diferente do esperado. Ainda que vestisse-se como um monge do templo, ele era completamente contra os ritos definindo-os como entediantes e também causava muitos problemas ao pixar coisas e zombar com as imagens da divindade, mas para todos os efeitos o líder apenas recitava um mantra que dizia que o escolhido viria para mudar a visão comum dos seguidores de deus; problema este que causou ainda mais intrigas e um golpe começou a ser organizado pelos membros mais insatisfeitos com a situação.

Um ano mais tarde, quando o menino tinha oito anos de idade, ele acordou-se em meio a noite ouvindo movimentações suspeitas, curioso como sempre fora ele seguiu os passos e viu um grupo de membros da seita invadindo os aposentos do líder, esgueirando-se pela porta ele conseguiu vê-los esfaqueando o velho homem e seu pai dando o golpe fatal no coração, algo que lhe obrigou a chamá-lo a atenção com os dizer [i]"Pai?"[/i] Diversos seguidores do golpe ameaçaram avançar contra a criança, mas foi seu pai quem correu primeiro e rasgou-lhe a testa com a mesma adaga de prata que matara o sacerdote, dizendo-lhe em voz baixa [i]"corra"[/i].

Em desespero ele correu chorando e isso causou um alarde onde muitos outros membros se ergueram temendo algum tipo de problema com ladrões e mercenários, o garoto tropeçou e caiu em meio a algumas pedras e viu a batalha começar a ocorrer entre os dois pólos bem diante de si. A primeira morte foi de seu padrinho com um corte na jugular e muito sangue espalhado, a segunda morte que ele notou foi da ama-de-leite que lhe ensinou muitas coisas, morrendo a pontapés dos homens que iam contra seu pai e, por fim, seu pai morreu atravessado por uma barra de ferro diretamente no coração.

Completamente em choque e paralisado, o garoto viu os assassinos das pessoas que amava correndo em sua direção, o homem que matara seu pai se colocou a frente de todos com uma faca afiada e longa, ele fechou os olhos e quando voltou a abrir sua mãe estava sorrindo para ele com sangue escorrendo pela boca e a faca atravessando-lhe das costas ao coração. [i]"Viva, não importa como"[/i], ela disse fechando os olhos e caindo sobre a criança que encheu-se de sangue e gritou desesperado.

Furioso o homem arrancou a arma do corpo da mulher e empurrou o cadáver para o lado, o garoto não se movia, apenas olhava para tudo de olhos regalados. Ele avançou com a arma e perfurou o coração do menino caido, fazendo-o cuspir sangue, mas não morrer. Ambos, menino e homem, olharam para o ferimento e se encararam sem seguida, o selvagem homem começou a repetir o movimento e a dor invadiu seu corpo, fazendo-o berrar, mas permanecer vivo, o homem mordeu tanto os lábios que gotas de sangue caíram na boca do menino. A mãe caida começou a se arrastar desenhando um círculo no chão cujo símbolo jashinista já havia sido entalhado, então o jovem ganhou uma coloração negra na pele e traços brancos esqueléticos e com mais um golpe no coração, o homem sentiu toda a dor e caiu morto.

Todos aqueles que estavam na batalha pararam e se ajoelharam em frente ao menino que apenas conseguiu vê-los rapidamente antes de desmaiar perdendo totalmente a consciência. Mako apenas voltou a acordar-se dias após o acontecimento, mas não estava mais no templo e sim em um hospital da aldeia da nuvem, lugar para onde um dos amigos de seu pai o levou, de acordo com as enfermeiras; uma delas perguntou-lhe o nome e ele respondeu com a seguinte frase: [i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i]

Para surpresa de muitos ele tinha se recuperado totalmente dos ferimentos no coração, um milagre que chamou a atenção de M, o médico líder da aldeia. Ele foi convidado a participar da academia shinobi, mas pediu mais tempo para se instalar e recebeu até mesmo uma moradia própria, ao invés de ir para um orfanato. Após um ano vivendo no vilarejo, Mako aceitou a ideia de treinar para se tornar um shinobi graças a sua imortalidade, notando que poderia ser muito útil para o vilarejo que lhe acolheu, criando nele um tipo de patriotismo. Dedicou-se a treinar os caminhos do ninjutsu e apresentou um incrível controle de chakra, além de muita inteligência, conseguindo aprender sozinho a transformação da natureza do chakra do raio ao pensar a respeito do país em que vivia.

Formou-se aos treze anos de idade com notas altas em ninjutsu, mas baixas em taijutsu, recebeu seu protetor de testa o qual jurou sempre usar e honrar e, uma semana após aquilo, foi enviado em uma missão classificada como nível C - um fato curioso, sabendo que genins iniciam por missões de nível D. Ali conheceu um membro do alto escalão chamado Goru que lhe ajudou na missão, mas também testou-lhe a imortalidade jogando-o em uma bola de fogo atacada pelo inimigo, queimando-lhe os pulsos. Nesta missão ainda conheceu Kowai, uma bela kunoichi que o encarou lembrando-se de C, um guarda especial do raikage e que ajudou-os a deter o inimigo.

Pouco tempo depois de encerrar a missão, ele resolveu treinar sua ambidestria ao perceber a necessidade de tal capacidade, por lá ele encontrou-se com Nase Mayumi, uma garota jovem que o ajudou com o treinamento.

[size=14][b]CONHECIMENTOS[/b][/size]
Conhecimentos acadêmicos;
Naturezas básicas do chakra;
Jashinismo;
Goru & Kowai;
Suiton: Daibakure no Jutsu, apenas de vista;
Daiendan, apenas de vista;
Katon: Goka Mekkyaku, apenas de vista;
Raiton: Raikiba no Jutsu, apenas de vista;
Suiton: Daibakufu no Jutsu, apenas de vista;
Raikiri, apenas de vista;
Nase Mayumi;
Ambidestria;

[size=14][b]ACONTECIMENTOS[/b][/size]
[url=www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603]Missão Rank C: Árvores, Cinzas.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46960-ambidestria-o-treinamento]Conhecendo Mayumi.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46985-ambidestria-pt2-mako#280287]Ambidestria Dominada.[/url]

[size=14][b]JUTSUS DO PERSONAGEM[/b][/size]

[center][i]JUJUTSU[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Jujutsu: Shiji Hyōketsu[/b]
Descrição: Esta técnica é o principal método de Hidan para matar os seus adversários no caminho da religião Jashin. Primeiro, Hidan faz todos os esforços para extrair o sangue do seu oponente e ingeri-lo. Sua pele irá ficar preta com manchas brancas que o faz parecer um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele então no terreno faz o símbolo Jashin com sangue e fica no centro. Isto serve como elo de ligação entre ele e sua vítima. Uma vez que o seu ritual sacrificial ocorre, a vítima está relacionada com Hidan até que ele deia passos ou é forçado a sair do círculo. Qualquer tipo de ferimento que Hidan inflige a si (ou o dano infligido sobre ele) é correspondido em seu alvo, seja ele um arranhão a um mero perfurar no coração. Se Hidan é forçado a sair do círculo, o link está quebrado e a vítima é posta em liberdade, mas o que Hidan pode fazer é dar um passo e entrar no círculo para reativar a conexão. Basicamente, esta técnica faz de Hidan um boneco de voodo humano. Imortalidade de Hidan é devido à "experiência de sucesso da técnica secreta da religião Jashin", então ele pode fatalmente torturar seus oponentes de qualquer forma que ele deseja sem se matar, e ele gosta muito da dor também. No entanto, ele, de fato, reclama que dói como uma pessoa normalmente faz quando tem dor, depois que ele acabou com Asuma.[/size][/font][/quote]

[center][i]ELEMENTAIS[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Raiton no Jutsu[/b]
Descrição: É um dos elementos básicos da mudança de natureza que permite o usuário gerar eletricidade através do aumento da frequência de vibração de seu chakra, permitindo danos perfurantes e rápidos movimentos. A eletricidade paralisa o alvo para que fiquem impossibilitados de se mover e os deixando vulneráveis para o ataque final. Embora incomum, a eletricidade pode se fundir em armas laminadas de um jeito similar ao elemento vento através do fluxo de chakra para aumentar sua perfuração através das vibrações, com o efeito adicionado da dormência induzida. Quando a técnica é liberado de seus corpos, e não exigindo o contato físico, ele não se move tão rápido quanto um verdadeiro trovão. Em vez disso, devido ao controle que o usuário tenha para exercer sobre ela, move-se muito mais lento, o que pode dar tempo para os adversários ainda reagir.[/size][/font][/quote]</div></center>
Links: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46985-ambidestria-pt2-mako#280287

15 Re: Mods. em 18/5/2016, 20:21

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
@

Ver perfil do usuário

16 Re: Mods. em 21/5/2016, 13:25

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46919-mako-the-immortal#279280
Alterações: Alterar a ficha de acordo com code, mudei aparência e comprei mais armas

Código:
<center><div style="width: 80%; text-align: justify; font-family: cambria; font-size: 14px;"><div class="gaf210imvustylez_youtubebox" style="width:1px;height:1px;overflow:hidden"><iframe width="300" height="300" src="https://www.youtube.com/embed/1Fw66_vcDHc?autoplay=1&loop=0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe><!--Youtube player code generated @ http://gaf210.imvustylez.net --></div>
[center][img]https://31.media.tumblr.com/953230f40c16934ea1947cb259defed6/tumblr_inline_nl2q5zi1nA1rpbxa0.png[/img][/center]
<div style="padding:25px; margin-left:200px; font-family: cambria; font-size:14px; letter-spacing:-0.5px;line-height: 15px;">[b]眞呼[/b] [color=white]-------------[/color] [b]不滅[/b]
[size=10][i]Mako[/i] [color=white]----------------------[/color] [i]The Immortal[/i][/size]</div>

[b]Alcunhas:[/b] Nenhuma.
[b]Gênero:[/b] Masculino.
[b]Aniversário:[/b] 10 de Outubro.
[b]Estado:[/b] Imortal.
[b]Idade:[/b] Treze anos.
[b]Clã:[/b] Nenhum.
[b]Kekkei Genkai:[/b] Nenhuma.
[b]Afinidade:[/b] Raiton.
[b]Naturezas:[/b] Raiton.
[b]Mão:[/b] Ambidestro. 
[b]Vilarejo:[/b] Kumogakure no Sato.
[b]Graduação:[/b] Genin.
[b]Times:[/b] Nenhum. <br>

[table style="border:0px;width:100%;"][tr][td style="width:50%;"][b]Qualidades[/b]
✓ Inteligência Aguçada (2)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Ambidestria (1)
✓ Reservado.
✓ Reservado.[/td]
[td style="width:50%;"][b]Defeitos[/b]
✖ Esquizofrenia (3)
✖ Suicida (1)
✖ Reservado.
✖ Reservado.
✖ Reservado. [/td]
[/tr]
[/table]
<br><br>
[size=14][b]DATABOOK[/b][/size]
[i]Ninjutsu[/i] — [b]Estudado[/b] (3)
[i]Taijutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Genjutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Inteligência[/i] — [b]Esperto[/b] (2)
[i]Força[/i] — [b]Normal[/b] (1)
[i]Velocidade[/i] — [b]6m/s[/b] (1)
[i]Stamina[/i] — [b]Comum[/b] (0)
[i]Selos[/i] — [b]2s/s[/b] (1)
[i]Distribuídos[/i] — [b]7[/b] (+1)

[size=14][b]BOLSAS DE ARMAS (66/80)[/b][/size]
[b]Kunais:[/b] 30
[b]Shurikens:[/b] 20
[b]Makimono:[/b] 2
[b]Kibaku Fuda:[/b] 24
[b]Hyōrōgan:[/b] 16
[b]Fio de Nylon:[/b] 20m

[size=14][b]APARÊNCIA[/b][/size]
[i]“Ele é incrivelmente semelhante a você, Smoke”[/i] — [b]Kowai[/b] para C;
[i]“Ele é algum tipo de experimento maluco do M?”[/i] — [b]Goru[/b] para um dos jonins da aldeia.

Substancialmente ele é um jovem magricela com uma altura média, batendo em torno do um metro e sessenta e cinco, tendo uma pele incrivelmente pálida como se faltasse-lhe nutrientes e fosse severamente anêmico, ainda que seja, tecnicamente, saudável. Muitas pessoas referem-se a ele como tendo uma aparência exótica dentro da aldeia, muito semelhante a um dos guardas do raikage declarado como a letra C, mostrado quando Goru chamou a atenção de Kowai a respeito da aparência que ele não gosta muito da comparação, sentindo-se completamente inferior. Além disto, provavelmente a única característica semelhante entre eles são os cabelos dourados que ambos possuem, pois seus olhos são castanhos dourados e labios mais finos.

Contudo ele deixou de lado a semelhança com o alto escalão ao deixar seus cabelos crescerem e dando-os uma tintura mais clara do que o habitual, quase platinando-os. Seu cabelo não cresceu tanto, mas o suficiente para ele precisar de presilhas para segurar a franja um tanto infantilizada. Além disto, ele realizou várias suturas falsas em seu corpo, passando a ter diversas linhas vermelhas pelo corpo como se fosse costurado, principalmente no braço direito, lábio e pescoço.

Antes de tornar-se um membro da aldeia da nuvem, ele vestia-se como um membro religioso, usava quimonos e outros adereços de cor vermelha e preta como um louvor ao deus Jashin, ainda que nunca tivesse muito interesse por tal. Ainda nesta época, um pouco antes de mudar-se definitivamente para a aldeia, ele recebeu um corte na testa por seu próprio pai e este, diferente da maioria de seus ferimentos, jamais recuperou-se, deixando uma cicatriz visível ainda nos dias atuais, mas que ele cobre com o protetor de testa da aldeia - que após os eventos de uma missão passou de preto para azul-marinho.

Quando na academia shinobi, usava uma camiseta larga azul-claro, calças também largas em tom albino e sandálias ninjas pretas, também com uma bandagem envolvendo a testa como se estivesse sempre ferido. Assim que recebeu o cargo de genin, porém, ele alterou o visual, passou a usar uma camiseta larga em cinza-escuro com um colete de meio peito branco com linhas vermelhas, típico da aldeia, calças brancas e mais presas ao corpo, sem interferir em movimentos, com um coldre do lado direito, sandálias ninjas pretas e o protetor na testa ao invés das bandagens.

[size=14][b]PERSONALIDADE[/b][/size]
[i]“Sempre sorrindo, que tipo de dores esse menino carrega?”[/i] — [b]M[/b]

Quando ele chegou na aldeia após o incidente do templo jashinista, muitos acreditaram que podiam estar com um futuro desertor e rebelde por tudo o que ele havia presenciado e por seu poder de imortalidade, porém ele acabou demonstrando-se completamente oposta àquilo. Ele acabou se revelando um jovem muito calmo e esperto desde o começo, mas, principalmente, muito simpático distribuindo sorrisos em diversas situações, até mesmo falsos sorrisos como apontado pelo médico que cuidou dele. Contudo ele demonstra um grande pesar dentro de si que se projeta através de suas alucinações, normalmente ele vê membros de sua família como seu pai ou sua mãe, conversando com ele ou não, e nestes momentos sempre irrita-se por ter aquilo preso dentro de si, além disto ele também vê uma outra personalidade dele, entitulada como Kuro, é uma versão dele com o ritual de sangue ativo ao corpo que constantemente pede-lhe sacrifícios.

Muito jovem ele ainda mostra ser muito tímido com o sexo oposto, mostrado quando ele viu Kowai pela primeira vez e ficou encantado e corado e também quando conheceu Mayumi que lhe ensinou os truques para ser ambidestro. Além disto, assim como qualquer outro jovem, ele pode se tornar muito impulsivo quando misturado a raiva e frustração dentro de si.


[size=14][b]HISTÓRIA[/b][/size]
[i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i] — [b]Mako[/b] para uma das enfermeiras.

Antes mesmo do garoto nascer, seus pais, o casal Hazuki, aceitou a oferta de um sacerdote jashinista para tornarem-se membros da seita em busca da imortalidade. Vivendo em um pequeno vilarejo com poucos recursos e sobrevivendo pagando altos impostos para o líder da região, os dois não viram opção melhor e partiram junto de outras dezenas de seguidores do deus imortal. Em meio a busca espiritual de um templo a altura do deus, Inori ficou grávida e o sacerdote começou uma série de ritos com a mulher por acreditar que o bebê seria uma bênção do senhor Jashin, prezando que ele viria a se tornar um grande sacerdote um dia.

No ano de 40DGF em um templo em meio as montanhas onde o grupo se estabeleceu, a mulher deu a luz a um menino que ela chamou de Mako em homenagem ao seu falecido pai, naquela noite um sacrifício foi feito em nome da criança e o sacerdote voltou a repetir que ele seria [i]o escolhido[/i] pelo deus Jashin para mostrar a soberania da religão aos demais povos, uma profecia que animou os pais e tornou-o quase como um santo para os outros membros, porém causando intrigas internas ao passo de que ninguém alcançava poder algum como o prometido enquanto o líder dava tanta atenção a uma criança.

Sete anos se passaram e o garoto cresceu diferente do esperado. Ainda que vestisse-se como um monge do templo, ele era completamente contra os ritos definindo-os como entediantes e também causava muitos problemas ao pixar coisas e zombar com as imagens da divindade, mas para todos os efeitos o líder apenas recitava um mantra que dizia que o escolhido viria para mudar a visão comum dos seguidores de deus; problema este que causou ainda mais intrigas e um golpe começou a ser organizado pelos membros mais insatisfeitos com a situação.

Um ano mais tarde, quando o menino tinha oito anos de idade, ele acordou-se em meio a noite ouvindo movimentações suspeitas, curioso como sempre fora ele seguiu os passos e viu um grupo de membros da seita invadindo os aposentos do líder, esgueirando-se pela porta ele conseguiu vê-los esfaqueando o velho homem e seu pai dando o golpe fatal no coração, algo que lhe obrigou a chamá-lo a atenção com os dizer [i]"Pai?"[/i] Diversos seguidores do golpe ameaçaram avançar contra a criança, mas foi seu pai quem correu primeiro e rasgou-lhe a testa com a mesma adaga de prata que matara o sacerdote, dizendo-lhe em voz baixa [i]"corra"[/i].

Em desespero ele correu chorando e isso causou um alarde onde muitos outros membros se ergueram temendo algum tipo de problema com ladrões e mercenários, o garoto tropeçou e caiu em meio a algumas pedras e viu a batalha começar a ocorrer entre os dois pólos bem diante de si. A primeira morte foi de seu padrinho com um corte na jugular e muito sangue espalhado, a segunda morte que ele notou foi da ama-de-leite que lhe ensinou muitas coisas, morrendo a pontapés dos homens que iam contra seu pai e, por fim, seu pai morreu atravessado por uma barra de ferro diretamente no coração.

Completamente em choque e paralisado, o garoto viu os assassinos das pessoas que amava correndo em sua direção, o homem que matara seu pai se colocou a frente de todos com uma faca afiada e longa, ele fechou os olhos e quando voltou a abrir sua mãe estava sorrindo para ele com sangue escorrendo pela boca e a faca atravessando-lhe das costas ao coração. [i]"Viva, não importa como"[/i], ela disse fechando os olhos e caindo sobre a criança que encheu-se de sangue e gritou desesperado.

Furioso o homem arrancou a arma do corpo da mulher e empurrou o cadáver para o lado, o garoto não se movia, apenas olhava para tudo de olhos regalados. Ele avançou com a arma e perfurou o coração do menino caido, fazendo-o cuspir sangue, mas não morrer. Ambos, menino e homem, olharam para o ferimento e se encararam sem seguida, o selvagem homem começou a repetir o movimento e a dor invadiu seu corpo, fazendo-o berrar, mas permanecer vivo, o homem mordeu tanto os lábios que gotas de sangue caíram na boca do menino. A mãe caida começou a se arrastar desenhando um círculo no chão cujo símbolo jashinista já havia sido entalhado, então o jovem ganhou uma coloração negra na pele e traços brancos esqueléticos e com mais um golpe no coração, o homem sentiu toda a dor e caiu morto.

Todos aqueles que estavam na batalha pararam e se ajoelharam em frente ao menino que apenas conseguiu vê-los rapidamente antes de desmaiar perdendo totalmente a consciência. Mako apenas voltou a acordar-se dias após o acontecimento, mas não estava mais no templo e sim em um hospital da aldeia da nuvem, lugar para onde um dos amigos de seu pai o levou, de acordo com as enfermeiras; uma delas perguntou-lhe o nome e ele respondeu com a seguinte frase: [i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i]

Para surpresa de muitos ele tinha se recuperado totalmente dos ferimentos no coração, um milagre que chamou a atenção de M, o médico líder da aldeia. Ele foi convidado a participar da academia shinobi, mas pediu mais tempo para se instalar e recebeu até mesmo uma moradia própria, ao invés de ir para um orfanato. Após um ano vivendo no vilarejo, Mako aceitou a ideia de treinar para se tornar um shinobi graças a sua imortalidade, notando que poderia ser muito útil para o vilarejo que lhe acolheu, criando nele um tipo de patriotismo. Dedicou-se a treinar os caminhos do ninjutsu e apresentou um incrível controle de chakra, além de muita inteligência, conseguindo aprender sozinho a transformação da natureza do chakra do raio ao pensar a respeito do país em que vivia.

Formou-se aos treze anos de idade com notas altas em ninjutsu, mas baixas em taijutsu, recebeu seu protetor de testa o qual jurou sempre usar e honrar e, uma semana após aquilo, foi enviado em uma missão classificada como nível C - um fato curioso, sabendo que genins iniciam por missões de nível D. Ali conheceu um membro do alto escalão chamado Goru que lhe ajudou na missão, mas também testou-lhe a imortalidade jogando-o em uma bola de fogo atacada pelo inimigo, queimando-lhe os pulsos. Nesta missão ainda conheceu Kowai, uma bela kunoichi que o encarou lembrando-se de C, um guarda especial do raikage e que ajudou-os a deter o inimigo.

Pouco tempo depois de encerrar a missão, ele resolveu treinar sua ambidestria ao perceber a necessidade de tal capacidade, por lá ele encontrou-se com Nase Mayumi, uma garota jovem que o ajudou com o treinamento.

[size=14][b]CONHECIMENTOS[/b][/size]
Conhecimentos acadêmicos;
Naturezas básicas do chakra;
Jashinismo;
Goru & Kowai;
Suiton: Daibakure no Jutsu, apenas de vista;
Daiendan, apenas de vista;
Katon: Goka Mekkyaku, apenas de vista;
Raiton: Raikiba no Jutsu, apenas de vista;
Suiton: Daibakufu no Jutsu, apenas de vista;
Raikiri, apenas de vista;
Nase Mayumi;
Ambidestria;
Yui;

[size=14][b]ACONTECIMENTOS[/b][/size]
[url=www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603]Missão Rank C: Árvores, Cinzas.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46960-ambidestria-o-treinamento]Conhecendo Mayumi.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46985-ambidestria-pt2-mako#280287]Ambidestria Dominada.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47038-rp-dango-shop]Conhecendo Yui[/url]

[size=14][b]JUTSUS DO PERSONAGEM[/b][/size]

[center][i]JUJUTSU[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Jujutsu: Shiji Hyōketsu[/b]
Descrição: Esta técnica é o principal método de Hidan para matar os seus adversários no caminho da religião Jashin. Primeiro, Hidan faz todos os esforços para extrair o sangue do seu oponente e ingeri-lo. Sua pele irá ficar preta com manchas brancas que o faz parecer um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele então no terreno faz o símbolo Jashin com sangue e fica no centro. Isto serve como elo de ligação entre ele e sua vítima. Uma vez que o seu ritual sacrificial ocorre, a vítima está relacionada com Hidan até que ele deia passos ou é forçado a sair do círculo. Qualquer tipo de ferimento que Hidan inflige a si (ou o dano infligido sobre ele) é correspondido em seu alvo, seja ele um arranhão a um mero perfurar no coração. Se Hidan é forçado a sair do círculo, o link está quebrado e a vítima é posta em liberdade, mas o que Hidan pode fazer é dar um passo e entrar no círculo para reativar a conexão. Basicamente, esta técnica faz de Hidan um boneco de voodo humano. Imortalidade de Hidan é devido à "experiência de sucesso da técnica secreta da religião Jashin", então ele pode fatalmente torturar seus oponentes de qualquer forma que ele deseja sem se matar, e ele gosta muito da dor também. No entanto, ele, de fato, reclama que dói como uma pessoa normalmente faz quando tem dor, depois que ele acabou com Asuma.[/size][/font][/quote]

[center][i]ELEMENTAIS[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Raiton no Jutsu[/b]
Descrição: É um dos elementos básicos da mudança de natureza que permite o usuário gerar eletricidade através do aumento da frequência de vibração de seu chakra, permitindo danos perfurantes e rápidos movimentos. A eletricidade paralisa o alvo para que fiquem impossibilitados de se mover e os deixando vulneráveis para o ataque final. Embora incomum, a eletricidade pode se fundir em armas laminadas de um jeito similar ao elemento vento através do fluxo de chakra para aumentar sua perfuração através das vibrações, com o efeito adicionado da dormência induzida. Quando a técnica é liberado de seus corpos, e não exigindo o contato físico, ele não se move tão rápido quanto um verdadeiro trovão. Em vez disso, devido ao controle que o usuário tenha para exercer sobre ela, move-se muito mais lento, o que pode dar tempo para os adversários ainda reagir.[/size][/font][/quote]
</div></center>
Links: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46242-loja-de-kumo

17 Re: Mods. em 21/5/2016, 17:48

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
Você ajeitou depois as armas básicas. Vê isso aí. q

Ver perfil do usuário

18 Re: Mods. em 23/5/2016, 23:13

Convidado

avatar
Convidado

19 Re: Mods. em 24/5/2016, 10:40

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
@

Ver perfil do usuário

20 Re: Mods. em 24/5/2016, 12:16

Convidado

avatar
Convidado
Ficha: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46919-mako-the-immortal#279293
Alterações: Mudar o título do tópico para: Hazuki Mako;
Trocar o primeiro post pelo code abaixo, apenas alterei a font e adicionei detalhes de história e personalidade desenvolvidos ao longo dos meus posts em On.
Código:
<center><div style="width: 80%; text-align: justify;"><div class="gaf210imvustylez_youtubebox" style="width:1px;height:1px;overflow:hidden"><iframe width="300" height="300" src="https://www.youtube.com/embed/1Fw66_vcDHc?autoplay=1&loop=0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe><!--Youtube player code generated @ http://gaf210.imvustylez.net --></div>
[center][img]https://31.media.tumblr.com/953230f40c16934ea1947cb259defed6/tumblr_inline_nl2q5zi1nA1rpbxa0.png[/img][/center]
<div style="padding:25px; margin-left:200px; font-family: cambria; font-size:14px; letter-spacing:-0.5px;line-height: 15px;">[b]眞呼[/b] [color=white]-------------[/color] [b]不滅[/b]
[size=10][i]Mako[/i] [color=white]----------------------[/color] [i]The Immortal[/i][/size]</div>

[b]Alcunhas:[/b] Nenhuma.
[b]Gênero:[/b] Masculino.
[b]Aniversário:[/b] 10 de Outubro.
[b]Estado:[/b] Imortal.
[b]Idade:[/b] Treze anos.
[b]Clã:[/b] Nenhum.
[b]Kekkei Genkai:[/b] Nenhuma.
[b]Afinidade:[/b] Raiton.
[b]Naturezas:[/b] Raiton.
[b]Mão:[/b] Ambidestro. 
[b]Vilarejo:[/b] Kumogakure no Sato.
[b]Graduação:[/b] Genin.
[b]Times:[/b] Nenhum. <br>

[table style="border:0px;width:100%;"][tr][td style="width:50%;"][b]Qualidades[/b]
✓ Inteligência Aguçada (2)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Ambidestria (1)
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✓ Reservado.[/td]
[td style="width:50%;"][b]Defeitos[/b]
✖ Esquizofrenia (3)
✖ Suicida (1)
✖ Reservado.
✖ Reservado.
✖ Reservado. [/td]
[/tr]
[/table]
<br><br>
[size=14][b]DATABOOK[/b][/size]
[i]Ninjutsu[/i] — [b]Estudado[/b] (3)
[i]Taijutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Genjutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Inteligência[/i] — [b]Esperto[/b] (2)
[i]Força[/i] — [b]Normal[/b] (1)
[i]Velocidade[/i] — [b]6m/s[/b] (1)
[i]Stamina[/i] — [b]Comum[/b] (0)
[i]Selos[/i] — [b]2s/s[/b] (1)
[i]Distribuídos[/i] — [b]7[/b] (+1)

[size=14][b]BOLSAS DE ARMAS (60/60)[/b][/size]
[b]Kunais:[/b] 27
[b]Shurikens:[/b] 20
[b]Kibaku Fuda:[/b] 23
[b]Hyōrōgan:[/b] 16
[b]Fio de Nylon:[/b] 20m

[size=14][b]APARÊNCIA[/b][/size]
[i]“Ele é incrivelmente semelhante a você, Smoke”[/i] — [b]Kowai[/b] para C;
[i]“Ele é algum tipo de experimento maluco do M?”[/i] — [b]Goru[/b] para um dos jonins da aldeia.

Substancialmente ele é um jovem magricela com uma altura média, batendo em torno do um metro e sessenta e cinco, tendo uma pele incrivelmente pálida como se faltasse-lhe nutrientes e fosse severamente anêmico, ainda que seja, tecnicamente, saudável. Muitas pessoas referem-se a ele como tendo uma aparência exótica dentro da aldeia, muito semelhante a um dos guardas do raikage declarado como a letra C, mostrado quando Goru chamou a atenção de Kowai a respeito da aparência que ele não gosta muito da comparação, sentindo-se completamente inferior. Além disto, provavelmente a única característica semelhante entre eles são os cabelos dourados que ambos possuem, pois seus olhos são castanhos dourados e labios mais finos.

Contudo ele deixou de lado a semelhança com o alto escalão ao deixar seus cabelos crescerem e dando-os uma tintura mais clara do que o habitual, quase platinando-os. Seu cabelo não cresceu tanto, mas o suficiente para ele precisar de presilhas para segurar a franja um tanto infantilizada. Além disto, ele realizou várias suturas falsas em seu corpo, passando a ter diversas linhas vermelhas pelo corpo como se fosse costurado, principalmente no braço direito, lábio e pescoço.

Antes de tornar-se um membro da aldeia da nuvem, ele vestia-se como um membro religioso, usava quimonos e outros adereços de cor vermelha e preta como um louvor ao deus Jashin, ainda que nunca tivesse muito interesse por tal. Ainda nesta época, um pouco antes de mudar-se definitivamente para a aldeia, ele recebeu um corte na testa por seu próprio pai e este, diferente da maioria de seus ferimentos, jamais recuperou-se, deixando uma cicatriz visível ainda nos dias atuais, mas que ele cobre com o protetor de testa da aldeia - que após os eventos de uma missão passou de preto para azul-marinho.

Quando na academia shinobi, usava uma camiseta larga azul-claro, calças também largas em tom albino e sandálias ninjas pretas, também com uma bandagem envolvendo a testa como se estivesse sempre ferido. Assim que recebeu o cargo de genin, porém, ele alterou o visual, passou a usar uma camiseta larga em cinza-escuro com um colete de meio peito branco com linhas vermelhas, típico da aldeia, calças brancas e mais presas ao corpo, sem interferir em movimentos, com um coldre do lado direito, sandálias ninjas pretas e o protetor na testa ao invés das bandagens.

[size=14][b]PERSONALIDADE[/b][/size]
[i]“Sempre sorrindo, que tipo de dores esse menino carrega?”[/i] — [b]M[/b]

Quando ele chegou na aldeia após o incidente do templo jashinista, muitos acreditaram que podiam estar com um futuro desertor e rebelde por tudo o que ele havia presenciado e por seu poder de imortalidade, porém ele acabou demonstrando-se completamente oposta àquilo. Ele acabou se revelando um jovem muito calmo e esperto desde o começo, mas, principalmente, muito simpático distribuindo sorrisos em diversas situações, até mesmo falsos sorrisos como apontado pelo médico que cuidou dele. Contudo ele demonstra um grande pesar dentro de si que se projeta através de suas alucinações, normalmente ele vê membros de sua família como seu pai ou sua mãe, conversando com ele ou não, e nestes momentos sempre irrita-se por ter aquilo preso dentro de si, além disto ele também vê uma outra personalidade dele, entitulada como Kuro, é uma versão dele com o ritual de sangue ativo ao corpo que constantemente pede-lhe sacrifícios.

Muito jovem ele ainda mostra ser muito tímido com o sexo oposto, mostrado quando ele viu Kowai pela primeira vez e ficou encantado e corado e também quando conheceu Mayumi que lhe ensinou os truques para ser ambidestro. Além disto, assim como qualquer outro jovem, ele pode se tornar muito impulsivo quando misturado a raiva e frustração dentro de si. Através dos tempos e treinamentos ele começou a revelar uma postura mais infantilizada e ingênua falsamente em frente as pessoas como um mecanismo de defesa.


[size=14][b]HISTÓRIA[/b][/size]
[i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i] — [b]Mako[/b] para uma das enfermeiras.

Antes mesmo do garoto nascer, seus pais, o casal Hazuki, aceitou a oferta de um sacerdote jashinista para tornarem-se membros da seita em busca da imortalidade. Vivendo em um pequeno vilarejo com poucos recursos e sobrevivendo pagando altos impostos para o líder da região, os dois não viram opção melhor e partiram junto de outras dezenas de seguidores do deus imortal. Em meio a busca espiritual de um templo a altura do deus, Inori ficou grávida e o sacerdote começou uma série de ritos com a mulher por acreditar que o bebê seria uma bênção do senhor Jashin, prezando que ele viria a se tornar um grande sacerdote um dia.

No ano de 40DGF em um templo em meio as montanhas onde o grupo se estabeleceu, a mulher deu a luz a um menino que ela chamou de Mako em homenagem ao seu falecido pai, naquela noite um sacrifício foi feito em nome da criança e o sacerdote voltou a repetir que ele seria [i]o escolhido[/i] pelo deus Jashin para mostrar a soberania da religão aos demais povos, uma profecia que animou os pais e tornou-o quase como um santo para os outros membros, porém causando intrigas internas ao passo de que ninguém alcançava poder algum como o prometido enquanto o líder dava tanta atenção a uma criança.

Sete anos se passaram e o garoto cresceu diferente do esperado. Ainda que vestisse-se como um monge do templo, ele era completamente contra os ritos definindo-os como entediantes e também causava muitos problemas ao pixar coisas e zombar com as imagens da divindade, mas para todos os efeitos o líder apenas recitava um mantra que dizia que o escolhido viria para mudar a visão comum dos seguidores de deus; problema este que causou ainda mais intrigas e um golpe começou a ser organizado pelos membros mais insatisfeitos com a situação.

Um ano mais tarde, quando o menino tinha oito anos de idade, ele acordou-se em meio a noite ouvindo movimentações suspeitas, curioso como sempre fora ele seguiu os passos e viu um grupo de membros da seita invadindo os aposentos do líder, esgueirando-se pela porta ele conseguiu vê-los esfaqueando o velho homem e seu pai dando o golpe fatal no coração, algo que lhe obrigou a chamá-lo a atenção com os dizer [i]"Pai?"[/i] Diversos seguidores do golpe ameaçaram avançar contra a criança, mas foi seu pai quem correu primeiro e rasgou-lhe a testa com a mesma adaga de prata que matara o sacerdote, dizendo-lhe em voz baixa [i]"corra"[/i].

Em desespero ele correu chorando e isso causou um alarde onde muitos outros membros se ergueram temendo algum tipo de problema com ladrões e mercenários, o garoto tropeçou e caiu em meio a algumas pedras e viu a batalha começar a ocorrer entre os dois pólos bem diante de si. A primeira morte foi de seu padrinho com um corte na jugular e muito sangue espalhado, a segunda morte que ele notou foi da ama-de-leite que lhe ensinou muitas coisas, morrendo a pontapés dos homens que iam contra seu pai e, por fim, seu pai morreu atravessado por uma barra de ferro diretamente no coração.

Completamente em choque e paralisado, o garoto viu os assassinos das pessoas que amava correndo em sua direção, o homem que matara seu pai se colocou a frente de todos com uma faca afiada e longa, ele fechou os olhos e quando voltou a abrir sua mãe estava sorrindo para ele com sangue escorrendo pela boca e a faca atravessando-lhe das costas ao coração. [i]"Viva, não importa como"[/i], ela disse fechando os olhos e caindo sobre a criança que encheu-se de sangue e gritou desesperado.

Furioso o homem arrancou a arma do corpo da mulher e empurrou o cadáver para o lado, o garoto não se movia, apenas olhava para tudo de olhos regalados. Ele avançou com a arma e perfurou o coração do menino caido, fazendo-o cuspir sangue, mas não morrer. Ambos, menino e homem, olharam para o ferimento e se encararam sem seguida, o selvagem homem começou a repetir o movimento e a dor invadiu seu corpo, fazendo-o berrar, mas permanecer vivo, o homem mordeu tanto os lábios que gotas de sangue caíram na boca do menino. A mãe caida começou a se arrastar desenhando um círculo no chão cujo símbolo jashinista já havia sido entalhado, então o jovem ganhou uma coloração negra na pele e traços brancos esqueléticos e com mais um golpe no coração, o homem sentiu toda a dor e caiu morto.

Todos aqueles que estavam na batalha pararam e se ajoelharam em frente ao menino que apenas conseguiu vê-los rapidamente antes de desmaiar perdendo totalmente a consciência. Mako apenas voltou a acordar-se dias após o acontecimento, mas não estava mais no templo e sim em um hospital da aldeia da nuvem, lugar para onde um dos amigos de seu pai o levou, de acordo com as enfermeiras; uma delas perguntou-lhe o nome e ele respondeu com a seguinte frase: [i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i]

Para surpresa de muitos ele tinha se recuperado totalmente dos ferimentos no coração, um milagre que chamou a atenção de M, o médico líder da aldeia. Ele foi convidado a participar da academia shinobi, mas pediu mais tempo para se instalar e recebeu até mesmo uma moradia própria, ao invés de ir para um orfanato. Após um ano vivendo no vilarejo, Mako aceitou a ideia de treinar para se tornar um shinobi graças a sua imortalidade, notando que poderia ser muito útil para o vilarejo que lhe acolheu, criando nele um tipo de patriotismo. Dedicou-se a treinar os caminhos do ninjutsu e apresentou um incrível controle de chakra, além de muita inteligência, conseguindo aprender sozinho a transformação da natureza do chakra do raio ao pensar a respeito do país em que vivia.

Formou-se aos treze anos de idade com notas altas em ninjutsu, mas baixas em taijutsu, recebeu seu protetor de testa o qual jurou sempre usar e honrar e, uma semana após aquilo, foi enviado em uma missão classificada como nível C - um fato curioso, sabendo que genins iniciam por missões de nível D. Ali conheceu um membro do alto escalão chamado Goru que lhe ajudou na missão, mas também testou-lhe a imortalidade jogando-o em uma bola de fogo atacada pelo inimigo, queimando-lhe os pulsos. Nesta missão ainda conheceu Kowai, uma bela kunoichi que o encarou lembrando-se de C, um guarda especial do raikage e que ajudou-os a deter o inimigo.

Pouco tempo depois de encerrar a missão, ele resolveu treinar sua ambidestria ao perceber a necessidade de tal capacidade, por lá ele encontrou-se com Nase Mayumi, uma garota jovem que o ajudou com o treinamento. Foi logo após esse treinamento que ele conheceu Kenichi, um homem perito em armas brancas que ajudou-o a melhorar seu shurikenjutsu ao ponto de se tornar um perito na arte.

[size=14][b]CONHECIMENTOS[/b][/size]
Conhecimentos acadêmicos; Naturezas básicas do chakra; Jashinismo; Goru & Kowai; Suiton: Daibakure no Jutsu, apenas de vista; Daiendan, apenas de vista; Katon: Goka Mekkyaku, apenas de vista; Raiton: Raikiba no Jutsu, apenas de vista; Suiton: Daibakufu no Jutsu, apenas de vista; Raikiri, apenas de vista; Nase Mayumi; Ambidestria; Yui; Kenichi; Conhecimento avançado em Shurikenjutsu;

[size=14][b]ACONTECIMENTOS[/b][/size]
[url=www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603]Missão Rank C: Árvores, Cinzas.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46960-ambidestria-o-treinamento]Conhecendo Mayumi.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46985-ambidestria-pt2-mako#280287]Ambidestria Dominada.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47038-rp-dango-shop]Conhecendo Yui[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47125-ala-de-treinamento-13-rp-treino]Conhecendo Kenichi & Treinando o Shurikenjutsu[/url]

[size=14][b]JUTSUS DO PERSONAGEM[/b][/size]

[center][i]JUJUTSU[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Jujutsu: Shiji Hyōketsu[/b]
Descrição: Esta técnica é o principal método de Hidan para matar os seus adversários no caminho da religião Jashin. Primeiro, Hidan faz todos os esforços para extrair o sangue do seu oponente e ingeri-lo. Sua pele irá ficar preta com manchas brancas que o faz parecer um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele então no terreno faz o símbolo Jashin com sangue e fica no centro. Isto serve como elo de ligação entre ele e sua vítima. Uma vez que o seu ritual sacrificial ocorre, a vítima está relacionada com Hidan até que ele deia passos ou é forçado a sair do círculo. Qualquer tipo de ferimento que Hidan inflige a si (ou o dano infligido sobre ele) é correspondido em seu alvo, seja ele um arranhão a um mero perfurar no coração. Se Hidan é forçado a sair do círculo, o link está quebrado e a vítima é posta em liberdade, mas o que Hidan pode fazer é dar um passo e entrar no círculo para reativar a conexão. Basicamente, esta técnica faz de Hidan um boneco de voodo humano. Imortalidade de Hidan é devido à "experiência de sucesso da técnica secreta da religião Jashin", então ele pode fatalmente torturar seus oponentes de qualquer forma que ele deseja sem se matar, e ele gosta muito da dor também. No entanto, ele, de fato, reclama que dói como uma pessoa normalmente faz quando tem dor, depois que ele acabou com Asuma.[/size][/font][/quote]

[center][i]ELEMENTAIS[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Raiton no Jutsu[/b]
Descrição: É um dos elementos básicos da mudança de natureza que permite o usuário gerar eletricidade através do aumento da frequência de vibração de seu chakra, permitindo danos perfurantes e rápidos movimentos. A eletricidade paralisa o alvo para que fiquem impossibilitados de se mover e os deixando vulneráveis para o ataque final. Embora incomum, a eletricidade pode se fundir em armas laminadas de um jeito similar ao elemento vento através do fluxo de chakra para aumentar sua perfuração através das vibrações, com o efeito adicionado da dormência induzida. Quando a técnica é liberado de seus corpos, e não exigindo o contato físico, ele não se move tão rápido quanto um verdadeiro trovão. Em vez disso, devido ao controle que o usuário tenha para exercer sobre ela, move-se muito mais lento, o que pode dar tempo para os adversários ainda reagir.[/size][/font][/quote]
</div></center>
Links: --

21 Re: Mods. em 24/5/2016, 17:14

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
@

Ver perfil do usuário

22 Re: Mods. em 25/5/2016, 16:34

Convidado

avatar
Convidado
Coloca assim:

Código:
<center><div style="width: 80%; text-align: justify;"><div class="gaf210imvustylez_youtubebox" style="width:1px;height:1px;overflow:hidden"><iframe width="300" height="300" src="https://www.youtube.com/embed/1Fw66_vcDHc?autoplay=1&loop=0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe><!--Youtube player code generated @ http://gaf210.imvustylez.net --></div>
[center][img]http://66.media.tumblr.com/421da3c7a8a60ed9a3bd37319f22360c/tumblr_nfbhj67WDT1rlaowao4_500.gif[/img][/center]
<div style="padding:25px; margin-left:200px; font-family: cambria; font-size:14px; letter-spacing:-0.5px;line-height: 15px;">[b]眞呼[/b] [color=white]-------------[/color] [b]不滅[/b]
[size=10][i]Mako[/i] [color=white]----------------------[/color] [i]The Immortal[/i][/size]</div>

[b]Alcunhas:[/b] Nenhuma.
[b]Gênero:[/b] Masculino.
[b]Aniversário:[/b] 10 de Outubro.
[b]Estado:[/b] Imortal.
[b]Idade:[/b] Treze anos.
[b]Clã:[/b] Nenhum.
[b]Kekkei Genkai:[/b] Nenhuma.
[b]Afinidade:[/b] Raiton.
[b]Naturezas:[/b] Raiton.
[b]Mão:[/b] Ambidestro. 
[b]Vilarejo:[/b] Kumogakure no Sato.
[b]Graduação:[/b] Genin.
[b]Times:[/b] Nenhum. <br>

[table style="border:0px;width:100%;"][tr][td style="width:50%;"][b]Qualidades[/b]
✓ Inteligência Aguçada (2)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Ambidestria (1)
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✓ Reservado.[/td]
[td style="width:50%;"][b]Defeitos[/b]
✖ Esquizofrenia (3)
✖ Suicida (1)
✖ Reservado.
✖ Reservado.
✖ Reservado. [/td]
[/tr]
[/table]
<br><br>
[size=14][b]DATABOOK[/b][/size]
[i]Ninjutsu[/i] — [b]Estudado[/b] (3)
[i]Taijutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Genjutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Inteligência[/i] — [b]Esperto[/b] (2)
[i]Força[/i] — [b]Normal[/b] (1)
[i]Velocidade[/i] — [b]6m/s[/b] (1)
[i]Stamina[/i] — [b]Comum[/b] (0)
[i]Selos[/i] — [b]2s/s[/b] (1)
[i]Distribuídos[/i] — [b]7[/b] (+1)

[size=14][b]BOLSAS DE ARMAS (60/60)[/b][/size]
[b]Kunais:[/b] 27
[b]Shurikens:[/b] 20
[b]Kibaku Fuda:[/b] 23
[b]Hyōrōgan:[/b] 16
[b]Fio de Nylon:[/b] 20m

[size=14][b]APARÊNCIA[/b][/size]
[i]“Ele é incrivelmente semelhante a você, Smoke”[/i] — [b]Kowai[/b] para C;
[i]“Ele é algum tipo de experimento maluco do M?”[/i] — [b]Goru[/b] para um dos jonins da aldeia.

Substancialmente ele é um jovem magricela com uma altura média, batendo em torno do um metro e sessenta e cinco, tendo uma pele incrivelmente pálida como se faltasse-lhe nutrientes e fosse severamente anêmico, ainda que seja, tecnicamente, saudável. Muitas pessoas referem-se a ele como tendo uma aparência exótica dentro da aldeia, muito semelhante a um dos guardas do raikage declarado como a letra C, mostrado quando Goru chamou a atenção de Kowai a respeito da aparência que ele não gosta muito da comparação, sentindo-se completamente inferior. Além disto, provavelmente a única característica semelhante entre eles são os cabelos dourados que ambos possuem, pois seus olhos são castanhos dourados e labios mais finos.

Contudo ao longo dos tempos seus cabelos foram se tornando brancos e, finalmente, a raiz tornou-se negra, o resultado disso são cabelos de pontas brancas e meia porção negra, projetando-se da raiz para baixo, criando uma dualidade, cortado e repicado acima da linha do nariz. 

Antes de tornar-se um membro da aldeia da nuvem, ele vestia-se como um membro religioso, usava quimonos e outros adereços de cor vermelha e preta como um louvor ao deus Jashin, ainda que nunca tivesse muito interesse por tal. Ainda nesta época, um pouco antes de mudar-se definitivamente para a aldeia, ele recebeu um corte na testa por seu próprio pai e este, diferente da maioria de seus ferimentos, jamais recuperou-se, deixando uma cicatriz visível ainda nos dias atuais, mas que ele cobre com o protetor de testa da aldeia - que após os eventos de uma missão passou de preto para azul-marinho.

Quando na academia shinobi, usava uma camiseta larga azul-claro, calças também largas em tom albino e sandálias ninjas pretas, também com uma bandagem envolvendo a testa como se estivesse sempre ferido. Assim que recebeu o cargo de genin, porém, ele alterou o visual, passou a usar uma camiseta larga em cinza-escuro com um colete de meio peito branco com linhas vermelhas, típico da aldeia, calças brancas e mais presas ao corpo, sem interferir em movimentos, com um coldre do lado direito, sandálias ninjas pretas e o protetor na testa ao invés das bandagens.

[size=14][b]PERSONALIDADE[/b][/size]
[i]“Sempre sorrindo, que tipo de dores esse menino carrega?”[/i] — [b]M[/b]

Quando ele chegou na aldeia após o incidente do templo jashinista, muitos acreditaram que podiam estar com um futuro desertor e rebelde por tudo o que ele havia presenciado e por seu poder de imortalidade, porém ele acabou demonstrando-se completamente oposta àquilo. Ele acabou se revelando um jovem muito calmo e esperto desde o começo, mas, principalmente, muito simpático distribuindo sorrisos em diversas situações, até mesmo falsos sorrisos como apontado pelo médico que cuidou dele. Contudo ele demonstra um grande pesar dentro de si que se projeta através de suas alucinações, normalmente ele vê membros de sua família como seu pai ou sua mãe, conversando com ele ou não, e nestes momentos sempre irrita-se por ter aquilo preso dentro de si, além disto ele também vê uma outra personalidade dele, que ele chama de "Hazuki", "Kuro" ou simplesmente "Makuro" - união da palavra Mako e Kuro -, este que é exatamente como ele, porém de cabelos loiros quase brancos e traços de jashinismo.

Muito jovem ele ainda mostra ser muito tímido com o sexo oposto, mostrado quando ele viu Kowai pela primeira vez e ficou encantado e corado e também quando conheceu Mayumi que lhe ensinou os truques para ser ambidestro. Além disto, assim como qualquer outro jovem, ele pode se tornar muito impulsivo quando misturado a raiva e frustração dentro de si. Através dos tempos e treinamentos ele começou a revelar uma postura mais infantilizada e ingênua falsamente em frente as pessoas como um mecanismo de defesa.


[size=14][b]HISTÓRIA[/b][/size]
[i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i] — [b]Mako[/b] para uma das enfermeiras.

Antes mesmo do garoto nascer, seus pais, o casal Hazuki, aceitou a oferta de um sacerdote jashinista para tornarem-se membros da seita em busca da imortalidade. Vivendo em um pequeno vilarejo com poucos recursos e sobrevivendo pagando altos impostos para o líder da região, os dois não viram opção melhor e partiram junto de outras dezenas de seguidores do deus imortal. Em meio a busca espiritual de um templo a altura do deus, Inori ficou grávida e o sacerdote começou uma série de ritos com a mulher por acreditar que o bebê seria uma bênção do senhor Jashin, prezando que ele viria a se tornar um grande sacerdote um dia.

No ano de 40DGF em um templo em meio as montanhas onde o grupo se estabeleceu, a mulher deu a luz a um menino que ela chamou de Mako em homenagem ao seu falecido pai, naquela noite um sacrifício foi feito em nome da criança e o sacerdote voltou a repetir que ele seria [i]o escolhido[/i] pelo deus Jashin para mostrar a soberania da religão aos demais povos, uma profecia que animou os pais e tornou-o quase como um santo para os outros membros, porém causando intrigas internas ao passo de que ninguém alcançava poder algum como o prometido enquanto o líder dava tanta atenção a uma criança.

Sete anos se passaram e o garoto cresceu diferente do esperado. Ainda que vestisse-se como um monge do templo, ele era completamente contra os ritos definindo-os como entediantes e também causava muitos problemas ao pixar coisas e zombar com as imagens da divindade, mas para todos os efeitos o líder apenas recitava um mantra que dizia que o escolhido viria para mudar a visão comum dos seguidores de deus; problema este que causou ainda mais intrigas e um golpe começou a ser organizado pelos membros mais insatisfeitos com a situação.

Um ano mais tarde, quando o menino tinha oito anos de idade, ele acordou-se em meio a noite ouvindo movimentações suspeitas, curioso como sempre fora ele seguiu os passos e viu um grupo de membros da seita invadindo os aposentos do líder, esgueirando-se pela porta ele conseguiu vê-los esfaqueando o velho homem e seu pai dando o golpe fatal no coração, algo que lhe obrigou a chamá-lo a atenção com os dizer [i]"Pai?"[/i] Diversos seguidores do golpe ameaçaram avançar contra a criança, mas foi seu pai quem correu primeiro e rasgou-lhe a testa com a mesma adaga de prata que matara o sacerdote, dizendo-lhe em voz baixa [i]"corra"[/i].

Em desespero ele correu chorando e isso causou um alarde onde muitos outros membros se ergueram temendo algum tipo de problema com ladrões e mercenários, o garoto tropeçou e caiu em meio a algumas pedras e viu a batalha começar a ocorrer entre os dois pólos bem diante de si. A primeira morte foi de seu padrinho com um corte na jugular e muito sangue espalhado, a segunda morte que ele notou foi da ama-de-leite que lhe ensinou muitas coisas, morrendo a pontapés dos homens que iam contra seu pai e, por fim, seu pai morreu atravessado por uma barra de ferro diretamente no coração.

Completamente em choque e paralisado, o garoto viu os assassinos das pessoas que amava correndo em sua direção, o homem que matara seu pai se colocou a frente de todos com uma faca afiada e longa, ele fechou os olhos e quando voltou a abrir sua mãe estava sorrindo para ele com sangue escorrendo pela boca e a faca atravessando-lhe das costas ao coração. [i]"Viva, não importa como"[/i], ela disse fechando os olhos e caindo sobre a criança que encheu-se de sangue e gritou desesperado.

Furioso o homem arrancou a arma do corpo da mulher e empurrou o cadáver para o lado, o garoto não se movia, apenas olhava para tudo de olhos regalados. Ele avançou com a arma e perfurou o coração do menino caido, fazendo-o cuspir sangue, mas não morrer. Ambos, menino e homem, olharam para o ferimento e se encararam sem seguida, o selvagem homem começou a repetir o movimento e a dor invadiu seu corpo, fazendo-o berrar, mas permanecer vivo, o homem mordeu tanto os lábios que gotas de sangue caíram na boca do menino. A mãe caida começou a se arrastar desenhando um círculo no chão cujo símbolo jashinista já havia sido entalhado, então o jovem ganhou uma coloração negra na pele e traços brancos esqueléticos e com mais um golpe no coração, o homem sentiu toda a dor e caiu morto.

Todos aqueles que estavam na batalha pararam e se ajoelharam em frente ao menino que apenas conseguiu vê-los rapidamente antes de desmaiar perdendo totalmente a consciência. Mako apenas voltou a acordar-se dias após o acontecimento, mas não estava mais no templo e sim em um hospital da aldeia da nuvem, lugar para onde um dos amigos de seu pai o levou, de acordo com as enfermeiras; uma delas perguntou-lhe o nome e ele respondeu com a seguinte frase: [i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”[/i]

Para surpresa de muitos ele tinha se recuperado totalmente dos ferimentos no coração, um milagre que chamou a atenção de M, o médico líder da aldeia. Ele foi convidado a participar da academia shinobi, mas pediu mais tempo para se instalar e recebeu até mesmo uma moradia própria, ao invés de ir para um orfanato. Após um ano vivendo no vilarejo, Mako aceitou a ideia de treinar para se tornar um shinobi graças a sua imortalidade, notando que poderia ser muito útil para o vilarejo que lhe acolheu, criando nele um tipo de patriotismo. Dedicou-se a treinar os caminhos do ninjutsu e apresentou um incrível controle de chakra, além de muita inteligência, conseguindo aprender sozinho a transformação da natureza do chakra do raio ao pensar a respeito do país em que vivia.

Formou-se aos treze anos de idade com notas altas em ninjutsu, mas baixas em taijutsu, recebeu seu protetor de testa o qual jurou sempre usar e honrar e, uma semana após aquilo, foi enviado em uma missão classificada como nível C - um fato curioso, sabendo que genins iniciam por missões de nível D. Ali conheceu um membro do alto escalão chamado Goru que lhe ajudou na missão, mas também testou-lhe a imortalidade jogando-o em uma bola de fogo atacada pelo inimigo, queimando-lhe os pulsos. Nesta missão ainda conheceu Kowai, uma bela kunoichi que o encarou lembrando-se de C, um guarda especial do raikage e que ajudou-os a deter o inimigo.

Pouco tempo depois de encerrar a missão, ele resolveu treinar sua ambidestria ao perceber a necessidade de tal capacidade, por lá ele encontrou-se com Nase Mayumi, uma garota jovem que o ajudou com o treinamento. Foi logo após esse treinamento que ele conheceu Kenichi, um homem perito em armas brancas que ajudou-o a melhorar seu shurikenjutsu ao ponto de se tornar um perito na arte.

[size=14][b]CONHECIMENTOS[/b][/size]
Conhecimentos acadêmicos; Naturezas básicas do chakra; Jashinismo; Goru & Kowai; Suiton: Daibakure no Jutsu, apenas de vista; Daiendan, apenas de vista; Katon: Goka Mekkyaku, apenas de vista; Raiton: Raikiba no Jutsu, apenas de vista; Suiton: Daibakufu no Jutsu, apenas de vista; Raikiri, apenas de vista; Nase Mayumi; Ambidestria; Yui; Kenichi; Conhecimento avançado em Shurikenjutsu;

[size=14][b]ACONTECIMENTOS[/b][/size]
[url=www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603]Missão Rank C: Árvores, Cinzas.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46960-ambidestria-o-treinamento]Conhecendo Mayumi.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46985-ambidestria-pt2-mako#280287]Ambidestria Dominada.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47038-rp-dango-shop]Conhecendo Yui[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47125-ala-de-treinamento-13-rp-treino]Conhecendo Kenichi & Treinando o Shurikenjutsu[/url]

[size=14][b]JUTSUS DO PERSONAGEM[/b][/size]

[center][i]JUJUTSU[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Jujutsu: Shiji Hyōketsu[/b]
Descrição: Esta técnica é o principal método de Hidan para matar os seus adversários no caminho da religião Jashin. Primeiro, Hidan faz todos os esforços para extrair o sangue do seu oponente e ingeri-lo. Sua pele irá ficar preta com manchas brancas que o faz parecer um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele então no terreno faz o símbolo Jashin com sangue e fica no centro. Isto serve como elo de ligação entre ele e sua vítima. Uma vez que o seu ritual sacrificial ocorre, a vítima está relacionada com Hidan até que ele deia passos ou é forçado a sair do círculo. Qualquer tipo de ferimento que Hidan inflige a si (ou o dano infligido sobre ele) é correspondido em seu alvo, seja ele um arranhão a um mero perfurar no coração. Se Hidan é forçado a sair do círculo, o link está quebrado e a vítima é posta em liberdade, mas o que Hidan pode fazer é dar um passo e entrar no círculo para reativar a conexão. Basicamente, esta técnica faz de Hidan um boneco de voodo humano. Imortalidade de Hidan é devido à "experiência de sucesso da técnica secreta da religião Jashin", então ele pode fatalmente torturar seus oponentes de qualquer forma que ele deseja sem se matar, e ele gosta muito da dor também. No entanto, ele, de fato, reclama que dói como uma pessoa normalmente faz quando tem dor, depois que ele acabou com Asuma.[/size][/font][/quote]

[center][i]ELEMENTAIS[/i][/center]

[quote][font=cambria][size=14][b]Raiton no Jutsu[/b]
Descrição: É um dos elementos básicos da mudança de natureza que permite o usuário gerar eletricidade através do aumento da frequência de vibração de seu chakra, permitindo danos perfurantes e rápidos movimentos. A eletricidade paralisa o alvo para que fiquem impossibilitados de se mover e os deixando vulneráveis para o ataque final. Embora incomum, a eletricidade pode se fundir em armas laminadas de um jeito similar ao elemento vento através do fluxo de chakra para aumentar sua perfuração através das vibrações, com o efeito adicionado da dormência induzida. Quando a técnica é liberado de seus corpos, e não exigindo o contato físico, ele não se move tão rápido quanto um verdadeiro trovão. Em vez disso, devido ao controle que o usuário tenha para exercer sobre ela, move-se muito mais lento, o que pode dar tempo para os adversários ainda reagir.[/size][/font][/quote]
</div></center>

Mudei aparência.

23 Re: Mods. em 25/5/2016, 20:35

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
@

Ver perfil do usuário

24 Re: Mods. em 27/5/2016, 15:06

Convidado

avatar
Convidado
Atualizando ficha com novo code & Jutsus (tá nos campos de treinamento da aldeia - kumo)

Código:
<center><div style="background-color: #e2e2e2; width: 80%; text-align: justify; font-family: cambria; font-size: 14px;">[sub]葉月魔呼 | Hazuki Mako[/sub]
[hr]
[center][img(440px,280px)]https://41.media.tumblr.com/30dd8853f9d28d2c03c4004e872c66f5/tumblr_npmuukIK3V1s777j6o5_500.png[/img][/center]
<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[b]Alcunhas:[/b] Nenhuma.
[b]Gênero:[/b] Masculino.
[b]Aniversário:[/b] 10 de Outubro.
[b]Estado:[/b] Imortal.
[b]Idade:[/b] Treze anos.
[b]Clã:[/b] Nenhum.
[b]Kekkei Genkai:[/b] Nenhuma.
[b]Afinidade:[/b] Raiton.
[b]Naturezas:[/b] Raiton.
[b]Mão:[/b] Ambidestro.  
[b]Vilarejo:[/b] Kumogakure no Sato.
[b]Graduação:[/b] Genin.
[b]Times:[/b] Nenhum.</div></div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">✓ Inteligência Aguçada (2)
✓ Grande Controle de Chakra (2)
✓ Ambidestria (1)
✓ Perícia em Shurikenjutsu (1)
✖ Esquizofrenia (3)
✖ Suicida (1)

[i]Ninjutsu[/i] — [b]Estudado[/b] (3)
[i]Taijutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Genjutsu[/i] — [b]Inapto[/b] (0)
[i]Inteligência[/i] — [b]Esperto[/b] (2)
[i]Força[/i] — [b]Normal[/b] (1)
[i]Velocidade[/i] — [b]6m/s[/b] (1)
[i]Stamina[/i] — [b]Comum[/b] (0)
[i]Selos[/i] — [b]2s/s[/b] (1)
[i]Distribuídos[/i] — [b]7[/b] (+1)</div></div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]PERSONALIDADE[/b][/size]
[i]“Provavelmente não sou mais o mesmo, sabe? Eu perdi tudo, inclusive meu eu. Aquela criança que tanto sorria e fazia brincadeiras... ela morreu.” — Mako para Shintarou.[/i]

Em uma simples palavra ele é: destruído. Apesar de sua imortalidade, adquirida ainda no ventre da mãe pelo que se sabe, ele considera-se uma pessoa que morreu há muito tempo. Cresceu em meio a brincadeiras e louvores, recebendo muito mimo de todos os lados, mas ao perder tudo viu-se preso em eternos pesadelos que se projetam em sua mente de diferentes modos; ele tem alucinações constantes de membros de sua família ou mesmo de si transformado com os poderes do deus Jashin, sempre pedindo por sacrifícios - o que revela um desejo maníaco homicida intenso dentro do incoscientes do rapaz.

Ainda na infância ele demonstrava ótimos sorrisos, sempre aceitava, no fim, as coisas, ainda que preferisse tentar seguir seus próprios desejos e, mesmo isso, acabava lhe sendo concedido. Assim sendo, quando carregado para a aldeia da nuvem após a chacina nos templos, o alto esquadrão do vilarejo temeu que ele tentasse alguma coisa ruim contra a vila por ódio ou danos traumáticos, porém, ao contrário disso, desde seu primeiro despertar tudo o que ele fez foi conceder a todos, falsos sorrisos, geralmente acompanhado de uma singela segurada no queixo com os dedos, ato típico de suas mentiras.

Nunca tendo desejado a imortalidade - e nem mesmo sabendo dela até o clímax de sua vida até então - muitas vezes ele divaga sobre como poder acabar com a própria vida, fato este que o leva a ser um incrível shinobi, pois, diferente de muitos que, mesmo treinando não se desapegam da vida, ele tem um instinto suicida que o permite avançar diante de qualquer situação. Além disto, ele ainda é muito protetor com as pessoas próximas a ele, não sentindo qualquer problema em se jogar perante a morte para salvar uma vida, fazendo-o um instrumento militar perfeito para missões perigosas.

Ele também revela-se como tímido perante o sexo oposto, assim que conheceu Kowai ele ficou totalmente sem jeito e corado, mas o impulso do combate foi mais forte, o mesmo se repetiu, porém, com Mayumi e também com Yui, ambas kunoichis de idade próxima a dele, o que revela que possa ser apenas os hormônios borbulhando em sua adolescência. Por conta de sua juventude também é possível vê-lo em situações impulsivas por raiva e provocações, ainda que seja muito esperto realmente.

A grande chave de sua personalidade e também característica está na presença de seres que ele chama por diversos nomes e que falam com ele constantemente. Há sua mãe, que ele vulgarmente chama de [i]mama[/i] e também seu pai que ele chama de [i]papa[/i], mas o principal agente de toda a sua desordem é - como dito anteriormente - uma porção idêntica a sua que ele chama de Makuro (união de Mako e Kuro, por ele ter a pele tingida de negro).

Quando em serviço ou mesmo entre pessoas de diferentes hierarquias, ele demonstra-se muito educado e respeitoso, costumeiramente utiliza-se de sufixos a altura para cada pessoa como 'san' para um jonin que o ajudou em missão, 'sensei' para um homem que lhe ensinou algumas artes e 'chan' para uma jovem da mesma patente. </div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]APARÊNCIA[/b][/size]
[i]“Um sorriso gentil, porém tão falso, você é um ator e tanto... Por acaso é o rei dos falsos?” — M perguntando a Mako.[/i]

Mesmo muito saudável, ele aparenta ser anêmico por ter um tom de pele muito pálido que entra em contraste com seus olhos castanhos claros como o mel, beirando o dourado, mas também com seus cabelos de duas cores onde a metade inferior é albina e a metade superior, até a raiz, é completamente escura, tendo um corte repicado na linha do nariz.

Nem sempre seus cabelos foram de duas cores, ainda na infância ele possuía os cabelos incrivelmente negros como o café, porém após o trauma recebido pela chacina produzida dentro dos templos, o seu cabelo foi gradativamente, ao longo daquele ano, tornando-se branco por culpa do estresse, uma experiência conhecida como Síndrome de Maria Antonieta, passando, nos dias de hoje, a voltar a crescer com sua cor natural após muitos anos de recuperação e treinamento.

Quando ainda era uma criança membro dos templos de Jashin, ele não tinha nenhuma diferença para um monge em treinamento qualquer, usava-se de quimonos púrpuras e mantos escuros, além de colares com o símbolo da religião ainda que não ligasse para tal, isso o fazia ser aceito pela comunidade em que vivia e por isso colocava-se desta maneira; contudo nunca mais voltou a usar roupas assim desde a chacina dos templos, dia em que também recebeu uma cicatriz na testa que corta horizontalmente, feito por seu pai em uma frustrante tentativa de salvar o filho daquela situação.

Desde o momento em que se acordou no hospital ele sorriu gentilmente, motivo pelo o qual o médico chefe da aldeia, M, questionou-lhe ser um [i]rei dos falsos[/i], além disto ele passou a enrolar bandagens pela testa na tentativa de esconder a cicatriz deixada no dia, uma das únicas, se não a única, que jamais se regenerou e voltou ao normal, diferente da maioria como foi o caso das queimaduras pelos braços adquiridas em missão.

Quando ingressou na academia seus cabelos já eram brancos como loiros, usava, na época, roupas totalmente negras que eram marcadas por uma camiseta negra com outra de mesma cor por baixo, bermudas negras e botas de cano longo, uma maneira atípica de vestir-se na aldeia que muitos estranhavam - ainda mais pela presença das bandagens na testa.

Assim que graduou-se na academia ele estava com 169cm de altura e passou a vestir-se como um verdadeiro shinobi, primeiramente usando uma mortalha de batalha em cores negras feita em couro que permite movimentos rápidos do corpo, mas, de modo que não chame atenção, ele também utiliza típicas vestimentas da aldeia como uma camiseta larga e cinzenta, um colete branco, calças cinzents e botas brancas, sempre escondendo a testa com o protetor de testa marcado pela nuvem e com um cinto com três bolsas de equipamentos enfileirados.

[url=http://data.whicdn.com/images/154934734/large.jpg][1][/url] Exemplo de quimono usado;
[url=http://1.bp.blogspot.com/-fAZtQMV9U_E/VJ8BE3MduBI/AAAAAAAAPyo/MGwLtENEDSc/s1600/l421SYW.png][2][/url] Vestimentas ainda na academia;
[url=http://vignette3.wikia.nocookie.net/tokyoghoul/images/6/62/Kensuit.png/revision/latest?cb=20141104211248][3][/url] Modelo de seu traje de combate escondido;
[url=http://img09.deviantart.net/d987/i/2015/106/8/c/benmaru___sp_outfit_by_keikolysea-d7pl4y4.png][4][/url] Exemplo de vestes típicas da aldeia.
</div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]HISTÓRIA[/b][/size]
[i]“Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite. — Mako a uma enfermeira.[/i]

Antes mesmo do garoto nascer, seus pais, o casal Hazuki, aceitou a oferta de um sacerdote jashinista para tornarem-se membros da seita em busca da imortalidade. Vivendo em um pequeno vilarejo com poucos recursos e sobrevivendo pagando altos impostos para o líder da região, os dois não viram opção melhor e partiram junto de outras dezenas de seguidores do deus imortal. Em meio a busca espiritual de um templo a altura do deus, Inori ficou grávida e o sacerdote começou uma série de ritos com a mulher por acreditar que o bebê seria uma bênção do senhor Jashin, prezando que ele viria a se tornar um grande sacerdote um dia.

No ano de 40DGF em um templo em meio as montanhas onde o grupo se estabeleceu, a mulher deu a luz a um menino que ela chamou de Mako em homenagem ao seu falecido pai, naquela noite um sacrifício foi feito em nome da criança e o sacerdote voltou a repetir que ele seria o escolhido pelo deus Jashin para mostrar a soberania da religão aos demais povos, uma profecia que animou os pais e tornou-o quase como um santo para os outros membros, porém causando intrigas internas ao passo de que ninguém alcançava poder algum como o prometido enquanto o líder dava tanta atenção a uma criança.

Sete anos se passaram e o garoto cresceu diferente do esperado. Ainda que vestisse-se como um monge do templo, ele era completamente contra os ritos definindo-os como entediantes e também causava muitos problemas ao pixar coisas e zombar com as imagens da divindade, mas para todos os efeitos o líder apenas recitava um mantra que dizia que o escolhido viria para mudar a visão comum dos seguidores de deus; problema este que causou ainda mais intrigas e um golpe começou a ser organizado pelos membros mais insatisfeitos com a situação.

Um ano mais tarde, quando o menino tinha oito anos de idade, ele acordou-se em meio a noite ouvindo movimentações suspeitas, curioso como sempre fora ele seguiu os passos e viu um grupo de membros da seita invadindo os aposentos do líder, esgueirando-se pela porta ele conseguiu vê-los esfaqueando o velho homem e seu pai dando o golpe fatal no coração, algo que lhe obrigou a chamá-lo a atenção com os dizer "Pai?" Diversos seguidores do golpe ameaçaram avançar contra a criança, mas foi seu pai quem correu primeiro e rasgou-lhe a testa com a mesma adaga de prata que matara o sacerdote, dizendo-lhe em voz baixa "corra".

Em desespero ele correu chorando e isso causou um alarde onde muitos outros membros se ergueram temendo algum tipo de problema com ladrões e mercenários, o garoto tropeçou e caiu em meio a algumas pedras e viu a batalha começar a ocorrer entre os dois pólos bem diante de si. A primeira morte foi de seu padrinho com um corte na jugular e muito sangue espalhado, a segunda morte que ele notou foi da ama-de-leite que lhe ensinou muitas coisas, morrendo a pontapés dos homens que iam contra seu pai e, por fim, seu pai morreu atravessado por uma barra de ferro diretamente no coração.

Completamente em choque e paralisado, o garoto viu os assassinos das pessoas que amava correndo em sua direção, o homem que matara seu pai se colocou a frente de todos com uma faca afiada e longa, ele fechou os olhos e quando voltou a abrir sua mãe estava sorrindo para ele com sangue escorrendo pela boca e a faca atravessando-lhe das costas ao coração. "Viva, não importa como", ela disse fechando os olhos e caindo sobre a criança que encheu-se de sangue e gritou desesperado.

Furioso o homem arrancou a arma do corpo da mulher e empurrou o cadáver para o lado, o garoto não se movia, apenas olhava para tudo de olhos regalados. Ele avançou com a arma e perfurou o coração do menino caido, fazendo-o cuspir sangue, mas não morrer. Ambos, menino e homem, olharam para o ferimento e se encararam sem seguida, o selvagem homem começou a repetir o movimento e a dor invadiu seu corpo, fazendo-o berrar, mas permanecer vivo, o homem mordeu tanto os lábios que gotas de sangue caíram na boca do menino. A mãe caida começou a se arrastar desenhando um círculo no chão cujo símbolo jashinista já havia sido entalhado, então o jovem ganhou uma coloração negra na pele e traços brancos esqueléticos e com mais um golpe no coração, o homem sentiu toda a dor e caiu morto.

Todos aqueles que estavam na batalha pararam e se ajoelharam em frente ao menino que apenas conseguiu vê-los rapidamente antes de desmaiar perdendo totalmente a consciência. Mako apenas voltou a acordar-se dias após o acontecimento, mas não estava mais no templo e sim em um hospital da aldeia da nuvem, lugar para onde um dos amigos de seu pai o levou, de acordo com as enfermeiras; uma delas perguntou-lhe o nome e ele respondeu com a seguinte frase: “Mako... Assim fui batizado por minha mãe, mas a verdade é que eu até mesmo poderia mudar de nome, pois aquele Mako que Inori deu o nome do próprio pai, está morto, ele morreu naquela noite.”

Para surpresa de muitos ele tinha se recuperado totalmente dos ferimentos no coração, um milagre que chamou a atenção de M, o médico líder da aldeia. Ele foi convidado a participar da academia shinobi, mas pediu mais tempo para se instalar e recebeu até mesmo uma moradia própria, ao invés de ir para um orfanato. Após um ano vivendo no vilarejo, Mako aceitou a ideia de treinar para se tornar um shinobi graças a sua imortalidade, notando que poderia ser muito útil para o vilarejo que lhe acolheu, criando nele um tipo de patriotismo. Dedicou-se a treinar os caminhos do ninjutsu e apresentou um incrível controle de chakra, além de muita inteligência, conseguindo aprender sozinho a transformação da natureza do chakra do raio ao pensar a respeito do país em que vivia.

Formou-se aos treze anos de idade com notas altas em ninjutsu, mas baixas em taijutsu, recebeu seu protetor de testa o qual jurou sempre usar e honrar e, uma semana após aquilo, foi enviado em uma missão classificada como nível C - um fato curioso, sabendo que genins iniciam por missões de nível D. Ali conheceu um membro do alto escalão chamado Goru que lhe ajudou na missão, mas também testou-lhe a imortalidade jogando-o em uma bola de fogo atacada pelo inimigo, queimando-lhe os pulsos. Nesta missão ainda conheceu Kowai, uma bela kunoichi que o encarou lembrando-se de C, um guarda especial do raikage e que ajudou-os a deter o inimigo.

Pouco tempo depois de encerrar a missão, ele resolveu treinar sua ambidestria ao perceber a necessidade de tal capacidade, por lá ele encontrou-se com Nase Mayumi, uma garota jovem que o ajudou com o treinamento. Foi logo após esse treinamento que ele conheceu Kenichi, um homem perito em armas brancas que ajudou-o a melhorar seu shurikenjutsu ao ponto de se tornar um perito na arte. </div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]CONHECIMENTOS[/b][/size]
Conhecimentos acadêmicos; Naturezas básicas do chakra; Jashinismo; Goru & Kowai; Suiton: Daibakure no Jutsu, apenas de vista; Daiendan, apenas de vista; Katon: Goka Mekkyaku, apenas de vista; Raiton: Raikiba no Jutsu, apenas de vista; Suiton: Daibakufu no Jutsu, apenas de vista; Raikiri, apenas de vista; Nase Mayumi; Ambidestria; Yui; Kenichi; Conhecimento avançado em Shurikenjutsu;

[url=www.narutorpgakatsuki.com.br/t46924-ayako-c#279603]Missão Rank C: Árvores, Cinzas.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46960-ambidestria-o-treinamento]Conhecendo Mayumi.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t46985-ambidestria-pt2-mako#280287]Ambidestria Dominada.[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47038-rp-dango-shop]Conhecendo Yui[/url]
[url=http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t47125-ala-de-treinamento-13-rp-treino]Conhecendo Kenichi & Treinando o Shurikenjutsu[/url]</div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]JUJUTSUS[/b][/size]

[b]Jujutsu: Shiji Hyōketsu[/b]
Descrição: Esta técnica é o principal método de Hidan para matar os seus adversários no caminho da religião Jashin. Primeiro, Hidan faz todos os esforços para extrair o sangue do seu oponente e ingeri-lo. Sua pele irá ficar preta com manchas brancas que o faz parecer um esqueleto, um símbolo da morte absoluta. Ele então no terreno faz o símbolo Jashin com sangue e fica no centro. Isto serve como elo de ligação entre ele e sua vítima. Uma vez que o seu ritual sacrificial ocorre, a vítima está relacionada com Hidan até que ele deia passos ou é forçado a sair do círculo. Qualquer tipo de ferimento que Hidan inflige a si (ou o dano infligido sobre ele) é correspondido em seu alvo, seja ele um arranhão a um mero perfurar no coração. Se Hidan é forçado a sair do círculo, o link está quebrado e a vítima é posta em liberdade, mas o que Hidan pode fazer é dar um passo e entrar no círculo para reativar a conexão. Basicamente, esta técnica faz de Hidan um boneco de voodo humano. Imortalidade de Hidan é devido à "experiência de sucesso da técnica secreta da religião Jashin", então ele pode fatalmente torturar seus oponentes de qualquer forma que ele deseja sem se matar, e ele gosta muito da dor também. No entanto, ele, de fato, reclama que dói como uma pessoa normalmente faz quando tem dor, depois que ele acabou com Asuma.</div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]ELEMENTAIS[/b][/size]

[b]Raiton no Jutsu[/b]
Descrição: É um dos elementos básicos da mudança de natureza que permite o usuário gerar eletricidade através do aumento da frequência de vibração de seu chakra, permitindo danos perfurantes e rápidos movimentos. A eletricidade paralisa o alvo para que fiquem impossibilitados de se mover e os deixando vulneráveis para o ataque final. Embora incomum, a eletricidade pode se fundir em armas laminadas de um jeito similar ao elemento vento através do fluxo de chakra para aumentar sua perfuração através das vibrações, com o efeito adicionado da dormência induzida. Quando a técnica é liberado de seus corpos, e não exigindo o contato físico, ele não se move tão rápido quanto um verdadeiro trovão. Em vez disso, devido ao controle que o usuário tenha para exercer sobre ela, move-se muito mais lento, o que pode dar tempo para os adversários ainda reagir.</div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]FUINJUTSUS[/b][/size]

[b]Fūinjutsu: Henka no Jutsu[/b]
Rank: C
Descrição: Uma técnica de vedação construída para fins totalmente ofensivos, mas podendo ser facilmente adaptada para defesas rápidas. Uma vez que o usuário forme os dois selos necessários para a técnica, sendo estes o javali e a cobra, ele unifica as palmas das mãos como se fosse aplaudir e faz com que uma fumaça se dissipe delas, deixando, centralizado, duas marcações com o mesmo ideograma "alteração".

As marcações feitas pela técnica duram até três turnos nos membros superiores do usuário e elas são construídas a partir da técnica básica de conjurar armas por meio de pergaminhos previamente selados, contudo, nesta técnica, as mãos substituem os makimonos permitindo um rápido trocar de posições das armas - de uma mão a outra - em um piscar de olhos; precisando de cinco pontos de chakra para desconjurar de uma mão e outros cinco para conjurar em outra, não podendo ultrapassar o tamanho e peso de uma kunai.

[b]Fūinjutsu: Fushōkan no Jutsu[/b]
Rank: C
Descrição: Uma técnica de vedação rápida e muito útil para diversas situações, podendo servir como fator de suporte a si mesmo ou a um aliado a qualquer momento de um confronto. Previamente ou mesmo durante um momento perigoso, o usuário toca uma de suas armas brancas - desde kunais até mesmo espadas sem habilidades nenhumas - e grava nelas uma marca de vedação que contém uma pequena parcela de seu chakra - valor este que varia desde um ponto até cinquenta, tendo o valor do nível da técnica apenas na sua ativação e, por cada ativação, podendo gravar em quantas armas o usuário puder segurar.

Com um equipamento já gravado com o chakra, tudo o que o usuário precisa fazer é perfurar o próprio corpo e realizar o selo de libertação - normalmente o selo do tigre ou o meio selo dele - para que a energia vedada no item invada o organismo do atingido e conceda-lhe o montante de chakra adicionando aos seus recursos e, obviamente, ainda movimento o fluxo natural do chakra como uma injeção externa.</div></center>

<center><div style="background-color:#fcfcfc; width:400px; padding:20px;"><div style="width:300px; text-align:justify; font-family:cambria; font-size:14px; line-height:103%;">[size=15][b]ITENS NA BOLSA[/b][/size]

[b]Kunais:[/b] 26/26
[b]Shurikens:[/b] 20/20
[b]Kibaku Fuda:[/b] 23/23
[b]Hyōrōgan:[/b] 16/16
[b]Fios:[/b] 20m/20m.
[b]Total:[/b] 59/60.</div></center>
</div></center>

25 Re: Mods. em 27/5/2016, 18:27

Ayura

avatar
Jounnin
Jounnin
@

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum